Assunção Duarte
Assunção Duarte
12 Set, 2019 - 14:21
Prós e contras do carregamento sem fios

Prós e contras do carregamento sem fios

Assunção Duarte

Antes de dizer adeus aos cabos e dizer olá à elegância e estilo do carregamento sem fios, saiba o que pode estar a perder.

O artigo continua após o anúncio

Os prós e contras do carregamento sem fios podem ser analisados de pontos de vistas diferentes, que dependem, e muito, dos hábitos e utilizações que qualquer um de nós dá aos nossos dispositivos electrónicos.

Um carregador destes pode ser o indicado para smartphones, pequenos tablets, relógios inteligentes e outros dispositivos que necessitam recarregar baterias para continuar em funcionamento e são indicados para quem não gosta de ver fios elétricos espalhados pela casa ou pela sua secretária.

Carregamento sem fios: apenas uma questão de estética

A tecnologia que está na base destes carregadores faz com que eles transformem a corrente elétrica num campo magnético por indução. O campo magnético vai transportar a energia até ao dispositivo que se pretende carregar.

Este tem de estar bem próximo do carregador para que o campo faça efeito, de preferência apoiado nele, daí que carregadores sem fio ofereçam uma base, um tapete ou uma almofada sobre os quais o utilizador pode largar o dispositivo sem mais preocupações.

A questão estética revelou-se importante à medida que esta utilização fez evoluir a tecnologia de carregamento sem fio e alguns destes carregadores surgem disfarçados na mobília, como candeeiros ou secretárias, e outros dão vida a verdadeiras peças decorativas com design luxuoso.

Simplicidade e elegância

As vantagens do uso deste tipo de carregamentos são óbvias, especialmente para os amantes da ordem, da arrumação e da decoração de espaços interiores. A rede de cabos e fios emaranhados na sua secretária, mesa de cabeceira ou em qualquer outro local da casa, deixa de ter razão de existir.

Apesar de ainda ter de contar com o fio que liga o carregador sem fios à tomada elétrica, todos os outros dispositivos que vai carregar ficam soltos e leves para mostrarem apenas o seu design e estilo. Desta forma consegue-se também libertar uma série de tomadas elétricas para outras utilizações já que muitos destes carregadores conseguem carregar vários dispositivos electrónicos ao mesmo tempo.

Padrão Qi para todas as marcas

Outra vantagem tem a ver com o facto do carregamento sem fios ser indiferente à marca do seu dispositivo. Como a maioria das marcas adoptou o padrão aberto Qi da Wireless Power Consortium, dispositivos Apple ou Android, podem receber, lado a lado, energia a partir do mesmo carregador.

O artigo continua após o anúncio

Uma situação que vem reduzir o risco que correm os utilizadores quanto recorrem a carregadores com fios de marcas diferentes da do dispostito que pretendem carregar. A adopção deste standard, por parte dos fabricantes de carregadores e dos fabricantes de telemóveis ou outros dispositivos, nas suas gamas baixas ou altas, veio garantir que o utilizador não tem de recorrer a acessórios especiais que iriam desvirtuar a lógica da elegância e simplicidade inerente à utilização deste gadjet.

Contras do carregamento sem fios

smartphone-carregador

Mais lento

O contra mais apontada para o carregamento sem fios é a sua baixa velocidade de carregamento quando comparada com um carregador tradicional. No carregamento em indução pode haver alguma perda de energia o que torna todo o processo de transmissão de energia mais lento.

As potências suportadas durante a recarga pelo padrão Qi costuma ser 5W ou os 10W, ainda que, na versão Qi 1.2, possam atingir os 15 W. Para ter uma ideia da diferença, em testes realizados por utilizadores (dados da Androidcentral), o tempo de carregamento dos 0 aos 100% de um smartphone demorou quase mais 50 minutos num carregador sem fios do que num carregador com fios.

Experiência de utilização durante o carregamento é de inferior qualidade

Utilizar o seu dispositivo enquanto carrega pode revelar-se um problema. Mesmo que ele esteja apoiado numa superfície plana, por exemplo um smartphone, ele foi feito para ter a melhor utilização possível na sua mão.

Se o afastar, nem que seja alguns centímetros do carregador sem fios, ele deixará de carregar. Isso pode ser uma mudança positiva, se precisar descansar os olhos e os dedos, mas se tiver urgência em o utilizar, vai ficar desapontado e vai sonhar com o seu carregador tradicional.

Preço mais elevado

Enquanto que os carregadores tradicionais de origem, são entregues com o dispositivo no ato da compra, todos os que não utilizam fios têm de ser pagos à parte. Os preços variam de acordo com o design de cada um, sendo que já há alguns que podem atingir valores mais elevados do que o próprio dispositivo que vão ajudar a carregar.

Também deve ter em atenção, no ato de compra, se o preço que está a pagar inclui uma ligação à tomada elétrica, porque alguns destes carregadores são alimentados por USB e vendem essa ligação à parte.

Avalie as suas necessidades para optar por um tipo de carregamento ou por outro. Essa avaliação vai ajudá-lo na escolha do carregador que melhor compensa os seus contras mais odiados pelos seus prós favoritos.

O artigo continua após o anúncio
Veja também
Partilhar Tweet Pin E-mail WhatsApp