Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Margarida Ferreira
Margarida Ferreira
08 Mai, 2014 - 11:03

Sabia que trabalha meio ano só para pagar impostos?

Margarida Ferreira

O aumento da carga fiscal faz com que os portugueses trabalhem mais de seis meses só para fazer face ao pagamento de impostos. Uma tendência que se virifica em quase toda a Europa.

Sabia que trabalha meio ano só para pagar impostos?

Em 2013 já tinha sido noticiado que os portugueses trabalham meio ano só para pagar impostos, mas este ano as notícias chegam-nos ainda mais pesadas. 
Segundo o “The tax burden of typical workers in the UE 28”, da organização New Direction – Fundação para a Reforma Europeia, os portugueses trabalham os primeiros seis meses só para pagar impostos. Tal já acontece, pelo menos, desde 2011. A única diferença é que em 2014, devido ao aumento da carga fiscal, toda a população activa terá de trabalhar mais 8 dias do que em 2011 para fazer face a todas as despesas fiscais.

6 de Junho: o dia da libertação

À luz do estudo europeu, os portugueses ficam livres de impostos no dia 6 de Junho, sendo que o rendimento ganho a partir daí é, de facto, verdadeiramente o rendimento líquido do ano.

Ranking europeu: Portugal em 7º

Analisando o ranking, Portugal é o sétimo país das 28 economias da União Europeia a celebrar o Dia da Libertação de Impostos. O primeiro a conseguir livrar-se da carga fiscal é o Chipre, a 21 de Março. Depois seguem-se Malta e Irlanda a 28 de Abril e o Reino Unido, Bulgária e Luxemburgo a 12 de Maio.

De uma forma geral, a verdade é que nos últimos anos, mais precisamente desde 2010, os impostos têm subido na europa de forma significativa. Uma tendência que ainda não viu dias diferentes.

Veja também: