Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Nuno Margarido
Nuno Margarido
01 Jun, 2018 - 11:00

Smartphone gamer: 3 boas escolhas

Nuno Margarido

Há uma nova tendência que promete dar que falar: o smartphone gamer. Ficou curioso? Saiba se vale a pena comprar um e conheça vários exemplos.

Smartphone gamer: 3 boas escolhas

Um smartphone gamer não é propriamente uma novidade. Recorde-se, por exemplo, do Acer Predator 6 – que abalou o mundo dos smartphones em 2015 – ou o Xperia Play – que foi lançado em 2011 e que possuía uma carcaça que mais parecia um comando de consola.

Contudo, a tendência do lançamento de smartphones dedicados a jogos tem crescido nos últimos tempos e importa perceber se vale a pena investir num pequeno dispositivo destes.

Smartphone gamer: vale a pena?

Já há algum tempo que a tecnologia permite ter uma pequena consola de bolso para jogar os mais diversos jogos e os títulos mais cativantes. De facto, ter uma “consola” no bolso não é nenhuma novidade e, até, já se sabe que é uma aposta ganha – basta pensar nos Game Boy da Nintendo.

Há, porém, alguns problemas a considerar quando assunto é um smartphone gamer. A oferta do mercado é suficiente para justificar um avultado investimento num smartphone que tenderá apenas a servir para fazer chamadas, enviar mensagens e jogar? Não deveria o smartphone servir para muito mais?

Para além disso, um smartphone gamer exige uma bateria com uma grande capacidade. Se não a tiver, vai ser necessário investir ainda mais numa power bank ou andar sempre a carregar o smartphone em tudo o que é tomada.

Por outro lado, um smartphone gamer é dono de gráficos e de uma performance verdadeiramente inigualável quando o assunto é – claro – correr jogos. Vale a pena? Vale. Mas com determinadas condições.

Smartphone gamer: 3 opções a considerar

ZTE Nubia Red Magic

zte gamer

Fonte: RedMagic/Divugação

Verdadeiramente cativante à primeira vista, o ZTE Nubia Red Magic possui especificações capazes de correr os melhores jogos do mercado. O dispositivo foi lançado em abril de 2018, possui um ecrã LCD de 6 polegadas, com resolução Full HD.

Além disso, possui um processador de oito núcleos, 8 GB de RAM e ainda 128 GB de espaço de armazenamento. Possui até um botão para otimizar a experiência quando se inicia um jogo.

  • Ecrã: 6 polegadas (~402 ppi)
  • Processador: Octacore (4×2.35 GHz + 4×1.9 GHz)
  • Câmara: 24 MP (f/1.7)
  • Preço: a partir de 388€. Ver produto >>

Razer Phone

razer

Fonte: Razer/Divulgação

A Razer criou um smartphone? Tem de ser um smartphone gamer, de certeza! E é um dos bons. O Razer Phone foi lançado em novembro de 2017 e também possui características bastante interessantes, como o ecrã LCD de 5,7 polegadas com uma taxa de atualização de 120 Hz.

Possui também duas colunas frontais com certificação THX e som Dolby Atmos, sendo que cada coluna tem o seu próprio amplificador, garantindo a melhor qualidade de som.

  • Ecrã: 5,7 polegadas (~515 ppi)
  • Processador: Octacore (4×2.35 GHz + 4×1.9 GHz)
  • Câmara: 12 MP (f/1.8) + 12 MP (f/2.6)
  • Preço: a partir de 650€. Ver produto >>

Xiaomi Black Shark

xiaomi

Fonte: Xiaomi/Divulgação

O Xiaomi Black Shark foi lançado em abril de 2018 e surgiu para se assumir como um exemplar a considerar para quem procura um smartphone gamer.

São 6 polegadas e um ecrã LCD com uma taxa de atualização de 120 Hz, um processador com 8 núcleos e uma bateria de 4000 mAh. O que é que o distingue dos outros? A possibilidade de ser acoplado ao comando Shark GamePad.

  • Ecrã: 6 polegadas (~403 ppi)
  • Processador: Octacore (4×2.8 GHz + 4×1.8 GHz)
  • Câmara: 12 MP (f/1.8) + 20 MP (f/1.8)
  • Preço: a partir de 409€. Ver produto >>

Veja também: