Catarina Milheiro
Catarina Milheiro
21 Jan, 2020 - 12:08
Técnicas de criatividade

Técnicas de criatividade: 7 métodos que precisa de conhecer

Catarina Milheiro

As técnicas de criatividade são métodos que pode utilizar para treinar e desenvolver o seu pensamento criativo. Saiba como exercitar a mente.

O artigo continua após o anúncio

As técnicas de criatividade são bastante úteis para desenvolver o pensamento criativo.

Todos sabemos que umas pessoas são mais criativas intuitivamente do que outras. A criatividade não se trata apenas de um talento inato, é também uma competência que, tal como outras, pode ser treinada e desenvolvida e que, cada vez mais, é valorizada em qualquer currículo.

A inovação e a criatividade são essenciais para qualquer profissional que queira ser bem-sucedido, seja para desenvolver novos produtos ou serviços que as pessoas queiram comprar ou para criar novas estratégias sólidas para o negócio onde atuam.

No entanto, nem sempre é fácil arranjarmos métodos para estimularmos o que de melhor há em nós. Por isso mesmo, é importante que fique a par de algumas técnicas de criatividade que pode adotar para se sentir mais produtivo e, claro, bem sucedido.

7 TÉCNICAS DE CRIATIVIDADE QUE PODE COLOCAR EM PRÁTICA JÁ

brainstorming

Aprender a ser criativo implica a utilização, na prática, de diversas técnicas de criatividade.

Se o seu objetivo é ser inovador e aumentar a sua criatividade, então saiba que a sua criatividade pode e deve ser estimulada para que consiga obter os resultados esperados.

É importante que compreenda que a criatividade não irá surgir de imediato, mas sim a partir de alguns hábitos incorporados no seu dia-a-dia. O objetivo é mesmo fazer com que o seu cérebro pense “fora da caixa”.

Tem dificuldade em refletir sobre o tipo de coisas que poderão estimular o seu lado mais criativo? Hábitos simples como o facto de ouvir música ou de jogar alguns jogos apropriados, podem mesmo fazer toda a diferença na sua performance.

O artigo continua após o anúncio

Para se tornar numa pessoa mais criativa, deve ainda adotar algumas atitudes essenciais na sua rotina diária:

  • Não ter medo de arriscar em novas ideias ou projetos;
  • Procurar constantemente fontes de inspiração;
  • Tentar aprender alguma coisa nova diariamente;
  • Manter o foco e não se desconcentrar;
  • Encontrar um ambiente adequado para facilitar a sua inspiração.

Além deste tipo de estímulos e hábitos diários que devem ser introduzidos no seu dia-a-dia, existem ainda as técnicas de criatividade. Confira os melhores exemplos e comece já a utilizá-las.

1. Brainstorming

O brainstorming é uma técnica de criatividade clássica, principalmente na área da publicidade. Trata-se de uma das técnicas mais conhecidas e mais eficaz, particularmente se precisar de respostas imediatas.

De um modo geral, consiste em despejar tudo aquilo que está na sua mente e considerar toda e qualquer ideia que lhe venha à cabeça, para depois iniciar um rigoroso processo de eliminação até chegar ao conceito ideal.

Nas sessões de brainstorming, há um líder que prepara e organiza a sessão, definindo os seus objetivos, e reúne com um grupo de pessoas. A sessão divide-se pela fase de abertura, produção de ideias, avaliação de ideias, eliminação de ideias e, por fim, o registo das ideias finais com as respetivas prioridades e formas de implementação.

2. 7×7

Já ouviu falar sobre a técnica 7×7? Esta é uma das técnicas de criatividade que parte de um grande número de ideias em relação a um determinado objetivo, produzidas de uma forma não estruturada e reunidas num papel.

De seguida, é necessário fazer uma seleção e ordenação lógica de todas as ideias e analisá-las. O processo é o seguinte:

  • Agrupar as ideias semelhantes;
  • Eliminar as ideias inúteis ou não exequíveis;
  • Alterar ideias, acrescentando elementos relevantes;
  • Separar as ideias que não adequadas no momento, ainda que relevantes para o objetivo;
  • Rever as ideias já ordenadas para ver se outras são geradas;
  • Dividir as ideias em 7 grupos, com base na sua semelhança ou afinidade;
  • Ordenar as ideias principais, por ordem decrescente de utilidade ou de importância, e colocá-las em 7 linhas de uma matriz;
  • Atribuir um título a cada uma das 7 colunas que reflita a ideia principal;
  • Ordenar as colunas, colocando a mais importante ou a mais urgente à esquerda.

Através desta técnica, é possível abordar diferentes pontos de vista. Para além disso, o facto de se fazer uma análise mais rigorosa das ideias em geral, torna mais fácil a construção de cenários relevantes e estratégias inovadoras para o negócio ou até mesmo para a sua vida pessoal.

O artigo continua após o anúncio
partilhar ideias

3. Associação de ideias

Esta é uma técnica que estimula a criatividade através da combinação de objetos, palavras e conceitos, melhorando ainda a memória.

Já pensou que se permitir que a sua mente faça associações livres de palavras, conceitos e objetos está automaticamente a ter novas ideias sobre diferentes assuntos?

4. Brainwriting

É a versão silenciosa do brainstorming, feita por escrito. Ou seja, ao retirar a interação verbal, elimina a possibilidade de o líder do grupo favorecer determinados participantes mais ativos e extrovertidos.

Assim, no brainwriting, todas as pessoas podem ter ideias em simultâneo e são incentivadas a desenvolver as ideias concebidas pelos outros participantes.

Mas como se pode colocar em prática esta técnica? Tome nota:

  • Identificação do tema central por parte do líder da sessão;
  • Os participantes, escrevem individualmente as suas ideias durante cerca de cinco minutos;
  • Cada participante passa a sua folha de papel à pessoa sentada ao seu lado, que acrescentará as suas próprias ideias, durante mais cinco minutos. Este processo pode repetir-se diversas vezes, mas normalmente três passagens são suficientes;
  • O líder da sessão recolhe os papéis e lê as ideias ou aponta-as;
  • O grupo discute em conjunto cada uma das ideias e avalia-as, reunindo as melhores e eliminando as que são absurdas ou impraticáveis.

5. Intuição consciente

Esta é uma das técnicas de criatividade que poderá praticar sozinho. A filosofia a seguir é que a resposta aos problemas está na nossa mente, basta relaxar para a descobrir.

Os dois métodos mais utilizados nesta técnica são a visualização e a imaginação. Ou seja, para a primeira, feche os olhos e tente visualizar o problema, imagine as possíveis soluções ao mais ínfimo pormenor. Normalmente, a solução do problema surge intuitivamente.

Para a segunda, feche os olhos, concentre-se no problema e imagine os possíveis cenários de resolução. Abra os olhos e aponte o que imaginou. No meio de todas as imagens e detalhes pode estar a resposta que procura.

O artigo continua após o anúncio

6. Técnica do mapa central

Esta técnica serve para eliminar bloqueios e dar liberdade total à mente.

Pode começar por escrever a problemática no centro de uma folha de papel e, em seguida, desenhe diversas linhas a partir dela, escrevendo no extremo de cada linha uma diferente palavra-chave.

Não tenha medos e deixe a mente fluir. O objetivo é conseguir obter diferentes ideias a partir de cada uma das palavras-chave. Depois estabeleça conexões aleatórias entre cada uma das ideias, e finalize o exercício analisando cada uma das combinações que foi criando.

7. Técnica da descontinuidade

Esta é uma das técnicas de criatividade que consiste numa pequena mudança forçada de hábitos. Ora, tal faz com que a mente passe a ver o mundo de outra forma.

Pode ser realizada com coisas simples como começar a ir para o trabalho de bicicleta, correr diariamente, passear os seus cães, lavar o carro, ou até mesmo chegar mais cedo ao emprego, por exemplo.

O objetivo é forçar a nossa mente a olhar para o mundo que nos rodeia de uma forma diferente, algo que nos incentiva a sermos mais criativos.

Veja também