Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Luísa Santos
Luísa Santos
11 Mai, 2018 - 10:00

Tecnologia: 5 erros que comete diariamente

Luísa Santos

Quando o assunto é tecnologia, existem erros que comete diariamente que merecem mais atenção da sua parte para que os possa prevenir. Contamos-lhe tudo.

Tecnologia: 5 erros que comete diariamente

Quase todos cometemos erros ao lidar com tecnologia, seja a utilizar os nossos inúmeros dispositivos ou ao navegar na Internet. Por isso, torna-se importante refletir sobre as ações antes de, efetivamente, partir para elas.

Seja no trabalho ou em casa, existem coisas que faz todos os dias e que deve evitar ao máximo. Na verdade, isso pode trazer-lhe mais bem-estar e organização para a sua vida. Assim, é importante que perca alguns minutos a pensar e a repensar os seus hábitos enquanto utilizador de tecnologia.

Decisões que são tomadas de rompante, com pouco ou nenhum pensamento nelas investido, podem trazer consequências que, certamente, não irá gostar. Nesse sentido, reunimos algumas ações que deve evitar no seu dia-a-dia e que, certamente, já fez em algum momento da sua vida (ou em vários!).

Tecnologia: 5 erros que está a cometer e deve evitar

erros tecnologia

1. Estar constantemente atento ao seu email

Se o seu trabalho exige atenção constante ou se está a desempenhar um tarefa longa e importante (que demora mais tempo do que outras), tente desligar-se do seu email. Com isto, pedimos que se abstraia de tudo o que o rodeia e que foque a sua atenção no seu trabalho.

Estar constantemente atento ao email, seja no computador (através de tabs sempre abertas) ou através das notificações que recebe no seu smartphone – não é o comportamento mais indicado quando a sua atenção no trabalho é indispensável.

Na verdade, aconselhámo-lo a realizar uma tarefa de cada vez. Está provado que alternar entre tarefas (neste caso, o trabalho propriamente dito e o email) exige 40% mais de tempo do que cumprir cada tarefa de forma individual.

O melhor a fazer é, no fundo, organizar-se: desativar quaisquer notificações que o possam distrair e estabelecer períodos do dia para conferir o seu email.

2. Deixar o telemóvel pousado na secretária de trabalho

Não basta silenciar o seu telemóvel para que esse não o distraia. De facto, basta que esteja ao seu lado para o “aliciar” à sua utilização: seja para ver mensagens, o email ou para estar nas redes sociais.

Na verdade, segundo um estudo publicado no Journal of the Association for Consumer Research, a simples presença de um smartphone, ao seu lado, numa secretária de trabalho, afeta desde logo a sua capacidade cognitiva. Como é melhor prevenir, guarde o seu telemóvel num sítio onde não o veja.

3. Estar sentado todo o dia

Sabemos que a maior parte dos empregos exige que uma pessoa se sente em frente a um computador horas a fio. Contudo, tente contrariar essa posição de melhor forma que puder.

Implemente períodos curtos para se levantar e se mexer da maneira que puder. É importante que se mantenha minimamente ativo, já que o seu trabalho pode ser rotineiro e exigir-lhe que esteja sentado todo o dia.

4. Olhar para o computador durante horas

Talvez seja esta a principal causa de muitas pessoas necessitarem de usar óculos. O processo não é tão lento quanto parece e pode afetar-lhe a visão mais cedo do que imagina. Passar horas em frente a um computador afeta e danifica a sua capacidade visual – o chamado síndrome visual do informático.

Por isso, implemente a regra dos 20-20-20, estudada por Rahul Khurana: a cada 20 minutos, direcione o seu olhar para algo que esteja “20 feet away” (6 metros, aproximadamente), durante 20 segundos, para que possa descansar a vista e voltar ao trabalho.

5. Distrair-se com as redes sociais

Existem duas formas de navegar nas redes sociais: ativa e passiva. A primeira implica que publique fotos/texto, partilhe conteúdo do seu interesse e/ou comente as fotos de um amigo. No caso da segunda, considerada a mais “prejudicial”, envolve fazer scrolling pelo feed dos seus interesses de forma ininterrupta.

É sobretudo esta última que deve evitar, pois facilmente provoca a sua falta de atenção e não contribui nem para o seu rendimento, nem para a sua tranquilidade pessoal.

Veja também: