André Brito
André Brito
01 Fev, 2019 - 11:02
Viajar em fevereiro: melhores destinos para fugir ao frio

Viajar em fevereiro: melhores destinos para fugir ao frio

André Brito

É o mês mais curto e mais frio do ano. Espreite as nossas sugestões para viajar em fevereiro a preços imbatíveis e aproveite para repor os níveis de vitamina D.

O artigo continua após o anúncio

Viajar em fevereiro, durante o pico do inverno, pode ser uma excelente opção. Além de ser o mês com voos e estadias com tarifas mais baixas, é a altura do ano com menor fluxo turístico o que lhe dará a possibilidade de conhecer um determinado sítio de uma perspetiva totalmente diferente, experienciando de forma mais realista o dia-a-dia dos locais.

Se sente cada vez mais a falta dos níveis de serotonina dos meses quentes do verão, temos vários destinos com muito sol onde poderá recarregar energias para encarar o que ainda resta da estação mais longa do ano. Inspire-se e saiba para onde viajar em fevereiro.

8 melhores destinos para viajar em fevereiro

1. Phuket, Tailândia

phuket

Esta ilha, uma das mais populares no mar de Andaman, tem tudo aquilo que pode esperar do Sudeste Asiático: montanhas, florestas tropicais, praias de areia branca, animação noturna, comida repleta de sabores e uma variedade infindável de hotéis. Os desportos aquáticos, do snorkel ao mergulho entre os peixes coloridos e recifes de coral, são alguns dos passatempos favoritos de quem visita a ilha. As praias de Phuket são a atração principal e com mais de 30 ao redor da ilha, juntamente com o clima estival de fevereiro, este é o local perfeito para os tão merecidos banhos de sol e mar.

Os passeios de barco levam os visitantes para as ilhas mais remotas, entre as falésias e as grutas. A estátua do “Big Buddha”, de mármore branco, com quase 50 metros de altura, no topo de Nakkerd Hills, é visível a quilómetros de distância e dá-lhe uma visão panorâmica impressionante.

A ilha foi colonizada desde os tempos antigos e ao longo dos anos com migrantes da Índia, Arábia, China, Portugal, Sri Lanka, Holanda, França e Grã-Bretanha, todos atraídos pelos recursos naturais de Phuket. Os santuários, templos, museus, pequenas lojas e edifícios da Antiga Cidade de Phuket são as maiores evidências históricas da ilha.

Se procura animação, Bangla Road em Patong Beach é o local certo! Desfrute da variada oferta de restaurantes, pubs, música, cafés ao ar livre e artistas de rua.

2. Camboja

cambodja

Um bom destino para viajar em fevereiro, como alternativa ao frio europeu, é o Camboja, em plena estação seca, com dias de céu azul e temperaturas bastante simpáticas, perfeitas para explorar Angkor Wat ou alugar uma bicicleta e pedalar em torno de Phnom Penh.

Bem no coração do circuito dos que partem à descoberta do Sudeste Asiático de mochila às costas, o Camboja ostenta uma linha de costa branca em estado quase imaculado, com selvas infindáveis de trilhos desenhados por elefantes; cidades antigas; aldeias de cabanas de palha; e centros urbanos movimentados. Tudo isto à espera de ser explorado a preços bastante acessíveis. No entanto, são as pessoas do Khmer que fazem verdadeiramente a diferença e proporcionam uma experiência imutável. Gente simples e calorosa, que trata a arte de bem receber por tu, sempre com um sorriso rasgado que parece ter apagado a recente e terrível história daquela região.

O artigo continua após o anúncio

3. Fernando de Noronha, Brasil

fernando noronha

Fernando de Noronha, na costa nordeste do Brasil, é um arquipélago vulcânico relativamente desconhecido da maioria dos turistas. O clima tropical torna-o o local ideal para quem pretende viajar em fevereiro, como forma de fugir do frio europeu – como é o seu caso, não é?

Estas ilhas constituem um parque marinho protegido, Património Mundial da UNESCO, com medidas muito rigorosas, incluindo um imposto ambiental que limita o número diário de visitantes. Os sortudos que conseguiram comprar o bilhete de entrada podem aproveitar o mergulho e o snorkel, enquanto contemplam a biodiversidade marinha da região. Uma escapadinha de inverno alternativa, única e cheia de adrenalina!

4. Cabo Verde

cabo verde

Cabo Verde, um arquipélago igualmente vulcânico, fica situado ao largo do lado oeste do continente africano. Ao viajar em fevereiro para este conjunto de ilhas, pode ficar descansado, pois as temperaturas oscilam entre os 21 e os 26°C. Mas as temperaturas tendem a subir consideravelmente com a calorosa hospitalidade luso-africana.

Passe os dias a passear pelas montanhas escarpadas, a tomar banhos de sol em praias cobertas de areia (as ilhas de Sal e Boa Vista têm algumas das melhores) e, quando o sol se puser, prepare-se para um divertido serão ao longo dos bares e clubes para experimentar a animada cena musical da região.

Não menos importante, a emblemática Cidade Velha, antiga capital e Património da Humanidade da UNESCO. Esta pequena ex-cidade colonial foi a mais rica de Portugal durante o comércio de escravos e o que sobrou parece ter ficado congelado no tempo. Uma viagem até aos períodos mais gloriosos da nossa história.

5. Marraquexe, Marrocos

marraquexe

Arquitetura imponente, riads (as típicas casas marroquinas convertidas em unidades hoteleiras) de luxo, o cheiro inebriante das especiarias ao dobrar de cada esquina e alguns dos melhores mercados ao ar livre do mundo fazem de Marraquexe um destino idílico para quem deseja viajar em fevereiro.

Embora as temperaturas sejam relativamente mais baixas ao cair da noite, durante o dia poderá matar saudades dos vestidos e calções da época estival.

Safaris para desbravar o deserto, passeios de camelo, jardins encantadores e museus para visitar fazem de Marrocos um destino diferente, rico em cultura para qualquer viajante à procura de muito mais do que água e areia.

O artigo continua após o anúncio

Aproveite para visitar a Praça Jemaa el-Fna e deixe-se encantar pelos cestos de serpentes, dançarinas do ventre e barracas cheias de presentes ou deixe-se, simplesmente, estar sentado numa almofada de um café, a observar o mundo a passar. Um lugar inesquecível bem diferente de qualquer lugar que vimos na Europa.

6. Valeta, Malta

valeta

Se não está com grande vontade de sair da Europa, mas procura um destino mais quentinho, outra boa sugestão para viajar em fevereiro é Valeta, a cidade com a maior exposição solar do nosso continente.

Valeta, Capital Europeia da Cultura de 2018, dá-lhe a oportunidade de observar a sua vigorosa arquitctura barroca, destacada na recém-erguida Galeria de Arte Nacional (Muza). Para além de uma média de 20ºC, este destino dará aos entusiastas do cinema e das séries a possibilidade de estar no mesmo cenário onde foram rodados pedaços do Gladiador, d’O Código DaVinci, World War Z e da aclamada Game of Thrones.

7. Chipre

chipre

Com temperaturas amenas no inverno, que se situam em torno dos 20°C, viajar em fevereiro para o Chipre é uma excelente opção para uma pausa com muito sol, séculos de história e comida deliciosa. Localizado no leste do Mar Mediterrâneo, este fascinante país insular tem de tudo, desde extensas praias paradisíacas a verdejantes parques naturais.

A capital do país, Nicósia, tem alguns dos melhores museus e restaurantes; Pafos está repleta de praias e de tesouros arqueológicos; enquanto Limassol é famosa pela vida noturna bastante animada. Um destino acessível que congrega tudo aquilo que pode esperar de umas férias.

8. Madeira

funchal

Por último, mas não menos importante, a nossa ilha da Madeira – porque a Madeira é sempre uma boa ideia, não é? Com um clima que pode perfeitamente ser apelidado de tropical durante todo o ano, o Funchal recebe-o desde o amanhecer até ao anoitecer num ambiente acolhedor e simpático.

Para aqueles que pretendem viajar em fevereiro e procuram uma experiência de viagem soalheira, confortável e moderna, o sul da ilha é a escolha perfeita. Para os amantes das caminhadas e dos trilhos, os apaixonados pela natureza e a sua autenticidade, o norte da ilha é o local ideal. Às vezes é um pouco nublado e fresco, mas tem paisagens de tirar o fôlego, capazes de lhe proporcionar aquela viagem diferente que tanto deseja.

Sol, mar, clima ameno, natureza, cultura e uma cozinha criativa e dedicada que o vão fazer chorar por mais. Está à espera de quê?

O artigo continua após o anúncio

Veja também: 

Partilhar Tweet Pin E-mail WhatsApp