Saiba como combater a má circulação sanguínea

Apesar de vivermos numa sociedade em constante correria, existem algumas soluções para que a circulação sanguínea não seja afetada pelo stress do dia a dia.

Saiba como combater a má circulação sanguínea
Aprenda a cuidar do sistema circulatório e evite problemas cardíacos

A circulação sanguínea é uma das funções mais complexas e vitais do corpo humano. É através da mesma que o sangue originado pelo batimento do coração é enviado para as artérias que, tal como as veias, levam o sangue aos pulmões e também de volta ao coração.

No nosso dia a dia agitado nem sempre nos lembramos que dentro de nós existe um sistema circulatório que também precisa de atenção, o que inclui certos cuidados para não adoecer.

Neste artigo iremos abordar algumas dicas que ajudam a evitar a má circulação.

Má circulação sanguínea: causas e sintomas

Causas da má circulação sanguínea

O tabaco, o colesterol, os diabetes, os distúrbios alimentares, a gravidez e a obesidade são alguns dos fatores que podem contribuir para a má circulação do sangue, o que faz com que haja uma quantidade insuficiente de sangue em certas partes do corpo. É necessário estarmos atentos a alguns sintomas que o nosso corpo nos transmite.

Apesar deste problema ser mais comum em idosos, pode atingir também outras faixas etárias. Se não for tratado, irá causar graves danos a órgãos como o coração, o cérebro, os rins e o fígado.

Sintomas de má circulação sanguínea

Conheça alguns dos sinais que podem indicar uma possível má circulação sanguínea:

  • Manchas secas e vermelhas na pele;
  • Inchaço nas mãos, nas pernas e nos pés;
  • Dormência;
  • Varizes;
  • Perda de apetite;
  • Perda de cabelo;
  • Unhas quebradiças;
  • Mãos e pés frios;
  • Úlceras que causam inflamações nas pernas;
  • Problemas digestivos;
  • Sistema imunológico fraco;
  • Ligeira descoloração da pele, que pode ter uma aparência de tom azul;
  • Disfunção erétil.

 

pes inhados

Dicas para combater a má circulação sanguínea

O consumo diário de alimentos ricos em antioxidantes e vitamina C, entre eles a laranja, o limão, o morango, o kiwi, a pimenta, a beterraba, a cebola ou o alho, faz parte das medidas que nos ajudam ajuda a diminuir o inchaço dos pés e a sensação de mãos frias, além de atenuar as dores nas pernas e ajudar na retenção de líquidos.

Peixe, fruta e vegetais também não podem faltar no seu dia a dia. Conheça outras dicas que irão contribuir para a melhoria do seu sistema circulatório:

  • Evitar a exposição solar;
  • Não fumar;
  • Fazer exercício físico com regularidade;
  • Beber cerca de 2 litros de água por dia;
  • Evitar gorduras saturas, sal e álcool;
  • Não usar roupa e calçado apertados;
  • Fazer massagens nas pernas.

Se o seu trabalho obriga a que permaneça muito tempo sentado, a melhor forma de evitar pernas inchadas e varizes é colocar alguns livros empilhados debaixo dos pés, de forma a que não haja uma acumulação de líquidos nos membros inferiores.

Se possível, deverá levantar-se pelo menos de duas em duas horas e dar uma caminhada de cinco minutos, que pode ser aproveitada para uma ida ao WC ou para ir beber um copo de água. Colocar uma almofada alta debaixo dos pés quando estiver deitado também ajuda a melhorar o problema.

Caso continue a ter sintomas de má circulação após três meses, deverá marcar uma consulta no cardiologista, que lhe irá indicar o melhor tipo de tratamento para o seu problema. Se o mesmo não for tratado corretamente poderá originar graves consequências, como o mau funcionamento do coração.

Veja também:

Cátia Tocha Cátia Tocha

Formada em Ciências da Comunicação pela Universidade Autónoma de Lisboa, onde concluiu Licenciatura e Mestrado, começou o seu percurso como jornalista na Rádio. Hoje, escreve sobre diferentes áreas e tem já alguns anos de experiência na escrita para meios online.