Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Assunção Duarte
Assunção Duarte
06 Nov, 2019 - 12:05

Acabar relação por causa do cão: 86% dos donos admitem fazê-lo

Assunção Duarte

Gostar ou não gostar do cão do seu namorado ou namorada tem mais importância do que possa pensar. Se quiser manter um relacionamento romântico, preste atenção ao cão do seu parceiro.

Mulher sozinha com o seu cão

Acabar relação por causa do cão não é uma atitude descabida para cerca de 86% dos inquiridos num estudo realizado pela OnePoll para a empresa americana Wag.

A Wag é conhecida nos EUA como a “Uber dos cães” porque oferece uma aplicação com um serviço de passear cães para aqueles donos que estão demasiado ocupados para o fazer.

Para isso, coloca em contacto esses donos com pessoas que podem prestar esse serviço na hora e no dia em que fazem falta.

Animais de estimação
Não perca Animais de estimação: são os gatos tão fiéis como os cães?

Que estes animais de estimação têm uma grande influência na vida dos seus donos, já não era novidade, mas este estudo, que envolveu cerca de  3 500 donos de cães, revelou que essa influência vai muito além de uma mera alteração de rotinas ou hábitos do dia-a-dia na vida dos donos.

Eles podem funcionar como um verdadeiro barómetro para medir o grau de sucesso que as suas relações românticas podem ter.

Acabar relação por causa do cão… ou mantê-la

Mulher com ciúmes de cão

4 em cada 5 donos afirmaram que a reação do parceiro ao seu cão afecta os seus sentimentos sobre a relação romântica que os dois têm. Se essa reação for boa, o parceiro é melhor recebido do que se for má.

Neste último caso, 86% dos inquiridos afirmaram que não teriam problema em acabar relação por causa do cão. Mais ainda, na avaliação a fazer a um potencial parceiro, o facto de ele não gostar do seu cão é considerado mais grave do que ele dizer que não quer ter filhos, dar gorjetas más ou vestir-se mal. 

Mas as influências que um cão pode ter nas relações amorosas do seu dono vão ainda mais longe. Se o cão reagir mal a um novo parceiro, essa reação poderá ser suficiente para que o envolvimento nunca chegue a acontecer.

Isto porque os donos valorizam a opinião do seu cão sobre outros seres humanos. E, tal como este animal de estimação pode ser decisivo para acabar com um relacionamento, ele também pode ajudar a mantê-lo.

1 em cada 5 donos de cães afirmou que se manteve num relacionamento amoroso apenas porque o seu parceiro tinha um cão com o qual não queria deixar de conviver. 

O cão é utilizado para atrair parceiros

Casal a passear cão

Se acabar relação por causa do cão é um possibilidade bem real, o estudo descobriu ainda que 3 em cada 10 donos de cães os costumam utilizar para atrair um novo parceiro. Como? Namoriscando enquanto o passeiam na rua.

Mais de 60% dos contactados admitiram fazê-lo e aparentemente essa estratégia traz resultados já que o animal parece ter funcionado como um verdadeiro íman para 84% dos donos que enveredaram pelo estratagema.

E isto parece funcionar tão bem no mundo real dos passeios com apanha de fezes à mistura, como no mundo virtual onde o enquadramento pode até ser mais favorável.

Num mundo cheio de aplicações de encontros e namoro, uma foto com um cão é capaz de atrair muito mais parceiros ou outros donos que que uma foto sem cão. Blogues e chats dedicados a donos de cães que trocam experiências também é um bom meeting point para encontrar o seu parceiro ideal.

Outro ponto favor dos donos de cães que o estudo deixou a descoberto tem a ver com o resultado do primeiro encontro. Há uma maior probabilidade de esse encontro se estender pela noite dentro se um dos intervenientes tiver em casa um cão à espera.

A desculpa para estender o encontro pode ser apenas ir passear ou conhecer o cão, ou um facto mais simples. É que um dono de cão pode inspirar a confiança e sedução necessárias para que tudo entre em andamento…

Veja também