Assunção Duarte
Assunção Duarte
09 Abr, 2020 - 14:38

Animais em isolamento: mantenha-os saudáveis e felizes

Assunção Duarte

Os animais em isolamento também sofrem de stress e ansiedade. Saiba como torná-los seus aliados durante a quarentena que o mundo atravessa.

Animais em isolamento felizes

Os animais em isolamento, fechados em casa com os seus donos ou outros cuidadores de emergência, também podem sofrer de frustração, stress e ansiedade. Isto é particularmente verdade se o animal em questão estava habituado a longos e frequentes passeios no exterior ou se era dos que entravam e saiam de casa a seu bel-prazer. 

A mudança nas suas rotinas habituais, como este momento ditado pelo coronavírus, pode provocar estados de ansiedade capazes de originar alterações comportamentais, como roer objetos e móveis, vocalizar com mais frequência ou apetite anormal. O facto de o dono estar mais tempo em casa pode ser um sinal de conforto e segurança para alguns, especialmente os cães, mas pode ser também uma alteração de rotina estranha para os que precisam de ter momentos a sós no seu território habitual.

Animais em isolamento: quanto mais activos, menos ansiosos

Mulher a brincar com gato

Enriqueça de estímulos o seu ambiente

O enriquecimento ambiental é uma técnica utilizada nos jardins zoológicos e aquários para proporcionar aos animais sob cuidado humano, instalações capazes de os estimular, física e mentalmente. O objetivo é colocar nessa instalação tudo o que permite aos animais em isolamento estarem ocupados e executar os seus comportamentos naturais.

Enriqueça ambientalmente a sua casa para que esta, por mais pequena que seja, se torne um local estimulante para o seu pet. Pense em quais são os seus comportamentos habituais na rua e estimule-os dentro de casa. Se ele gosta de trepar, de arranhar, de roer, de simular caça, de brincar, de se esconder ou de apanhar bolas, proporcione-lhe essas atividades. 

Coloque cheiros diferentes em locais estimulantes, esconda pedaços de comida nas dobras do seu cobertor preferido, crie obstáculos no seu acesso à comida, construa ou recicle novos brinquedos e brinque frequentemente com ele. Varie a brincadeira e os estímulos que lhe cria regularmente. Se não for novidade, já não será tão interessante para ele.

Animais em isolamento: menos comida

Já vimos que pode utilizar o momento da alimentação para criar gasto de energia e brincadeira. Mas lembre-se de adequar a quantidade de alimentação que lhe está a oferecer ao gasto efetivo de energia que consegue que ele tenha. Se reduziu muito a sua atividade no exterior é natural que tenha de lhe dar menos comida e limitar os seus petiscos.

Os puzzles de alimentação podem mantê-lo ocupado e distrai-lo do facto de estar a comer menos. Se não tem puzzles em casa e não quer encomendar online, é fácil fazê-lo reciclando tubos do papel higiénico ou garrafas de plástico. Seja criativo porque isso também lhe faz bem no seu isolamento. A internet pode ajudar quando tiver falta de inspiração.

Treine os seus animais em isolamento

Aproveite o tempo extra com o seu animal de estimação para fazer treinos básicos de obediência que podem revelar-se importantes para quando ele regressar a uma vida de exterior. No caso dos cães, por exemplo, o “senta”, “deita”, “fica” ou “vai buscar”, são treinos básicos que pode tentar, ajudando os animais em isolamento. 

Para além de o estimularem mentalmente, podem revelar-se importantes para a sua futura segurança e bem estar e são capazes de o tranquilizar se estiver inquieto. Mas lembre-se que o treino só é eficaz se for feito recorrendo a recompensas e não à prática de castigo ou reprimenda, física ou vocal. Estes só vão piorar a situação.

Mulher a fazer ginástica com animal em isolamento

Evite momentos de stress

Guarde, esconda ou disfarce objetos que ele possa associar a idas à rua, como por exemplo a coleira do seu cão, ou a porta automática que o seu gato utilizava para sair e entrar do jardim. Mexer nesses objetos quando não os vai utilizar, pode criar falsas expectativas e sentimentos de frustração desnecessários.

Tenha atenção com o barulho ou música demasiado alta ao qual os seus animais em isolamento não estavam habituados. É especialmente válido para quem está fechado com crianças e animais em casa. Permita-lhe momentos de isolamento do barulho das crianças.

Mantenha rotinas de higiene

Mesmo estando mais tempo em casa, convém manter os rituais de higiene do seu animal. Se já era necessário escová-lo antes, continue a fazê-lo e mantenha a mesma regularidade nos banhos. Não se esqueça nunca, que essa higienização é essencial e deve ser redobrada sempre que o animal vai à rua. 

Tenha também em atenção o facto de estar mais tempo em casa com ele, e aspire regularmente pelos ou penas que ele solte. É importante manter a casa limpa e arejada para que o ambiente seja seguro para si, assim como para os animais em isolamento.

Cão São Bernardo deitado
Não perca Raças de cães gigantes: conheça o top 10

Prepare a sua saída do isolamento

Mostre-lhe que gosta dele e que ele faz parte da sua vida, mas dê-lhe também espaço. Privilegie o tempo de qualidade de passa com ele, mas não ande sempre “em cima” dele nem o deixe fazer o mesmo consigo. Assim, quando voltar a estar mais horas sozinho, terá menos probabilidade de sofrer da ansiedade da separação. Deixe-o isolado de vez em quando numa das divisões para que ele saiba que esses momentos são apenas temporários.

O mesmo se aplica às regras a cumprir. Se o deixar fazer tudo o que lhe apetece agora porque se sente tentado a compensar o desgaste emocional, seu e dele,  mais tarde vai arrepender-se. Para ele, manter as regras básicas é também menos confuso e vai trazer-lhe mais segurança e tranquilidade.

Veja também

Para descomplicar a informação

As informações sobre os temas que envolvem o impacto social do novo Coronavírus são dinâmicas e constantemente atualizadas. Por isso, os conteúdos publicados nesta secção não devem substituir a consulta com profissionais e especialistas, tanto da saúde como do direito e temas afins. Neste projeto, contamos com a parceria da Fidelidade e da Multicare. Saiba mais sobre a parceria.