Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Elsa Santos
Elsa Santos
09 Jan, 2020 - 09:20

Ansiedade no trabalho: o que é e 10 passos para a evitar

Elsa Santos

A ansiedade no trabalho é uma constante? Por mais que se esforce, não consegue evitá-la? Conheça possíveis causas e o que pode fazer para a controlar.

ansiedade de trabalho

Os níveis de stress são altos, independentemente do dia da semana. Regressa a casa sempre cansado e com a sensação de não ter conseguido fazer nada. Tem dificuldades em concentrar-se. Passa a noite acordado, sem conseguir dormir. Revê-se no que acabou de ler? Então, pode estar a sofrer de ansiedade no trabalho. Isso compromete, não apenas o seu desempenho profissional, mas a sua qualidade de vida.

Trata-se de um problema comum, atualmente, mas que, se não for combatido, pode progredir para uma doença mais grave, como a depressão.

Calma. Evitar a ansiedade no trabalho pode passar por pequenos gestos diários que farão uma grande diferença. Apresentamos-lhe 10 dicas a seguir.

Ansiedade: o que é?

funcionário preocupado

A ansiedade é uma emoção caracterizada por sentimentos de tensão, preocupação, insegurança, normalmente acompanhados por alterações físicas como o aumento da pressão arterial e da frequência cardíaca, sudação, secura da boca, tremores e tonturas.

Ainda que possa ser útil na medida em que ajuda a identificar situações de perigo e permite uma melhor preparação para as enfrentar, quando em excesso, a ansiedade pode causar grande sofrimento.

No entanto, existem diferentes formas de ansiedade, cada uma delas com sintomas diferentes:

  • Doença obsessiva compulsiva
  • Stress pós-traumático
  • Pânico
  • Agorafobia, ou ansiedade generalizada, ou ansiedade social ou ansiedade da separação

Causas da ansiedade

O dia a dia pode ser extremamente desgastante, sobretudo para os profissionais que sofrem de ansiedade. Prazos curtos, cumprimento de metas, algumas vezes irreais, desorganização, sobrecarga, entre muitas outras, são algumas da causas da ansiedade no trabalho.

Em alguns casos, a ansiedade pode ter uma causa evidente. No entanto, existem situações em que a ansiedade parece não ter causa aparente. Pensa-se poder existir uma base genética para a ansiedade.

A ocorrência de experiências stressantes e a incapacidade de lidar com as mesmas é outro aspeto importante que contribui para o problema. Pode ainda associar-se ao consumo de álcool, drogas, chá, café, tabaco e alguns medicamentos capazes de provocar crises.

De um modo geral, as dificuldades diárias, especialmente no ambiente de trabalho, constituem, habitualmente, fatores que desencadeiam a ansiedade.

As dificuldades pessoais de inserção na sociedade, os conflitos interiores no domínio afetivo, emocional e sexual também são elementos a considerar como causas da sintomatologia.

Não há dados concretos sobre quais os ambientes de trabalho mais adequados para os trabalhadores mais ansiosos, mas, de acordo com alguns especialistas na matéria, colocar limitações a essas pessoas não é solução.

Segundo a psicóloga clínica americana Marla Deibler, diretora-executiva do Centro de Saúde Emocional de Filadélfia, nos EUA, afirma que quem sofre de ansiedade no trabalho afirma que evitar as situações é um fator que propicia a ansiedade.

O facto de alguém que tem o problema poder tentar fazer uma vida normal, estar disposto a passar pelas experiências (pensamentos, sentimentos, sensações físicas, etc.) e aceitá-las, continuando a agir de acordo com o que é importante para o indivíduo, vai ajudá-lo. Saber usar estratégias para gerir os sintomas ou mesmo mudar a forma como pensa são algumas das melhores formas de lidar com a ansiedade no local de trabalho.

10 DICAS PARA CONTROLAR A ANSIEDADE NO TRABALHO

trabalhadora preocupada

Para conseguir evitar (ou controlar) a ansiedade no trabalho, é importante ter em conta estes 10 passos.

1

Planear

Planeie cada dia de trabalho na véspera. Organize tudo o que tem de fazer e defina um tempo para cada tarefa. Siga o guião.

De preferência, acorde cedo de modo a começar o dia com calma e garantir que tem tempo para tudo.

2

Organizar

A desorganização não tem nada de positivo. Mantenha o seu local de trabalho limpo e organizado, dando-lhe um toque pessoal, com algum elemento de decoração que o torne mais agradável. Dessa forma, vai ter sempre à mão o que precisa, vai sentir-se melhor e, consequentemente, vai aumentar a sua produtividade.

3

Fazer pausas

Faça pausas ao longo do dia. Mesmo que o trabalho seja muito, pare um pouco, nem que seja por breves minutos. Aproveite para fazer uns alongamentos, esticar as pernas, trocar ideias com um colega, sair um pouco do ambiente, dar uma volta breve e respirar tranquilamente.

Parece uma mão cheia de nada, mas tudo isto vai contribuir para que regresse ao trabalho com a mente mais leve e energia renovada.

4

Definir prioridades

Se é daqueles que fica perdido no meio de tantas atividades, é fundamental que defina prioridades. Quando não sabe o que fazer primeiro e deixa tudo para a última hora, a ansiedade apodera-se de si.

A dica passa por organizar as tarefas mais importantes do dia, por ordem de importância. Assim, fica mais fácil saber o que fazer primeiro e o que pode ficar para segundo lugar.

5

Mudar de hábitos

Saia da rotina e experimente coisas novas. Evite fazer sempre as mesmas coisas por muito tempo. A determinada altura, deixam de ser agradáveis. Para além disso, reflita sobre os maus hábitos no trabalho e mude-os.

Mude de cadeira, use uma pequena base para colocar os pés e garantir uma melhor postura, caso passe muito tempo sentado; mantenha uma garrafa de água na secretária; abrace um desafio; aprenda algo novo; mude de espaço de trabalho se isso for possível; deixe o carro mais longe da empresa e caminhe até lá. Enfim, faça algo diferente.

6

Cuidar de si

A ansiedade no trabalho não está ligada apenas ao que faz profissionalmente, mas como o faz e para o fazer bem, tem de estar bem consigo.

Pratique uma boa alimentação, tenha o sono em dia e pratique exercício físico. Estes são fatores importantes para o bem-estar e para uma gestão saudável do stress.

7

Relacionar-se

A ansiedade no trabalho surge, muitas vezes, porque vive apenas para trabalhar, porque está demasiado “mergulhado” nos problemas e dificuldades que podem existir na sua profissão.

A vida social é muito importante. Manter-se próximo dos amigos e da família, conviver, distrair-se e conversar só faz bem.

8

Relaxar

Reserve sempre um tempo para relaxar. O yoga ou a meditação (que pode fazer na pausa do almoço) são atividades que ajudam a tranquilizar o corpo e a mente.

Pode ainda fazer um passeio, ler um livro, tomar um banho quente, fazer algo divertido ou, simplesmente, dormir. O que interesse é que tenha tempo para “desligar”. Tem esse direito e esse dever, pelo seu bem.

9

Esquecer o café

Quando se trata de lidar com a ansiedade, o café pode ser o pior inimigo. A cafeína pode aumentar a frequência cardíaca e isso é tudo menos bom para quem sofre de ansiedade no trabalho.

10

Procurar ajuda especializada

Se sente que já se encontra num estado de ansiedade mais avançado e não consegue contornar o problema sozinho, deve procurar ajuda especializada de um psicólogo, psiquiatra, psicanalista ou outro que tenha os recursos, o conhecimento e as técnicas necessárias para o poder ajudar.

Não deixe que o problema se prolongue, sob risco de vir a sofrer de uma patologia mais grave e difícil de tratar, como a depressão que é, todos os anos, responsável por baixas médicas.

Com a ajuda de profissionais especializados, tem a oportunidade de se conhecer melhor, de entender as causas da ansiedade no trabalho, encontrando mecanismos cada vez mais eficientes para lidar o problema.

Podem parecer pequenas atitudes, mas é a partir delas que as verdadeiras mudanças acontecem. Lembre-se que a ansiedade no trabalho é algo comum, mas que deve ser controlado.

Veja também