Publicidade:

Saiba de que forma o sentimento de culpa pode afetar o seu bem-estar

É extremamente importante reconhecer a causa do sentimento de culpa, para que consiga evitar o mal-estar físico e psicológico.

Saiba de que forma o sentimento de culpa pode afetar o seu bem-estar
O sentimento de culpa surge na corrida para o alcance da perfeição

O sentimento de culpa é algo que todos nós, em alguma fase das nossas vidas, já sentimos. Seja por motivos profissionais ou ambições pessoais que desejamos alcançar e não conseguimos, o sentimento de culpa surge por diversos motivos.

Quando definimos um objetivo que queremos atingir na nossa vida pessoal e por algum motivo não conseguimos, ou quando não aceitamos os nossos erros, defeitos e fraquezas, ou até mesmo quando nos arrependemos de ter tomado alguma decisão, o sentimento de culpa pode surgir nas nossas vidas.

É importante que saiba como lidar com a questão, de modo a perceber de que forma o sentimento de culpa pode estar a afetar o seu bem-estar.

Como lidar com o sentimento de culpa


culpa afeta bem estar

Hoje em dia, o sentimento de culpa é algo muito presente no dia-a-dia. A verdade é que, na maioria das vezes, as pessoas exigem cada vez mais de si próprias a todos os níveis e é essencial que consigam reconhecer que são apenas seres humanos e não uma máquina perfeita capaz de dar resposta a qualquer desafio ou de lidar com qualquer tipo de situação sempre da melhor forma.

Na verdade, a culpa é uma emoção que podemos sentir em relação a tudo. Quando compra alguma peça de roupa, por exemplo, e chega a casa e começa a sentir-se mal e desconfortável por ter gasto dinheiro, está a sentir-se culpado por ter tomado uma atitude que, na sua opinião, poderia não ter tomado. Cabe a cada um de nós, saber identificar o motivo pelo qual nos deveremos sentir ou não realmente culpados e aprender a lidar com este sentimento da melhor forma possível.

Muitas vezes pensamos que alguns pensamentos que temos fazem parte da nossa personalidade e, por isso, não fazemos nada para modificar esse aspeto, apenas aceitamos. A verdade é que quanto mais insistirmos em determinados pensamentos, maior é a probabilidade de permanecerem no nosso quotidiano.

Para que consiga acabar com o sentimento de culpa que sente, é extremamente importante que faça um exercício de reflexão constante sobre si e sobre aquilo que está a sentir. Além disso, o otimismo (por muito difícil que seja nestes momentos) é fundamental para acabar com o sentimento que nos impede de andar com as nossas vidas para a frente.

De uma forma simples, existem 6 passos para acabar com o sentimento de culpa:

  1. Identificar a razão do sentimento de culpa que sente;
  2. Compreender que nem sempre consegue controlar a vida;
  3. Entender que é um ser humano e que, como tal, também erra;
  4. Refletir sobre a diferença entre culpa e responsabilidade;
  5. Aprender com os erros e aceitar isso como um processo normal na vida;
  6. Expulsar a raiva e todos os sentimentos negativos.

De que forma o sentimento de culpa afeta o seu bem-estar?


culpa

O sentimento de culpa é algo que o pode deixar triste, enraivecido, frustrado, irritado e até angustiado. São inúmeras as emoções que podem surgir quando a pessoa se sente culpada por alguma atitude que teve ou por não ter conseguido alcançar um objetivo pessoal ou profissional.

Está claro que, todas estas emoções negativas quando sentidas de uma forma prolongada, podem afetar o seu bem-estar, não só físico como psicológico. Ou seja, quando o sentimento de culpa surgir deve parar para pensar na forma como reage a esse sentimento. Já pensou como reage ao sentimento de culpa? E que tipo de pensamentos lhe vêm à cabeça nesses momentos?

É muito importante que faça essa reflexão para que consiga pensar sobre as consequências que esse sentimento pode estar a provocar ao seu bem-estar.

Os pensamentos relacionados com o sentimento de culpa são, na maioria das vezes, condenatórios e acusatórios e estão diretamente relacionados com a depressão. As pessoas que passam longos períodos de tempo a sentirem-se culpadas por alguma coisa, sentem que se devem punir. O que acontece é que essa punição acaba por causar ainda mais dor e sofrimento visto que diminui a autoestima e destrói por completo a esperança.

O sentimento de culpa pode resultar numa preocupação excessiva no sentido em que a pessoa se agarra somente ao passado e a tudo o que viveu, insistindo permanentemente na ideia de que poderia ter tido outro tipo de comportamento ou então a pensar constantemente numa maneira de desfazer o que fez. Ora, estes comportamentos e atitudes provocam em muitos casos, um isolamento, depressão e diversos tipos de ansiedade na pessoa.

Além disso, a culpa é um sentimento que interfere com o nosso sistema imunológico, reprime o organismo e dificulta as relações com os outros. De uma forma simples, o sentimento de culpa, quando acumulado e prolongado, funciona como uma barreira que afeta a normal fluidez das nossas emoções e torna-se totalmente destruidor para o indivíduo.

Se se encontra nesta situação e não consegue melhorar o seu pensamento, deve consultar o seu médico para que termine com as emoções negativas que tem vindo a sentir e possa manter o seu bem-estar físico e psicológico.

Veja também:

Catarina Milheiro Catarina Milheiro

Finalista da licenciatura em Gestão de Marketing, entende a partilha de informação através da escrita, como uma forma nobre da comunicação.