Publicidade:

Os 11 mitos de limpeza doméstica desvendados

Existem alguns mitos de limpeza doméstica que estão tão instalados que é difícil perceber se são mentira, ou não. Conheça 11 deles e tire as suas dúvidas.

Os 11 mitos de limpeza doméstica desvendados
Conheça a verdade e a mentira das limpezas

Limpar a casa é uma tarefa muito importante que deve ser feita com regularidade, para evitar o caos e a acumulação de bactérias que podem ser prejudiciais à saúde. Mas há alguns mitos de limpeza doméstica que a têm feito perder tempo e dinheiro. Tome nota.

11 mitos de limpeza doméstica prestes a serem desvendados


mitos de limpeza doméstica

1. Lixívia é a resposta para todos os problemas

Se existem mitos de limpeza doméstica bem enraizados na nossa cultura, este é, sem dúvida, um dos maiores. Se é verdade que a lixívia é um excelente desinfectante e é, por isso, uma boa opção para eliminar bactérias e manchas, já não é tanto verdade que seja a melhor opção para limpar sujidade e resíduos.

Isto porque para limpar em profundidade precisa sempre de esfregar e lavar a superfície com um produto de limpeza. Já para não falar do grande cuidado que precisa de ter na sua aplicação, uma vez que a lixívia porque pode libertar alguns gases prejudicais para a saúde e pode ainda estragar algumas superfícies.

2. Maior quantidade de detergente = maior limpeza

É um grande mito: menos é mais! Não adianta colocar mais detergente do que o necessário na máquina de lavar roupa ou loiça. Muito pelo contrário, isto só vai fazer com que o detergente se acumule onde não deve, nomeadamente, na roupa.

Sabia até que detergente a mais é um dos principais motivos para a avaria das máquinas? Quem diz detergente diz também amaciador, claro está! Siga sempre as instruções de utilização das embalagens dos produtos.

3. Os detergentes naturais são iguais em termos de eficiência

Por muito que gostaríamos que não fosse, este é realmente outro dos mitos de limpeza doméstica. Não estamos com isto a desencorajar a utilização de detergentes naturais, muito pelo contrário!

A única questão que deve ter em mente é que pode ser necessário utilizá-los de forma diferente. Os detergentes naturais precisam, por exemplo, de ficar de molho durante algum tempo para conseguir a mesma eficácia. E se juntar um produto adicional para aumentar a eficácia, tanto melhor (ex: o vinagre, além de remover a gordura, é ótimo para impedir que as bactérias se instalem).

4. O vinagre serve mesmo para tudo

produtos de limpeza dispostos ao lado de vinagre

No que diz respeito às limpezas, o vinagre está muito bem cotado e é um auxílio frequente para tratar manchas da roupa, limpar janelas ou tapetes, entre muitos outros usos. E bem! Mas, como em tudo, há exceções. O vinagre também possui uma certa acidez e é essa acidez que faz com que ele possa danificar alguns materiais, como balcões de granito e mármore, chão de pedra ou madeira, por exemplo.

Outro dos mitos de limpeza doméstica: não é boa ideia usar o vinagre para descalcificar. Não o faça ou então pode bem ter uma surpresa menos agradável.

5. Limpar janelas e vidro com jornal

Quem diria que uma folha de papel cheia de tinta, conseguiria melhores resultados do que uma imaculada folha de papel de cozinha? Mas neste caso, é mesmo é verdade. Limpar janelas com papel de jornal não é um mito, é mesmo realidade e, além disso, o papel de jornal não deixa marcas, é absorvente e fácil de usar!

6. Utilizar restos de lençóis para limpar

Acredite: não caia na asneira de achar que qualquer pano serve. Um pano de limpeza normal tem fibras feitas de algodão ou de um material sintético, como o nylon. Os panos do pó normais têm bastantes fibras, mas um pano microfibras tem em muito mais quantidade.

Os panos de microfibras conseguem apanhar até as partículas mais pequenas, mesmo as microscópicas, enquanto os restantes panos apenas dispersam o pó. Cada produto com a sua finalidade!

7. Limpar o pó sempre com produto

Sabia que se usar, todas as semanas, um spray limpa móveis na mobília apenas vai atrair mais pó? Prefira limpar a mobília com um pano microfibras seco ou bem torcido após embeber em água morna e detergente para madeiras.

Deixe os limpa móveis, em spray ou cera, apenas para utilizar de vez em quando e consiga uma casa com bastante menos pó.

8. Soda cáustica para desentupir canos

Outro dos grandes mitos de limpeza doméstica que pode até piorar o problema! Se utilizar este produto para desentupir uma sanita, por exemplo, e se estiver no cano um produto que possa calcificar, ficará com um bloco de pedra no meio e com uma sanita para deitar fora.

Ao invés desta abordagem, experimente juntar a mesma medida de vinagre branco e bicarbonato de sódio – e assim é certo que se vai livrar dos canos entupidos. Despeje a medida de uma chávena com esta mistura no cano, cubra com um pano, aguarde 10 minutos e, de seguida, lave com água muito quente.

9. Misturar vários produtos é uma boa abordagem

Errado! Misturar mais do que um produto, não só não é mais eficaz, como pode ser extremamente perigoso.

Um produto ácido, como o vinagre, nunca pode ser misturado com produtos alcalinos, como a lixívia, tampouco a pode misturar um produto amoniacal, por exemplo.

10. Varrer a casa substitui a aspiração

Erradíssimo! Claro que esta tarefa não deve ser eliminada das tarefas diárias, sobretudo na cozinha e nos locais de maior passagem. Mas a verdade é que deve sempre tentar aspirar em vez de varrer. Porquê? Porque as vassouras acabam sempre por levantar parte da sujidade e do pó que quer na verdade “apanhar” e acaba com a casa cheia de impurezas no ar.

Prefira vassouras de cerdas suaves para que levante o mínimo de pó ou até mesmo as mopas.

11. Gelo para reparar tapetes

Parece mais um mito de limpeza doméstica mas é verdade. Se tem uma falha nos tapetes, coloque um cubo de gelo no espaço onde faltam os pelos e deixe atuar durante algum tempo. Depois, com a ajuda de um garfo, puxe as fibras e vai ver que o tapete fica como novo.

Veja também:

Helena Peixoto Helena Peixoto

‘If you can dream it, you can do it’: é assim que gosta de pensar e viver a vida. Casada, com um filho e com um cão, vê na família e amigos os seus bens mais preciosos, mas não passa sem um bom desafio profissional. Comunicar é a ‘sua praia’, seja em canais mais institucionais ou meios mais informais. Adora um bom filme, uma viagem dentro ou fora do país, é apaixonada por animais e anda sempre ‘à caça’ das últimas promoções.

Limpeza e Arrumação