Publicidade:

Sintomas de mau funcionamento da tiroide: quais os sinais de alerta?

Fique a par dos sinais de alarme que evidenciam problemas na tiroide. Conheça, então, os sintomas de mau funcionamento da tiroide.

Sintomas de mau funcionamento da tiroide: quais os sinais de alerta?
Os sintomas da mau funcionamento da tiroide podem ser silenciosos

Os sintomas de mau funcionamento da tiroide podem ser pouco específicos e muitas vezes silenciosos. Se pensa que pode ter algum problema associado à tiroide, é importante que fique atento a todos os sintomas que aqui descrevemos como potenciais indicadores do seu mau funcionamento.

Quando as doenças da tiroide não são tratadas, podem ter consequências muito graves para a sua saúde.

O que é a tiroide?


sintomas de mau funcionamento da tiroide

A tiroide é uma glândula endócrina localizada na região anterior ao pescoço, por baixo da chamada “maçã-de-adão”, e tem, por norma, cerca de 5 cm de diâmetro.

Tem como função a produção de hormonas tiroideas, que contribuem para a regulação do mecanismo da frequência cardíaca, do cálcio, do funcionamento intestinal, da temperatura do corpo, da pressão arterial, e para o controlo dos estados de humor e peso. De uma forma mais simples, as hormonas tiroideas controlam a velocidade do metabolismo em geral.

Em Portugal, as doenças da tiroide afetam cerca de 10% das pessoas, e a nível mundial são 300 milhões de pessoas que se deparam com este tipo de doenças.

É essencial que se previna e que conheça as doenças que podem estar relacionadas bem como os sintomas de mau funcionamento da tiroide.

Quais são as doenças da tiroide?

As causas para este tipo de doenças ainda não foram totalmente descobertas, e por esse mesmo motivo, não são exatas. No entanto, pensa-se que estão sobretudo relacionadas com alguns fatores genéticos, dietéticos e geográficos. Ocorrem frequentemente em pessoas que vivem afastadas do mar e devido a um consumo excessivo ou reduzido de iodo (sal).

As doenças da tiroide afetam principalmente pessoas do sexo feminino, com idades superiores a 35 anos.

São exemplos de algumas doenças relacionadas com a tiroide, o hipertiroidismo, os nódulos e o hipotiroidismo.

O hipertiroidismo é definido como uma perturbação que se caracteriza pela hiperatividade da tiroide, isto é, por uma produção em excesso das hormonas tiroideas e por uma extrema aceleração das funções orgânicas.

A causa mais frequente do hipertiroidismo é a doença de Graves, também conhecida por “bócio tóxico difuso”. Consiste num inchaço no pescoço, em zonas da pele com edemas, à volta dos olhos e das tíbias e na presença de um olhar fixo e possíveis alterações da visão.

O hipertiroidismo é, muitas vezes, reconhecido facilmente em pessoas com os olhos bastante salientes. É uma patologia que tem tratamento, seja através da intervenção cirúrgica para remoção da glândula, ou de tratamentos radioativos.

Em relação aos nódulos, estes manifestam-se comumente através de uma saliência na zona do pescoço totalmente indolor e são, na maioria dos casos, benignos e diagnosticados a tempo. Contudo, também existem nódulos malignos, e nesse caso é necessário que faça avaliações médicas com alguma frequência.

Quanto ao hipotiroidismo, este acontece quando a produção de hormonas é muito baixa. O hipotiroidismo tem como causa principal a “Tiroidite de Hashimoto”, que consiste numa inflamação através da qual resulta uma destruição das funções da tiroide. O tratamento desta doença é a administração da hormona tiroideia.

Sintomas de mau funcionamento da tiroide

Os sintomas de mau funcionamento da tiroide podem depender da idade da pessoa, do tipo de doença à qual pode estar associado o mau funcionamento da tiroide, e do estado (duração e gravidade) da situação. É importante que fique atento.

Fique a conhecer os sintomas de mau funcionamento da tiroide, para cada tipo de doença.

Na presença de hipertiroidismo

  • Palpitações;
  • Hipertensão;
  • Transpiração excessiva;
  • Fraqueza e cansaço;
  • Tremores;
  • Aumento da atividade física e do apetite;
  • Perda de peso;
  • Insónias;
  • Alterações oculares;
  • Aumento do número de dejeções diárias.

Na presença de nódulos

  • Rouquidão;
  • Presença de gânglios salientes no pescoço;
  • Endurecimento dos gânglios.

Na presença de hipotiroidismo

  • Perda de voz e dicção lenta;
  • Perda de expressão facial;
  • Edema da face e dos olhos;
  • Pálpebras descaídas;
  • Olhos bastante salientes;
  • Obstipação;
  • Aumento do peso;
  • Pele seca e cabelo áspero;
  • Intolerância ao frio;
  • Perda de memória;
  • Confusão mental.

Muitas vezes as doenças relacionadas com a tiroide são silenciosas, e podem provocar diferentes tipos de sintomas. Em alguns casos, quando a doença não é devidamente tratada, pode levar ao aparecimento de consequências bastante graves para a sua saúde.

Se ainda tem dúvidas sobre este assunto, e se pensa que pode ter algum tipo de patologia associada à tiroide, deve consultar o seu médico para que não lhe restem questões.

Deve ainda saber que, as análises ao sangue permitem-lhe ter acesso aos níveis de hormonas tiroideas (TSH). Por isso, são uma boa forma para se detetar possíveis problemas ou alterações.

Por outro lado, as ecografias também são outro método utilizado para a descoberta de nódulos.

Se tem algum nódulo nas zonas em que indicamos neste artigo, é essencial que o monitorize com alguma frequência para perceber de que tipo de nódulo se trata. No entanto, não se assuste assim que observar algum nódulo. Na maioria das vezes eles são benignos, apenas necessitam de uma verificação por parte do médico.

Veja também:

Catarina Milheiro Catarina Milheiro

Finalista da licenciatura em Gestão de Marketing, entende a partilha de informação através da escrita, como uma forma nobre da comunicação.