Saiba o que faz um treinador de cães e conheça alguns dos melhores

Se procura um treinador de cães, vamos ajudá-lo. Porém, antes de sugerir nomes e escolas, há que ficar a saber em que consiste, afinal, o treino de cães.

“sponsored by fidelidade”
Saiba o que faz um treinador de cães e conheça alguns dos melhores
Atualmente, o método de treino de cães baseia-se no reforço positivo

Hoje em dia, os serviços de um treinador de cães são muito requisitados. A realidade é que treinar um patudo em casa pode não ser tarefa fácil, seja pela falta de tempo do dono, seja pela teimosia do animal.

Se acha que o seu amigo de 4 patas já não o respeita e não há forma de você se conseguir impôr, então talvez a ajuda de um treinador de cães venha mesmo a calhar. Contudo, antes de procurar um profissional à altura do desafio, é importante que saiba o que o espera a si e ao seu cachorro. Para isso, vamos falar-lhe um pouco sobre o que é o treino positivo e as diversas modalidades de treino disponíveis na grande maioria das escolas caninas.

Está na hora do seu melhor amigo ir para a escola e você apresentá-lo ao seu professor, ou seja, ao treinador de cães que escolher!

Conheça o conceito de treino postivo


Quem tem um cão deve satisfazer as suas necessidades básicas, mantê-lo em ótimo estado de saúde, mas também controlá-lo em diferentes situações e, para isso, o treino revela-se, efetivamente, uma ferramenta essencial.

Contudo, assim como nos humanos, estudos recentes concluíram que métodos baseados na pressão ou no castigo não são eficazes na hora de ensinar algo ao seu animal. Aliás, esses mesmos métodos têm, até, efeitos bastante prejudiciais, provocando reações de ansiedade, medo, agressividade e, acima de tudo, uma falta de bem-estar significativa.

Os métodos tradicionais de treino baseados no reforço negativo como, por exemplo, ensinar o cão a não puxar a trela, utilizando para o efeito uma coleira estranguladora ou de picos, não são, certamente, o caminho.

Por essa razão, surgiu um outro método de treino, completamente oposto, designado treino positivo. Descubra de que é que se trata!

O que é o treino positivo?

Em oposição ao treino baseado no reforço negativo, de que falámos anteriormente, o treino positivo assenta no condicionamento operante/instrumental através do reforço positivo. Logo, este é um método que respeita muito mais o animal e pode ensinar-lhe uma variedade de comportamentos que, através do reforço negativo, seria impensável.

O reforço positivo diz respeito à relação estabelecida entre o comportamento do animal e a consequência que ele obtém desse mesmo comportamento. Uma vez que a consequência é bastante agradável para o cão, ele tende a repetir o comportamento.

Um exemplo simples é: se oferecermos uma recompensa alimentar a um cão, de cada vez que lhe pedimos para que ele se sente, a probabilidade de que, futuramente, ele se sente quando lhe pedirmos será maior. No fundo, o animal associa os comportamentos às consequências que obtém deles.

Como se aplica?

Para funcionar adequadamente, a aplicação do reforço positivo deve atender a dois aspetos:

  1. Deve ser aplicado imediatamente quando surge o comportamento que deseja melhorar ou quando desaparece o comportamento indesejado.
  2. Deve ser utilizado de cada vez que o comportamento adequado surge ou de cada vez que ele deixe de ter o comportamento inadequado. Isto deve acontecer até que ele assimile perfeitamente aquilo que pretende.

Exemplos: Se um cão ladrar muito e quisermos que ele deixe de o fazer, devemos recompensá-lo de cada vez que ele parar de ladrar, imediatamente no momento em que pára. Se quisermos que um cão reaja à chamada, devemos premiá-lo de cada vez que ele vem até nós, por muito que ele demore a fazê-lo.

Assim que o animal tenha assimilado perfeitamente aquilo que queremos que ele faça, podemos ir retirando as recompensas, sempre progressivamente (não de um dia para o outro) e de forma aleatória. Isto fará com que o interesse do cão pelo prémio aumente e fortaleça a prática do comportamento e da obediência.

Quais as recompensas a oferecer?

O único requisito das recompensas é que sejam algo realmente atrativo e estimulante para o seu cão. Por isso, deve seguir os gostos do animal, podendo oferecer-lhe uma carícia, um elogio, uma brincadeira, um alimento, etc.

No caso de oferecer um snack, deve privilegiar alimentos de ingestão imediata (quase sem mastigar) fáceis de dosear ou dividir, de pequeno tamanho e nutricionalmente equilibrados. Caso contrário, podem provocar perturbações na dieta, problemas de digestibilidade, distúrbios gastro-intestinais, entre outros problemas.

Para que é utilizado este método?

O treino positivo permite que o animal aprenda qualquer coisa, literalmente.

Este método é utilizado para o treino de obediência, básico ou avançado, treino de cães de trabalho (deteção de drogas e explosivos, terapia assistida com animais, etc.), treino desportivo (agility, etc.), habilidades caninas e, até mesmo, correção de comportamentos problemáticos e indesejáveis.

Contudo, há que ter consciência de que este pode ser um processo lento e que, por isso, exige paciência por parte do dono. No entanto, os resultados atingidos costumam ser muito estáveis e duradouros e beneficiam o cão, assim como toda a família.

Por essa razão, e por muito grande que seja o seu animal, é fundamental que na hora de passear o cão, você tome a liderança e assuma perante ele que, aconteça o que acontecer, o controlo da situação será sempre seu. Fazer com que o seu amigo de 4 patas não o tema, mas o respeite, é algo essencial para o desenvolvimento harmonioso e feliz do seu animal.

Diferentes tipos de treino, por um treinador de cães profissional


Treino de cachorros, entre os 3 e os 6 meses

Este é um tipo de treino feito com base em jogos e brincadeiras em que se pretende:

  • introduzir, progressivamente, a metodologia de aprendizagem por reforço positivo e comportamentos básicos de obediência;
  • resolver problemas comportamentais infantis (morder, roer objetos…);
  • dar noções de higiene;
  • ensinar a entrarem, saírem e permanecerem nas transportadoras.

Treino Individualizado/Resolução de Problemas Comportamentais

Este treino específico pretende identificar os problemas do cão, apresentados pelo dono, e diagnosticar qual o plano mais indicado para aquele animal. São alvo deste treino cães que demonstram:

  • ansiedade generalizada;
  • ansiedade por separação;
  • comportamento depressivo/apático;
  • comportamentos compulsivos (ex: dermatite por lambedura);
  • coprofagia (ingestão de fezes);
  • evacuação em local impróprio (fezes e urina);
  • destruição de objetos e plantas;
  • hiperatividade e agitação;
  • fuga, quando solto;
  • puxões e arrastões, durante os passeios;
  • revelação de medos e fobias a barulhos, objetos e pessoas;
  • perseguição de objetos, pessoas e animais e latir em excesso;
  • manifestação de agressividade por medo ou domínio;
  • não aceitação do toque;
  • medo de veterinários.

Veja dicas simples para ensinar o cão >>

Treino de obediência básica/socialização

A socialização no cão permite o desenvolvimento de um temperamento equilibrado, fundamental para a interação com todo o tipo de pessoas, animais, ruídos e ambientes. Além disso, evita ainda problemas relacionados com nervosismo, medo, agressão, ansiedade, obsessões e outros distúrbios comportamentais graves. Após este treino, o cão deve ser capaz de:

  • deitar e sentar, após ordem;
  • andar junto, com ou sem trela;
  • ficar quieto/imobilizado;
  • regressar ao dono, quando chamado;
  • ficar atento;
  • acalmar-se.

Treino de obediência avançada

Após o cão ser sujeito, com sucesso, ao treino de Obediência Básica, é suposto que através de jogos, brincadeiras e métodos positivos, ele seja capaz de desenvolver os seguintes comportamentos:

  • ficar à porta de uma loja ou dentro do automóvel, com a porta aberta;
  • fazer o cobro de um objeto;
  • ladrar, após ordem;
  • procurar objetos pessoais perdidos;
  • transportar cestos e sacos na boca;
  • controlar-se quando solto e vir responder, rapidamente, ao chamamento;
  • fazer o cobro e a entrega de um objeto dentro e fora de água;
  • aprender alguns truques.

Veja todas as nossas dicas para passear o cão >>

Contrate os serviços de um treinador de cães


treinador de cães

Se acha que não é capaz de aplicar, você próprio estes métodos, ou se já identifica no seu peludo alguns dos sinais de alarme aqui apresentados, então é sinal de que o seu cão precisa de ir para uma escola e ser treinado por um especialista qualificado e preparado para tal.

Os preços variam muito de acordo com o tipo de treino pretendido e frequência do mês. Algumas escolas fazem, ainda, destrinça entre os animais, consoante eles são de porte pequeno, médio ou grande.

Em alguns espaços, 4 aulas por mês podem ficar-lhe entre 60€ a 90€. Outras escolas oferecem pacotes de 10 aulas de 45 minutos (treino+socialização) por 250€. E, ainda, há outras que possuem vários packs que podem ir dos 150€ por 6 aulas a 1200€ por 1 ano de aulas (num máximo de 4 por semana), entre outras ofertas. É caso para dizer: faça a sua escolha.

Pois é, a tarefa de um treinador de cães não é fácil nem simples. Portanto, em vez de continuar a ver os programas do encantador de cães, Cesar Millan, sem daí retirar quaisquer resultados práticos para a educação do seu cachorro, por que não contactar um treinador de cães e começar, o quanto antes, a solucionar esses problemas comportamentais do seu patudo.

Ao falar com um treinador de cães, conseguirá perceber o que está a fazer de errado no dia-a-dia com o seu animal e passar a ser, também, um dono mais disciplinado e um verdadeiro líder da matilha que é, afinal, aquilo de que todo o cão precisa.

Veja também: