Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Clara Cardoso Barreiros
Clara Cardoso Barreiros
26 Jul, 2018 - 13:52

Vamos dar uma volta pelo Bairro Alto? Veja os pontos de interesse a não perder

Clara Cardoso Barreiros

O Bairro Alto é muito mais que farras na rua. Conheça uma diferente faceta do ex-libris da noite lisboeta e deixe-se apaixonar.

Vamos dar uma volta pelo Bairro Alto? Veja os pontos de interesse a não perder

Toda a gente conhece o Bairro Alto pela afamada e movimentada vida noturna. Muitos que por lá passaram apanharam aí a sua primeira bebedeira, amizades foram feitas e destruídas e os mais sortudos encontraram o amor. Mas, muito embora se viva esta zona de forma intensa e íntima, a verdade é que há tesouros que quase ninguém conhece.

O que visitar no Bairro Alto a horas “decentes”

Locais

Teatro do Bairro

Vá ver uma peça ao Teatro do Bairro. Antes de se dirigir, verifique que espetáculo e em que horário foi agendado, porque nem sempre é constante. Mas pode contar com descontos à quarta, porque é dia do espetador.

Teatro da Trindade

teatro da trindade bairro alto

Outro teatro muito interessante é o da Trindade. No mês de agosto parece que não se passa nada, mas depois (e antes) das férias a programação parece valer bem a pena.

Museu Maçónico Potuguês

Em meados da década de 80 o Museu Maçónico foi fundado, pelo Grande Oriente Lusitano. Quer conhecer mais sobre o mundo secreto dos maçons? Pois fique a saber que, em Portugal, dificilmente encontra um espólio mais esclarecedor que este. Aproveite ainda para ver as exposições temporárias ou assistir a uma conferência.

Igreja e Museu de São Roque

sao roque bairro alto

Já conhecia a história desta igreja no Bairro Alto? Ora, no século XVI, era neste local o cemitério daqueles que haviam sido levados pela peste. Mais ou menos na mesma altura, havia um santo milagreiro (São Roque) afamado precisamente pela sua capacidade de curar os afetados pelo flagelo. Aquando da sua morte, o rei D.Manuel solicitou ao Vaticano uma relíquia (entenda-se, pedaço do cadáver) de modo a proteger a cidade de Lisboa, e que havia de ser venerada no local onde hoje temos a Igreja de São Roque.

Miradouro de São Pedro de Alcântara

Das melhores vistas que se tem no Bairro Alto, especialmente o nascer do sol.

Onde ouvir fado

fado

A Tasca do Chico

Há caracóis, moelas, pipis e fado. Que mais poderá querer?

Adega Machado

Curto e grosso, é absolutamente impensável não ir à Adega Machado. É uma das casas mais alfacinhas e antigas do Bairro Alto, a fazer história desde pelo menos 1937. Os azulejos na fachada do prédio são inconfundíveis, de fundo amarelo torrado e temas ligados ao folclore e ao fado. E, claro, o que não falta é boa música e boa comida!

Café Luso

Sabia que foi no café Luso que um disco da nossa querida Amália foi gravado? É a casa de fados mais antiga de Lisboa, em que a música, mais que ouvida, é sentida, o que explica em grande parte a fila incontornável à porta do estabelecimento. Tire o cavalinho da chuva se acha que pode aparecer sem reserva e conseguir entrar.

Onde comer

Alfaia

No restaurante Alfaia servem-se uns sabores bem típicos de Portugal, com uns acepipes regionais e uns bons vinhos cá da terra a acompanhar.

Tavares

O Tavares é outro dos clássicos para se jantar no Bairro Alto. É delicioso!

Pharmácia

Imagine-se numa antiga farmácia ou num boticário, um espaço muito charmoso, de facto. Come-se lindamente, especialmente porque estamos nas mãos da chef Felicidade. Se não estiver com grandes apetites, a Pharmácia tem uma esplanada fabulosa e uns cocktails muito refrescantes.

The Insólito

Um ambiente mais descontraído para novas experiências gastronómicas. Experimente esta pérola do Bairro Alto que não se vai arrepender!

Água pela Barba

Ótimo restaurante para apreciadores de peixe. Cuidado que é apertado e concorrido.

Onde beber

Park

Um dos melhores terraços de Lisboa é no Park, sem dúvida alguma. A música é sempre boa e as bebidas ainda melhores. Perfeito para um sunset pré-fim-de-semana.

Pavilhão Chinês

O bar mais castiço de Lisboa é o Pavilhão Chinês. A decoração com brinquedos das décadas 1920-1940 é única no país, o ambiente é muito agradável e as bebidas são muito boas, incluindo a vasta seleção de chás!

49 da ZdB

No andar de baixo da galeria Zé dos Bois, ora aqui está um bar muito boa onda que tem de conhecer.

Purex

O melhor shot de frutos silvestres do Bairro Alto, palavra de honra.

bairro alto

Dicas úteis para quando visitar o Bairro Alto

  • Já se sabe que, com a proliferação do turismo, a vida profissional dos carteiristas melhorou. Por isso, tenha cuidados redobrados com os seus pertences, e tudo correrá bem.
  • Um dos melhores estúdios de tatuagem de Lisboa fica no Bairro Alto! É o Bad Bones. Toda a gente sabe, nada melhor que uma tatuagem para fazer da sua vinda à capital um momento memorável. Pode visitar também o famoso Queen of Hearts.

Da próxima vez que passar no Bairro Alto vai ser com outros olhos. Vamos lá experimentar uns sítios novos?

Veja também: