Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Luana Freire
Luana Freire
25 Jan, 2019 - 14:31

Beleza canina: a importância de cuidar da aparência e higiene dos cães

Luana Freire

São 5 os cuidados de beleza canina que vão garantir não apenas a melhor estética do seu animal como, também, a sua boa saúde. Siga as dicas!

Beleza canina: a importância de cuidar da aparência e higiene dos cães

Sabia que os cuidados de beleza canina são fundamentais para manter em dia a saúde do seu animal – e, também, a sua? Fique a par do assunto e siga as nossas dicas.

Os animais, tal como acontece com os humanos, necessitam de passar por processos de higienização regularmente. Porquê? A resposta é simples: a correta rotina de higiene evita a proliferação de organismos causadores de doenças – doenças que podem afetar não apenas o animal, como também o seu dono. Banhos e tosquias não são tratamentos meramente estéticos, que deixam os caninos limpos e confortáveis. Essas rotinas de higiene servem para comprovar que o cuidado com a aparência dos nossos patudos é, também, fundamental para manter a sua saúde.

5 cuidados de beleza canina que vão garantir a sua saúde

1. Banho

Para abrir a nossa lista de cuidados de beleza canina, claro, temos o banho – uma rotina tão necessária quanto, muitas vezes, esquecida pelos donos. O banho não é apenas uma questão de eliminar maus odores e agradar aos humanos da casa. Antes disso, este é um passo de higiene fundamental para manter a saúde do animal.

O ideal é que os cães, de qualquer raça ou porte, tenham um período designado e regular para a toma do banho. O período pode variar de acordo com a necessidade do pelo e com o estilo de vida do cão – se vive fora de casa, se faz passeios regulares, qual a textura e comprimento do seu pelo, qual o seu tamanho, etc.

Enquanto felinos aguardam tranquilamente por banhos intervalados a cada 2 ou 3 meses, os cães, por sua vez, devem ir ao banho com mais frequência. Uma vez por mês é, muitas vezes, a rotina ideal.

Qualquer champô, sabão, produto de secagem ou para os ouvidos deve, sempre, ser manuseado com cautela. Vale a pena investir nos serviços de um profissional que saiba lidar com animais.

2 e 3. Corte das unhas e Tosquia do pelo

Pode optar por dar banho ao cão em casa, mas não esqueça que a rotina de higiene do animal não inclui apenas água e champô. É importante, também, que o dono esteja atento às necessidades do animal, como a tosquia do pelo e o corte das unhas, por exemplo. É mesmo por ter em conta tais aspectos que muitos donos optam por levar o amigo de 4 patas a um estabelecimento profissional de cuidados e beleza canina. Uma vez que lá esteja, garanta que o groomer – profissional capacitado – oferece ao seu animal os produtos adequados.

O que é um groomer?
Os groomers são, também, conhecidos como os cabeleireiros dos cães. Pode parecer mais simples do que é na realidade, mas é importante saber que um groomer é um profissional altamente qualificado e capacitado para tratar do pelo dos caninos, realizando tosquias e penteados que valorizam a estética dos animais.

Na prática, um groomer exerce as funções de um tosquiador, mas a diferença é que esses profissionais são especializados numa área, ou seja, possuem mais cursos e experiência. A procura por um groomer é comum quando, por exemplo, somos donos de um animal que requer cuidados especiais com o pelo – nesses casos, procuramos por um groomer especializado na raça em causa. Este é um serviço especializado e um mercado em ascensão um pouco por todo o mundo.

Algumas raças, como Shitzu e Poodle, necessitam de uma tosquia regular – geralmente, a cada 45-60 dias. Isso porque o excesso de pelo afeta não apenas a beleza canina como pode, também, tem influência na saúde do animal.

Também a manicure do seu animal é fundamental na rotina de higiene e beleza canina. Cães que vivem fora de casa “gastam” as unhas no terreno e precisam de menos atenção neste sentido. No entanto, patudos que vivem em apartamentos pedem uma atenção extra às unhas, que podem arranhar móveis ou ficar presas em fissuras no chão ou nos têxteis da casa – sofás, tapetes, almofadas, etc. O resultado pode magoar o seu animal.

Como cuidar do pelo do cão e deixá-lo bonito e brilhante

4. Escovagem do pelo

Escovar o pelo do seu melhor amigo de 4 patas deverá ser uma tarefa que faça parte da rotina diária aí em casa. Um cão que é escovado todos os dias está livre de emaranhados e nós no pelo – que podem causar desconforto, abrir portas a problemas de pele e serem um inconveniente estético.

Pelo bem escovado é sinónimo de melhor circulação e ajuda a que o óleo natural – produzido pela pele do patudo – se espalhe da melhor forma, protegendo a pele do animal.

A boa notícia é que, ao escovar o seu cão diariamente, está também a manter a casa livre dos pelos.

5. Dieta canina adequada

Quando o assunto é beleza canina, não nos podemos esquecer de destacar a importância da alimentação. Cães que seguem uma dieta rica e adequada beneficiam da melhor nutrição e isso reflete-se diretamente na sua saúde – que, também, afeta a saúde da pele e a saúde do pelo do animal. O resultado: cães com pele saudável, pelo bem tratado e, claro, muito mais bonitos.

Escolha sempre oferecer alimentos naturais ou rações indicadas ao tipo de pelo, porte e raça do animal, sem esquecer de adequar a dieta ao seu estilo de vida e necessidades específicas. A melhor pessoa para indicar a alimentação mais adequada ao seu amigo de 4 patas é o médico veterinário que o acompanha. Aconselhe-se e siga as dicas.

Veja também