Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Márcio Matos
Márcio Matos
18 Dez, 2018 - 07:44

7 bibliotecas infantis incríveis que vai querer conhecer

Márcio Matos

Existem bibliotecas infantis verdadeiramente deslumbrantes. Fique a conhecer magníficos exemplos, onde a criatividade foi posta ao serviço das crianças.

7 bibliotecas infantis incríveis que vai querer conhecer

Portugal tem um vasto leque de bibliotecas municipais que se esforçam para oferecer as melhores condições às crianças que as frequentam. Os diversos estímulos que os miúdos aí recebem, contribuem para um desenvolvimento mais capacitado, dotando os mais novos de ferramentas essenciais para enfrentar os desafios quotidianos.

Contudo, existem no mundo algumas bibliotecas infantis (ou secções de bibliotecas) especificamente concebidas para crianças e que foram pensadas de modo criativo e engenhoso, possibilitando um ambiente de aprendizagem verdadeiramente especial. Eis alguns excelentes exemplos de bibliotecas infantis.

7 bibliotecas infantis: espaços onde a criatividade reina

1. Cerritos Millennium Library, Estados Unidos da América

Esta biblioteca no Texas inspira as crianças a crescer. Os livros gigantes apresentados na sua entrada deixam implícita a ideia de que os livros fomentam o crescimento de quem os lê.

A biblioteca possui no seu interior um aquário enorme de água salgada, com coral e tubarões; uma réplica de um fóssil do Tiranossauro Rex; um pequeno teatro; entre muitas outros elementos que fazem da secção de crianças da Cerritos Millennium Library uma das mais impressionantes do mundo.

 

Saiba mais, aqui.

2. Soneva Kiri Library, Tailândia

A raia é o animal que serviu de inspiração para a construção desta biblioteca, composta por estruturas orgânicas em madeira (uma gigantesca casa de árvore) que incentivam as crianças a libertarem a sua imaginação num espaço único.

O Centro de Atividade e Aprendizagem de Crianças está inserido no Soneva Kiri Resort, de 6 estrelas, e providencia um vasto leque de atividades, tais como cinema, teatro, palestras, arte, música, jardinagem, agricultura, entre outras.

 

Saiba mais, aqui.

3. Beijing Poplar Library, China

Beijing Poplar Library é uma biblioteca inaugurada em 2005. Situada em Pequim, na China, esta biblioteca possui mais de 3000 livros ilustrados, brinquedos à disposição, atividades artísticas e artesanais, entre muitos outras formas de proporcionar um crescimento saudável e engraçado aos mais novos.

A equipa responsável pela conceção da Beijing Poplar Library é a SAKO Architects. A criação de ambientes coloridos e divertidos motivam as crianças a procurar novos conhecimentos. A biblioteca representa também um desafio permanente à curiosidade dos mais pequenos. Por isso, a Beijing Poplar Library é um espaço irreverente, no qual é permitido os miúdos subirem às estantes.

 

4. Brentwood Children’s Library, Estados Unidos da América

Esta biblioteca é um espaço onde a magia e a fantasia acontecem de forma natural, fruto do ambiente criado. A inspiração pode ter surgido no universo Harry Potter ou noutros contos infantis, mas o que é certo é que bastará uma visita para as crianças ficarem maravilhadas.

As florestas encantadas passam dos sonhos à realidade dos meninos e meninas que têm o privilégio de entrar nesta biblioteca infantil. Com livros enormes à entrada, há uma atmosfera peculiar que permanecerá no imaginário da criança para a sua vida inteira.

Há ainda árvores grandes e um espaço amplo para as crianças brincarem. Enfim, os mais novos terão tudo o que é necessário para o seu bom desenvolvimento, desde atividades para serem estimulados de diferentes formas (arte, tecnologia, programas de escrita criativa, exploradores depois da escola, organização de eventos, lego, xadrez, yoga,…), a desafios para serem superados, entre outras iniciativas. Esta não é uma biblioteca para apenas requisitar livros, mas sobretudo para deixar a imaginação das crianças voar livremente, sem rédeas.

 

Saiba mais, aqui.

6. Monterrei library, México

Conarte é uma biblioteca situada numa das maiores cidades do México: Monterrey – a terceira maior cidade mexicana, conhecida pelas suas montanhas. A secção dedicada às crianças incentiva a uma aprendizagem criativa. Aí é possível aprender e brincar e, para isso, criaram um ambiente colorido e extremamente alegre. Inspirada no relevo da cidade, esta biblioteca é extremamente ousada no seu conceito. Alcançar alguns livros pode ser um desafio aliciante, pois implica escalar algumas estruturas assimétricas. As estantes presentes no local não servem única e exclusivamente para colocação de livros. Representam, essencialmente, um desafio, durante o qual podem ser realizadas diferentes brincadeiras e o próprio espaço tornar-se num local de aprendizagem.

O estúdio de design Anagrama é o responsável pela transformação de um antigo armazém, nesta maravilhosa biblioteca que fomenta o amor pela leitura e pela aprendizagem. Esta biblioteca é um trampolim que liberta a imaginação das crianças, proporcionando um espaço de conforto num em local outrora frio e inóspito.

 

Saiba mais, aqui.

7. Biblioteca Nacional de Singapura, Singapura

Aberta em 2013, esta biblioteca tem uma secção para crianças, conhecida por “Minha Casa na Árvore”. Ela possui um conceito de design irreverente e inovador, sendo concebida com materiais sustentáveis.

O uso de material reciclado visa passar a mensagem de que somos responsáveis pelo nosso planeta e temos o dever de cuidar dele da melhor forma possível. Com um acervo de livros superior a 45 mil unidades, esta biblioteca tem uma clara preferência por temáticas que abordem a defesa da natureza, dos animais e do planeta.

 

Saiba mais, aqui.

Dizia Fernando Pessoa: Ai que prazer/ Não cumprir um dever,/ Ter um livro para ler/ E não o fazer! Realmente, ter um livro para ler e não o fazer é não cumprir um dever. Assim, como ter o dever de ler e não ter um livro à disposição é verdadeiramente trágico. Por isso, as bibliotecas municipais são fundamentais, especialmente para os mais novos.

No final do seu poema “Liberdade”, Pessoa afirma ainda que O melhor do mundo são as crianças. Se assim é, então cabe aos adultos darem-lhes as melhores condições para que consigam atingir o máximo do seu potencial. Certamente, frequentando estas e outras bibliotecas infantis, as crianças de hoje serão adultos de amanhã mais responsáveis  e humanistas.

Assim, siga o exemplo destes espaços e crie em casa uma espécie de mini bibliotecas infantis criativas e plenas de magia, diversão, fantasia, diálogo, atividades, leitura, convívio, entre outros preciosos estímulos para o bom desenvolvimentos dos seus miúdos.

Veja também: