Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Luísa Santos
Luísa Santos
03 Jul, 2018 - 15:39

Costuma carregar o telemóvel no carro? Cuidado!

Luísa Santos

É habitual carregar o telemóvel no carro? E se lhe dissermos que esse gesto pode danificar seriamente a bateria do seu smartphone e do próprio carro?

Costuma carregar o telemóvel no carro? Cuidado!

Carregar o telemóvel no carro, durante uma viagem, é uma situação bastante comum. Muitos são os casos em que isso acontece, por diversos motivos: por ter pouca bateria e precisar de utilizar o telemóvel nas horas seguintes; pelo facto da bateria do seu dispositivo ter descarregado de um momento para o outro, sem aviso prévio, ou pelo facto de querer ouvir as músicas que lá tem guardadas e não ter bluetooth no carro. As razões são várias, mas deve evitar este gesto. Saiba porquê.

4 razões pelas quais não deve carregar o telemóvel no carro

A voltagem não corresponde

Dependendo do modelo em causa, e da marca, a voltagem necessária para um carregamento considerado normal nem sempre corresponde quando em causa está esse carregamento num carro (na verdade, quase nunca corresponde).

Se o seu carro estiver equipado com portas USB prontas para conectar o seu telemóvel, o mais provável é que as mesmas tenham pouca potência e não sejam aptas para carregar o dispositivo na totalidade.

Pode também acontecer que, depois de uma hora a carregar, se aperceba que apenas 30% da bateria foi “reposta”, o que não aconteceria se tivesse ligado o telemóvel a uma tomada comum.

Isso deve-se à fraca potência que a bateria do carro disponibiliza para um carregamento desse género. Além disso, saiba que pode, também, comprometer a bateria do próprio veículo, o que é uma situação mais complicada de resolver.

carregar telemóvel no carro

O adaptador de isqueiro não é indicado

Esta é uma situação que deve evitar ao máximo. É frequente assistir a casos em que os carros não vêm equipados com as tais portas USB. É igualmente frequente ver que, em alternativa, é ligado um adaptador de isqueiro que permite a conexão com o telemóvel.

No entanto, é importante que saiba que esse adaptador tem demasiada potência e, em casos extremos, pode mesmo queimar a bateria do telemóvel – para além de exigir demasiado da alimentação do carro, o que é prejudicial.

Provoca desatenção

Uma das principais causas de acidentes nos dias de hoje é o uso indevido do telemóvel enquanto se conduz. Qualquer distração, sobretudo proveniente de um dispositivo desses, é razão para o condutor desviar a sua atenção da estrada e focá-la apenas no telemóvel – situação que pode ter consequências muito graves.

Por muita urgência que possa ter, procure não recorrer à bateria do carro para carregar a do seu telemóvel – muito menos enquanto conduz.

Acaba por usar o telemóvel enquanto este carrega

Mesmo numa situação comum, em que carrega o telemóvel ligando-o a uma tomada, é de evitar a sua utilização em simultâneo. Ao fazê-lo, estará a contribuir para viciar a bateria do dispositivo, algo que pode perfeitamente evitar, usando-o apenas quando esse estiver completamente carregado.

No carro, a mesma situação se aplica, apesar de ser uma ambiente ainda mais propício a que essa situação aconteça – por se encontrar num momento de urgência, por exemplo.

Veja também