Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Júlia Rocha
Júlia Rocha
30 Ago, 2018 - 17:05

Cascatas do Gerês: 8 pedaços de paraíso

Júlia Rocha

Nem só de mar e areia se fazem os banhos de verão. Damos-lhe a conhecer 8 cascatas do Gerês, locais idílicos a descobrir.

Cascatas do Gerês: 8 pedaços de paraíso

Em vez de conduzir para sul e/ou para o litoral, as cascatas do Gerês surgem como um desafio para umas férias ou fins-de-semana de sonho. Ter ar puro, fauna e flora variadas, lagos, parques de campismo e paisagens de cortar a respiração num só destino é uma realidade, e pode encontrá-la bem a norte.

Dentro do Parque Nacional da Peneda-Gerês, a única área portuguesa protegida e classificada com Parque Nacional, pode encontrar cascatas, que muitas vezes dão até origem a pequenas albufeiras. Muitas delas completamente naturais, visto surgirem a partir dos declives rochosos do Parque.

8 cascatas do Gerês a descobrir

1. Cascata de Leonte

Bem localizada, no centro do Parque, esta cascata tem 872 metros de altura, tornando-se uma das mais espetaculares para observar e fotografar. Não é a mais aconselhada para banhos.

 

2. Cascata de Portela do Homem

Nesta já pode nadar e usufruir de uma água bem clarinha. A Cascata de Portela do Homem fica dentro do Parque, mas já quase na fronteira com Espanha, tendo de atravessar a ponte sobre o Rio Homem para lá chegar.

 

3. Cascata da Peneda

A cascata que é visível a grande distância, graças à espuma branca da queda. Provavelmente aquela que toda a gente identifica como estando localizada no Gerês. Por estas características espetaculares também acaba por não ser a mais recomendada para banhos.

 

4. Cascata da Laja

Para chegara esta cascata precisa de fazer um trilho de cerca de cinco quilómetros. A caminha vale a pena, esta é das cascatas do Gerês melhor escondidas e preservadas. Um verdadeiro tesouro natural.

 

5. Cascata do Laboreiro

A Cascata do Laboreiro pertence ao concelho de Melgaço. A água que brtoa das rochas é do rio Castro Laboreiro, que corre rápido devido aos desníveis da serra. É visível a partir do cimo das muralhas de Castro Laboreiro.

 

6. Cascata do Arado

Uma das mais populares, a cascata do Arado é uma das mais bonitas e com melhores acessos e espaço “útil” para banhos (é das mais seguras) e piqueniques. Apesar de ter acesso para carros, pode fazer uma caminhada até lá.

 

7. Cascata de Pincães

Na parte mais a sul do parque, não muito longe de Cabril, fica a cascata de Pincães que conta com uma das piscinas naturais mais populares de Portugal. São muitos os roteiros e trilhos que vão dar a esta maravilha natural.

 

8. Lagoa dos Druidas

Um verdadeiro paraíso do Gerês, super protegida e bem guardada. Perto do Santuário da Nossa Senhora da Peneda está a lagoa dos Druidas. Aconselha-se a deixar o carro e a caminhar até lá.

 

Algumas dicas para visitar as Cascatas do Gerês

  • Tenha atenção se visitar durante o mês de agosto: algumas das cascatas mais pequenas podem estar quase secas (tudo depende do clima, claro);
  • Grande parte destas cascatas e outras não têm acesso com carro, por isso é melhor levar calçado confortável e mantimentos não muito pesados para fazer os percursos a pé;
  • Vai visitar um dos melhores locais de Portugal onde acampar. Se gosta de o fazer, aproveite!

Veja também: