Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Ekonomista
Ekonomista
09 Out, 2019 - 09:22

CGD também vai cobrar MB Way

Ekonomista

Além disso, haverá uma aumento das comissões nas contas “pacote” da CGD, SMB, cadernetas, cheques ou o processamento da prestação da casa.

Cliente da CGD a fazer uma transferência MB Way

A partir do dia 25 de janeiro, a Caixa Geral de Depósitos (CGD) vai passar a cobrar pelas transferências MB Way, seguindo a decisão já tomada por bancos como o Santander, o BPI, o Millennium BCP e o Crédito Agrícola.

O custo destas transferências será de 0,88€ por operação, ficando isentos deste encargo os clientes com menos de 26 anos e os que têm “Conta Caixa”, mas neste último caso com alguns limites. Quem utilizar as aplicações da Caixa para realizar essas transferências também continua a não ver cobrado qualquer encargo.

Também a partir desta data, a CGD vai voltar a atualizar o seu preçário, encarecendo um vasto leque de serviços.

É o caso da “conta pacote” mais barata da instituição (comissões passam de 2,912€ para 3,328€), mas também a conta de Serviços Mínimos Bancários (um custo de 0,35€ por mês). Os aumentos também chegam aos levantamentos ao balcão (comissões passam de 2,86€ para 3,12€), aos levantamentos com cadernetas ao balcão (de 1,04€ para 2, o8€), à requisição de cheques (de 3,74€ para 5,2€) e ao processamento da prestação da casa (de 2,6€ para 2,86€).

Veja também