Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Mónica Carvalho
Mónica Carvalho
07 Dez, 2016 - 09:30

8 coisas imperdíveis em Lisboa

Mónica Carvalho

Não faltam atrações na capital de Portugal. Contudo, há sempre locais improváveis e que se tornam obrigatórios. Descubra oito coisas imperdíveis em Lisboa!

8 coisas imperdíveis em Lisboa

Descontraída, moderna mas cheia de tradição. É assim que podemos descrever Lisboa, uma cidade espalhada por sete colinas acidentadas, tomada por imponentes prédios dos séculos XV e XV. Encontramos tantas coisas imperdíveis em Lisboa: a agitada vida noturna, a vista para o Rio Tejo, os antigos prédios coloridos nas ruas do Bairro Alto…

Lisboa é uma cidade de navegadores e viajantes, tendo sido daqui que os portugueses se aventuraram a descobrir o mundo e novas oportunidades. Um detalhe que faz desta uma cidade marcada também pela nostalgia da despedida e por um sentimento muito português: a saudade. 


8 COISAS IMPERDÍVEIS PARA VER E FAZER EM LISBOA


1. UMA NOITE COM O FADO

placeholder-1x1

O fado é uma parte muito própria, íntima e distinta da cultura lisboeta, com as suas músicas melancólicas e letras inspiradas nos marinheiros portugueses e na herança árabe que ainda hoje se perpetua pela cidade. Jantar numa casa de fado é quase um serão obrigatório e uma das coisas imperdíveis em Lisboa, pois permite-lhe, além de conhecer a cultura, experimentar a gastronomia típica portuguesa. 



2. A MODERNIDADE EM LISBOA

Surpreenda-se com a parte mais moderna da capital portuguesa e dedique um dia a visitar o Parque das Nações e a zona da Gare do Oriente que foi projetada por Santiago Calatrava, um arquiteto bem conhecido pelo seu estilo único que combina materiais tão distintos como o betão, o vidro e o aço, mantendo visíveis estruturas que outros arquitetos escondem.

Na Gare do Oriente, Calatrava criou uma estrutura de grandes dimensões com um aspeto elegante e leve, que a alguns faz lembrar um bosque de árvores metálicas e a outros as colunas e os arcos de uma catedral gótica.

Tem ainda tempo de visitar aquele que é aclamado como o melhor aquário do mundo pelo Tripadvisor, em 2015, o Oceanário de Lisboa, que promove a proximidade com os oceanos e os seus habitantes. São cerca de 8000 criaturas marinhas, entre as quais raias, deslumbrantes recifes de coral, várias espécies de tubarões e lontras marinhas. Uma experiência única e inesquecível e sem dúvida uma das melhores coisas imperdíveis em Lisboa.



3. LISBOA DO ALTO

placeholder-1x1

Há vários miradouros e sítios para ver Lisboa do alto. Perca-se a andar pelo Bairro Alto e descubra inúmeros espaços para ver a capital portuguesa de vários ângulos, quer seja no Hotel do Bairro Alto, no Castelo São Jorge para contemplar a vista para o Rio Tejo, no Elevador de Santa Justa, no Miradouro de Santa Catarina ou o de São Pedro de Alcântara.

Este último miradouro ainda é pouco conhecido pelos viajantes que chegam em Lisboa, mas ideal para quem deseja fugir um pouco das rotas turísticas mais tradicionais e poder na mesma admirar as vistas espetaculares para a zona da baixa lisboeta.



4. O AUTÊNTICO SABOR DOS PASTÉIS DE BELÉM

Sinta o sabor da tradição ao provar os deliciosos Pastéis de Belém. A visita à loja, localizada junto ao Mosteiro dos Jerónimos e da Torre de Belém é mesmo uma das coisas imperdíveis em Lisboa. A produção dos Pastéis de Belém iniciou-se em 1837 e até então a “receita secreta” mantém-se igual até aos dias de hoje. Estas pequenas tartes de nata polvilhadas com açúcar e canela são uma das mais célebres especialidades portuguesas. Não vai deixar de provar, pois não?



5. BAIRROS TÍPICOS

placeholder-1x1

Alfama, Mouraria ou Madragoa, são alguns dos bairros típicos de Lisboa. Cada um com a sua história, locais e gente típica e repletos de recantos a descobrir. A boémia e o fado andam de mão dada com alguns destes bairros.

Mas para uma saída descontraída à noite com os amigos é para o Bairro Alto que se deve dirigir. É aqui que a alegria, a boa disposição e a animação andam de mãos dadas, com artistas e escritores pelos cafés, ruas coloridas de graffiti nas paredes, lojas da moda e bares alternativos. As ruas podem ser calmas durante o dia, mas ganham outra vida à noite. Não faltam boas opções de bares e restaurantes na zona e deixamos um conselho: experimente uma ginjinha!



6. ANDAR POR LISBOA

Caminhar por Lisboa é, por si só, um encanto. Esta cidade é cheia de ruas labirínticas, velhas como a História. Mas só assim poderá descobrir a verdadeira Lisboa e as suas gentes, com histórias que nos contam as ruas e as personagens que nelas vivem. Afinal, uma cidade é também feita dos lugares, mas principalmente das histórias que eles nos apresentam.



7. PERCURSOS SECRETOS DE LISBOA

placeholder-1x1

Já visitou as galerias subterrâneas do Aqueduto das Águas Livres – Museu da Água? Um local improvável, misterioso e histórico. A água transportada pelo Aqueduto das Águas Livres era conduzida através de uma rede emissária constituída por 5 galerias, maioritariamente subterrâneas, com cerca de 12 Km de extensão. O percurso é visitável entre a Rua das Amoreiras e o Miradouro de São Pedro de Alcântara e as visitas requerem marcação prévia!



8. PASSEAR NO ELÉTRICO 28

O percurso do Elétrico 28 começa no Martim Moniz e acaba em Campo de Ourique, no Cemitério dos Prazeres. Este elétrico é um verdadeiro ex-libris de Lisboa e uma das melhores formas de conhecer a cidade.

Das janelas deste pitoresco meio de transporte podemos apreciar todo o património histórico e natural que a capital tem para oferecer, desde a imponente Basílica da Estrela até ao monumental Castelo de São Jorge, na zona medieval da capital.

O “Amarelo”, como é carinhosamente apelidado pelos habitantes de Lisboa, faz parte de um conjunto de veículos originalmente importados dos Estados Unidos em 1901 com o objetivo de substituir as antigas carruagens puxadas a cavalo, que eram o principal meio de transporte na altura. Desfrute!

Veja também: