Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Helena Peixoto
Helena Peixoto
07 Mar, 2019 - 11:00

Cortinas para cozinha: escolha o par perfeito para a sua!

Helena Peixoto

Na maioria das casas, não é muito comum ver cortinas para cozinha. Mas a verdade é que pode ser muito vantajoso tê-las! Vamos ajudá-lo a decidir.

Cortinas para cozinha: escolha o par perfeito para a sua!

A cozinha é uma das divisórias mais frequentadas de toda a casa e é, também, um dos locais onde passamos mais tempo. Por isso mesmo, devemos cuidar dela e decorá-la como se de uma sala ou quarto se tratasse!

Se quando pensa em cortinas para cozinha pensa que é uma ideia descabida, engana-se… Porque é que não há-de embelezar o local da casa onde a família faz diariamente as suas refeições e onde reúne até os amigos para um momento mais descontraído? Isto já para não falar das restantes vantagens associadas à utilização de cortinas: maior proteção e privacidade, ambiente mais aconchegante e confortável, correntes de ar menos agressivas e raios solares menos agressivos.

Em termos de modelos e estilos, saiba que existem cortinas para a cozinha para todos os gostos. É só uma questão de escolher o seu. Mais ou menos coloridas, com mais ou menos padrões, mais longas ou curtas… A decisão é sua! Preparado?

Cortinas para cozinha: como fazer a melhor escolha

Existem vários modelos de cortinas para a cozinha e as principais variações estão no tipo de tecido, na cor, no tamanho e na combinação de materiais.

Para saber quais as cortinas ideias para si, deve ter em conta alguns critérios prévios.

  1. Objetivo da cortina – é meramente decorativo? Ou procura privacidade?
  2. Tipo de cozinha – a sua casa tem um estilo mais moderno? Neste caso as cortinas devem ser menos padronizadas e do tipo ‘romano’. Se adota um estilo mais clássico, haverá mais abertura para tecido mais transparentes, padronizados e rendas.
  3. Medidas – faça sempre a medição concreta e precisa do espaço onde pretende colocar as cortinas para cozinha. Só assim garante um resultado final digno e esteticamente agradável.

Saiba como tirar as medidas corretas para as cortinas >>

Cortinas para a cozinha: a escolha dos tecidos

As cortinas para a cozinha devem ser confecionadas com tecidos bem leves e fáceis de lavar e de passar – não se esqueça que vão das cortinas que exigem mais cuidados e limpeza pois ficam bem sujeitos à humidade e à gordura presentes nesta divisória da casa.

Algodão, rendas e poliéster devem ser os tecidos privilegiados, assim como a renda holandesa, por ser um tecido sintético, leve, prático e funcional.

No caso de optar por cortinas tipo estore, pode até ir além dos tecidos! Alumínio, bambu, PVC, poliéster ou fibras artificiais são algumas das opções que pode considerar. Além disso, algumas marcas utilizam o poliéster com um tratamento antiestático, que ajude a repelir o pó e a gordura no tecido.

Também pode sempre utilizar cortinas de fibras naturais – o efeito visual é sem dúvida maravilhoso, mas a exigência ao nível da manutenção é bem maior.

Cortinas para a cozinha: qual a cor acertada?

Em termos de cores para as cortinas para a cozinha, antes de escolher deve observar os tons presentes e dominantes das suas bancadas da cozinha, dos azulejos da parede e do próprio chão. Se prefere jogar pelo seguro, utilize cores sólidas quando as paredes são padronizadas e estampados e padrões quando as paredes são neutras.

As cores neutras contribuem para um ambiente mais harmonioso, relaxado e amplo, ao passo que os padrões tornam os espaços mais dinâmicos e vibrantes. Cabe a si decidir!

Cortinas para a cortina: principais modelos

Para que a sua escolha fique mais facilitada, confira os modelos de cortinas para a cozinha mais comuns.

Varão

O modelo ‘varão’ é bastante moderno e muito prático, tanto para abrir como para fechar, além de que permite regular a entrada de luz no ambiente e ainda causa um efeito bonito esteticamente.

O varão pode ser de madeira ou de metal e pode utilizar para prender a cortina ilhós, alças ou argolas.

Corrediça e sanca

Neste tipo de aplicação, as cortinas são geralmente colocadas em ‘cortineiros’ que são por sua vez embutidos atrás de uma sanca. O efeito que cria é bem harmonioso e confere unidade à decoração.

Além disso, este tipo de modelo costuma ajudar também na questão da acústica do espaço, ‘preenchendo’ espaços e evitando ecos desnecessários.

Tipo persiana

As cortinas para a cozinha tipo ‘persiana’ são das mais utilizadas, não só por serem práticas mas também pela sua capacidade de deixar passar a ventilação necessária para esta divisória.

Em termos de material, os tipos mais usados são as lâminas metálicas, de madeira ou de PVC e o branco continua a ser o ‘rei’ em termos de cor predileta. Se tem uma cozinha pequena esta é também uma boa opção dado que ajuda a ampliar o espaço.

Rolo

Estas cortinas são também chamadas de ‘estores’ e funcionam basicamente com o sistema de rolo no topo, que pode ser subida ou descida pela ação de um fio lateral, podendo ficar esticada (totalmente aberta), a meia altura ou totalmente recolhida.

Em termos de vantagem, a cortina tipo rolo protege do sol mais agressivo, mas sem tapar totalmente a claridade, criando um ambiente agradável na cozinha.

Cortinas para a cozinha: 3 exemplos

Para que comece o seu caminho de inspiração em direção às cortinas para cozinha mais indicadas para si, aqui ficam algumas sugestões.

1. Cortina de cozinha clássica – preço: 19,90€. Ver produto >>

2. Cortina de cozinha estilo moderno – preço: 16,80€. Ver produto >>

3. Cortina de cozinha tipo estore – preço: 89,99€. Ver produto >>

Veja também: