Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Ekonomista
Ekonomista
23 Out, 2020 - 15:13

COVID-19: mais 2899 casos e 31 mortes nas últimas 24 horas

Ekonomista

Portugal já conta com um total de 112.440 casos confirmados de COVID-19 e 2.276 vítimas mortais. Fique a par do boletim epidemiológico da DGS.

Boletim epidemiológico da DGS

Só nas últimas 24 horas, foram registados em Portugal mais 2.899 casos de infeção pelo novo coronavírus e mais 31 vítimas mortais. Neste momento, há 44.284 casos ativos (mais 1.519 do que no dia anterior).

De acordo com o boletim epidemiológico emitido esta sexta-feira (23 de outubro) pela Direção-Geral da Saúde, existem:

  • 46.391 casos registados no Norte (mais 1.516 do que no dia anterior);
  • 9.388 no Centro (mais 364);
  • 51.313 em Lisboa e Vale do Tejo (mais 918);
  • 2.272 casos no Alentejo (mais 53);
  • 2.373 no Algarve (mais 38);
  • 334 casos na Região Autónoma dos Açores (mais 2);
  • 369 na Região Autónoma da Madeira (mais 8).

Internadas estão 1.418 pessoas (mais 53), das quais 198 estão em Unidades de Cuidados Intensivos (UCI) – menos duas face ao dia anterior.

Importa também sublinhar que, desde o início da pandemia, há 65.880 casos recuperados, mais 1.349 do que os registados no dia anterior.

O E-konomista junta-se às autoridades de saúde para apelar para a importância do cumprimento das regras de higiene e de segurança e recorda que nos cabe a todos adotar as medidas preventivas para evitar a propagação do contágio.

Recorde-se que desde o dia 15 de outubro e até às 23:59 horas do dia 31 de outubro de 2020, o país estará em Estado de Calamidade. Neste âmbito, o Governo anunciou as seguintes medidas de prevenção:

  1. Limitação de ajuntamentos a 5 pessoas na via pública e em outros espaços de natureza comercial e de restauração, exceto se forem coabitantes;
  2. Limitação ao número de pessoas em eventos de natureza familiar (máximo de 50 pessoas);
  3. Recomendar o uso de máscara comunitária na via pública, sempre que não for possível manter o distanciamento social necessário, bem como a utilização da aplicação StayAway Covid e a comunicação de teste positivo através desta;
  4. Determinar às forças e serviços de segurança e ASAE ações de fiscalização do cumprimento das normas;
  5. Proibir iniciativas e atividades de natureza não letiva no espaço académico, como festas, receções aos novos estudantes e praxes;
  6. Nas Áreas Metropolitanas de Lisboa e Porto aplica-se o regime excecional e transitório de reorganização do trabalho às empresas com locais de trabalho com 50 ou mais trabalhadores;
  7. Clarificam-se algumas regras sobre o horário das áreas de serviço e dos postos de abastecimento de combustíveis.
Veja também