ebook
           
GUIA DO REGRESSO ÀS AULAS
Patrocinado por Escola Virtual - Grupo Porto Editora
Catarina Milheiro
Catarina Milheiro
01 Ago, 2022 - 22:17

Dedos enrugados na água? Saiba por que motivo ficam assim

Catarina Milheiro

Ficar com os dedos enrugados na água tem benefícios. Este assunto foi alvo de pesquisas por cientistas durantes anos. Eis as conclusões.

Por incrível que pareça, os dedos enrugados na água têm alguns benefícios associados. Todos nós sabemos o que isso é e, talvez, muitos já se tenha perguntado por que razão isto acontece.

Se até agora ninguém compreendia muito bem como isso acontecia, atualmente e depois de anos de pesquisa, já existem respostas para o fenómeno.

No fundo, falamos daquela sensação de pele enrugada na ponta dos dedos, quase como se se tratasse de uma fruta desidratada ou seca. A verdade é que quando ocorre, os nossos dedos passam por uma transformação autêntica durante alguns minutos. Entenda melhor o assunto.

Dedos enrugados na água: há uma explicação para este fenómeno?

Basta ficarmos mais tempo no banho, na piscina ou a lavar a loiça que rapidamente ficamos com os dedos enrugados na água. O aspeto é semelhante ao de um uma uva passa seca e as nossas dobras ficam inchadas com a pele enrugada.

Trata-se de algo por que todos nós já passamos, não é assim? Só não sabemos muito bem o porquê de tal reação acontecer na nossa pele quando fica demasiado tempo em contacto com a água.

Na verdade, essa questão dá-se muito provavelmente porque quando refletimos sobre o assunto, as outras partes do corpo permanecem exatamente da mesma forma antes e depois do longo contacto com a água. Afinal, o fenómeno só acontece na ponta dos dedos das mãos e dos pés.

No entanto, alguns cientistas encontraram respostas novas para conseguirem explicar a causa e a intenção do processo, bem como os benefícios que podem estar associados para a nossa saúde.

Por que motivo é que os dedos ficam enrugados?

Relativamente ao processo para ficar com os dedos enrugados na água é bastante simples: demora cerca de 3,5 minutos em água morna, sendo que a temperatura ideal é de 40ºC, até que as pontas dos nossos dedos comecem a ficar com um aspeto enrugado.

Tal também pode ocorrer com temperaturas mais baixas como os 20ºC, por exemplo. Mas neste caso, o processo pode demorar até 10 minutos.

Contudo, o importante é que a maioria dos estudos concluiu que são necessários 30 minutos na água para atingir o enrugamento máximo.

E se há muitos anos se acreditava que este enrugamento na ponta dos dedos era uma reação passiva, ou seja, através da qual as camadas superiores da pele inchavam enquanto a água invadia as células por osmose, atualmente temos mais informação.

Depois de anos de estudo, foi possível observar que as pessoas que romperam o nervo mediano (um dos principais nervos que percorre o braço, chegando à mão), não passam por este fenómeno. Isto é, os seus dedos não ficam enrugados na água.

O que foi possível descobrir?

Tal descoberta permitiu perceber que o enrugamento da ponta dos dedos, que é induzido pela água, é controlado pelo nosso sistema nervoso.

De facto, uma descoberta realizada no Hospital da Universidade Nacional de Singapura concluiu que à medida que a pele das pontas dos dedos começa a ficar enrugada, há uma queda significativa do fluxo sanguíneo nos mesmos.

Para além disto, ao aplicar um creme anestésico local, os médicos descobriram que ele produzia níveis de enrugamento parecidos com a imersão na água. O que significa que o fenómeno está relacionado com a restrição do fluxo sanguíneo nesse local.

Quais são então os benefícios dos dedos enrugados na água?

Quando os nossos dedos ficam enrugados, a facilidade para agarrar objetos dentro de água é significativamente maior. Se quiser experimentar, da próxima vez que passar por este fenómeno, tente mover qualquer objeto pesado dentro de água – ficará impressionado com a facilidade.

Tal deve-se ao facto de os dedos ficarem enrugados e com uma textura muito específica e rígida. Algo que o ajudará nestas tarefas proporcionando uma melhor aderência.

Para além disto, outro benefício associado aos dedos enrugados é o facto ser possível detetar alguma anomalia com a nossa saúde. Contudo este fator não deverá ser levado à risca.

Assim, quando o enrugamento é assimétrico, isto é, uma mão fica menos enrugada do que a outra no mesmo período de tempo imersas na água, pode indicar um sinal precoce de Parkinson (já que o sistema nervoso não está a funcionar corretamente num dos lados do corpo).

No entanto, é tudo muito relativo e não há ainda 100% de certezas de que o método é eficaz a 100%.

Independentemente de se comprovarem ou não os benefícios (algo que demoraria anos e seriam necessários milhões de voluntários), o importante é compreender a origem do acontecimento.

Entender a forma como o nosso corpo funciona é, muitas vezes, a chave para conseguirmos evitar diversos problemas de saúde ou mal-estar no dia-a-dia.

Por isso, se ficar com os dedos enrugados era uma questão que tinha na cabeça, agora já sabe por que se dá o fenómeno e em que condições.

Veja também