ebook
           
GUIA DO REGRESSO ÀS AULAS
Patrocinado por Escola Virtual - Grupo Porto Editora
Marta Maia
Marta Maia
19 Jul, 2022 - 08:45

6 desafios de poupança que disciplinam qualquer bolso

Marta Maia

Terá a resiliência necessária para enfrentar um destes desafios de poupança? Têm diferentes graus de dificuldade e ajudam-no a aumentar o pé-de-meia.

Desafios de poupança

Poupar é um verbo difícil de por em prática: requer disciplina, auto-controlo, capacidade de gestão e muita resiliência. E se, para alguns, a missão é cumprida com mais ou menos esforço, muitas pessoas há que sentem grandes dificuldades em chegar ao fim de cada mês com uns euros a mais nas poupanças.

É a pensar nestas pessoas que são desenhados os desafios de poupança: jogos que estabelecem rotinas de poupança e nos ajudam a colocar dinheiro de parte sem que isso pareça um enorme sacrifício.

Desafios de poupança: porque é que funcionam?

Os desafios de poupança são propostas ambiciosas que nos encorajam a seguir algumas regras para chegar a uma recompensa final. Os princípios destes desafios são os da gamificação (aplicação da filosofia de jogo a outros contextos) e o conceito procura tirar peso ao ato de poupar, tornando-o uma atividade lúdica e prazerosa.

Há dois elementos infalíveis nos desafios de poupança: a provocação e a recompensa.

Do lado da provocação, ela faz com que os desafiados se sintam impelidos a cumprir as regras do jogo para ganhar. Muitas pessoas gostam de se sentir postas em causa, desafiadas, “picadas” – tanto que, numa situação dessas, fazem esforços que, de outra forma, nunca fariam.

Do lado da recompensa, os desafios prometem que todo o esforço exigido vai valer a pena no fim, porque há um prémio. Quando, no final de cada etapa, o desafiado recebe uma recompensa, recupera a motivação para seguir adiante com o “jogo”.

Os desafios de poupança não são para todos

Há pessoas que não se sentem motivadas por um desafio, antes sentem necessidade de escapar à confrontação. Para estas pessoas, os desafios de poupança – em particular aqueles que exigem muita dedicação ou um esforço considerável- não vão produzir os resultados esperados.

Em alternativa, as pessoas menos adeptas do desafio intenso podem beneficiar de jogos menos confrontacionais e mais estratégicos (que exigem um esforço mais comedido mas se estendem mais no tempo).

Poupança automática

Os desafios de poupança mais populares

São muitos os desafios de poupança que pode adotar para ganhar novos hábitos financeiros, mas alguns são particularmente populares:

1

Desafio das 52 semanas

O desafio das 52 semanas propõe que, a cada semana do ano, ponha de parte o valor da semana anterior acrescido de uma percentagem. Por exemplo, se na primeira semana do ano poupar um euro, na segunda poupa dois, na terceira poupa três, e por aí fora.

2

Spare change challenge

Neste caso, o que se propõe é que todos os trocos que recebe quando vai às compras sejam, automaticamente, considerados poupança. Este desafio foi criado a pensar em quem paga quase tudo com dinheiro, mas também já há bancos que oferecem uma alternativa semelhante para cartões (os sistemas de arredondamento automático).

3

Desafio das notas de 5 euros

Podem ser notas de 5 euros, moedas de 5 cêntimos, o que quiser: a ideia destes desafios de poupança é que eleja uma nota ou moeda e, a partir desse momento, envie para poupança todos os exemplares que lhe chegarem às mãos. Claro que, quanto mais alto for o valor que escolher, mais vai sentir o impacto na carteira (mas também mais vai poupar em menos tempo).

4

Desafio do euro por dia

Já pensou em quanto dinheiro pouparia se, todos os dias, pusesse uma moeda de um euro num mealheiro?

Se sim, saiba que não foi o único: poupar 1 euro por dia é perfeito para iniciantes, que nem conseguem poupar muito, nem precisam de assegurar um pé de meia muito alto.

5

Regra dos 50-30-20

Não se tratando bem de um desafio, está nesta lista porque é um desafio pô-la em prática: a regra dos 50-30-20 dita que, em cada mês, 50% do seu salário deve ser suficiente para pagar todas as despesas da casa; 30% podem ser gastos em estilo de vida; e 20% têm obrigatoriamente de ser poupados.

6

Orçamento invertido

Neste caso, o desafio do orçamento invertido é separar a poupança logo início do mês e sobreviver nas semanas seguintes apenas com o valor que sobra. Não é um desafio fácil, exige muita disciplina e resiliência, mas é dos que compensam mais porque permite poupar a sério.

Como começar nos desafios de poupança?

Se é novo nestas coisas, não parta para a ação com a certeza de que vai sair vitorioso. Os desafios são desafios precisamente porque são difíceis de cumprir; permita-se tempo de adaptação e umas falhas de vez em quando. O que não pode permitir é que a falha se torne permanente.

Comece por escolher o desafio que lhe parecer mais exequível e vá cumprindo ao seu ritmo. Com o tempo, vá aumentando a exigência consigo mesmo até passar a cumprir rigorosamente todas as regras do jogo.

Veja também