Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Luana Freire
Luana Freire
08 Ago, 2018 - 11:33

Hoje é o Dia Mundial do Gato. Veja curiosidades e ideias para celebrar

Luana Freire

8 de agosto é o Dia Mundial do Gato e há mais do que muitas razões para marcar a data na companhia do seu melhor amigo de quatro patas.

Hoje é o Dia Mundial do Gato. Veja curiosidades e ideias para celebrar

Famoso por ter “7 vidas” e adorado por (quase) todos os portugueses, parece justo que tenha um dia inteiramente dedicado à sua existência- certo? E é uma data global, tamanho é o seu sucesso entre os amigos humanos. Estamos a falar do Dia Mundial do Gato, a celebrar-se neste 8 de agosto. Para marcar a data, listamos algumas curiosidades sobre estes bichanos e damos sugestões do que fazer para celebrar o dia com a sua companhia de quatro patas.

Dia Mundial do Gato: 5 curiosidades sobre o seu amigo bichano

O Dia Mundial do Gato foi criado pela International Fund for Animal Welfare, em 2002, como forma de celebrar a vida do animal de estimação que é o mais popular em todo o mundo. O gato é, aliás, tão popular que não tem um só dia no ano: tem dois. A 17 de fevereiro também celebram-se os gatos e a data ficou marcada depois que uma organização de defesa dos animais, em Itália, passou a promover a adoção responsável destes felinos e a proteção dos gatos de perseguições.

Para assinalar este 8 de agosto, Dia Mundial do Gato, que tal conhecer algumas das muitas curiosidades destes animais tão queridos e enigmáticos?

gato

1. Gatos não gostam (mesmo) de água

Sim, é verdade. Não é mera lenda: os gatos não gostam mesmo de estar na água – especialmente, dos banhos. Há exceções, mas nem mesmo aqueles bichanos que conseguem nadar (nunca tão bem) gostam do ambiente aquático. Se tem um gato em casa, quase apostamos que está a concordar connosco.

Sabia que cientistas especializados no assunto já tentaram, até, explicar a difícil relação que os gatos têm com a água? De acordo com os estudiosos, citados pelo site Mother Nature Network, não há apenas uma razão, mas sim várias, e a evolução desses animais é a primeira delas. Os gatos domésticos são descendentes dos felinos árabes selvagens e, por isso, “herdaram” a aversão à água. Os gatos árabes viviam em zonas quentes e secas, onde a água era escassa e, portanto, nunca tiveram a necessidade de aprender a nadar. Curioso, não?

A próxima razão também tem a ver com a própria natureza dos felinos – que, por andarem sempre à “caça” e à procura do perigo, querem estar em plena forma para correr com a agilidade que já conhecemos. Se tiverem de lutar ou fugir, estar seco significa estar mais leve e, por isso, este é o cenário perfeito para estes pequenos felinos. O pelo molhado compromete a forma física do animal e o deixa vulnerável a possíveis ataques.

Outra das razões para os gatos não serem, de todo, fãs da água é a experiência que os bichanos vivenciam. Se houve, em algum momento, a ocorrência de uma má experiência durante as idas a banhos, é mais do que natural que o gato tenha guardado algum trauma – e este é mais um motivo que o vai fazer fugir da água depressa. Para somar mais uma desvantagem, a água atua para bloquear a libertação das feromonas, o que faz com que o pelo dos felinos demore a secar e isto só torna o contacto com a água ainda menos apetecível.

Se tem um gato em casa, já sabe que estes são animais de hábitos e que as surpresas não são mesmo bem vindas. Para o habituar aos banhos, comece desde cedo, quando ainda são bebés. E não esqueça: neste caso, a calma é a alma do negócio.

2. Há muitos milhões de gatos no mundo, mas quantos?

Estima-se que 500 milhões de gatos partilhem deste mundo connosco e eles estão muito mais presentes na Europa.

3. Os gatos são nossos amigos há muito

Os estudiosos já encontraram indícios que comprovam o quão incrível é esta antiga relação entre humanos e gatos: de acordo com eles, existem referências de que os gatos estão ligados aos homens desde há, aproximadamente, 9500 anos.

4. Os gatos espalharam-se pelo mundo em navios

Sabia que estes felinos de estimação ganharam o mundo a viajar nas embarcações com os marinheiros? Por serem excelentes a eliminar pestes e ratos, os gatos foram adotados pelos navios e chegaram aos 4 cantos do mundo. Foi também por esta razão que os pequenos felinos de estimação foram adotados pelos lares de todo o globo.

5. Gatos venerados

Sabia que no Egito antigo os gatos eram venerados de tal forma que, em casos de inundação, eram salvos com prioridade. Só depois de salvar os gatinhos egípcios é que se salvavam os homens. Incrível, não?

Celebre o Dia Mundial do Gato: 6 ideias

Para os donos dos gatos, todos os dias são o “Dia do Gato” – não fossem estes animais uns verdadeiros bichanos que fazem o que lhes bem apetece e são mimados por todos, até pelos vizinhos. Mas, se quer assinalar este 8 de agosto de uma forma especial, que tal seguir as nossas dicas?

gato

1. Um petisco especial

Neste 8 de agosto, agradeça a companhia do seu animal de estimação de uma forma especial: que tal oferecer um miminhos extra, como comida gourmet . Apostamos que o felino vai adorar…

2. Um brinquedo novo

E por que não aproveitar a data para oferecer ao bichano um brinquedo novo? Pode comprar em lojas especializadas, ou fazer em casa. A internet está repleta de sugestões e nós, claro, deixamos duas para si – ou melhor, para o gato – e não vai gastar um cêntimo com elas.

3. Partilhe amor nas redes sociais

Outra sugestão – que o seu gato não vai entender, mas os a seus amigos vão adorar – é fazer uma publicação especial nas redes sociais, com um vídeo ou algumas fotos. Apostamos que o gatinho aí de casa vai fazer sucesso – não fossem os gatos as grandes estrelas da internet.

4. Uma sessão de música e miminhos perfeita para ronronar

Tem um bichano mais tranquilo aí em casa? Dedique um tempo para que o seu gato relaxe entre miminhos e festinhas, e ouça o seu ronronar… Escolha uma uma playlist tranquila e aproveite o momento com o seu melhor amigo de 4 patas. Se o dono também é tranquilo, este parece o plano perfeito.

5. Tem crianças em casa? Crie atividades diferentes

Se tem um gato e crianças em casa, organize uma série de atividades diferentes para brincar com o gato, em casa ou no parque, e fortaleça os vínculos. Esta é uma forma original de aproveitar o Dia Mundial do Gato para desfrutarem da companhia uns dos outros.

6. Comemore o Dia mundial do Gato com a ajuda da Netflix

Se o objetivo é aproveitar o tempo de férias para sessões de repouso, a Netflix tem a ideia perfeita para celebrar o Dia Mundial do Gato aí em casa: sessões especiais para as comemorações.

Sabia que um estudo do serviço de streaming revelou que, para 51% dos portugueses subscritores, a melhor companhia para as maratonas em frente à TV é o animal de estimação? Se pensar bem no assunto, e a dica é da Netflix, os amigos de 4 patas são parceiros perfeitos para estar em frente ao ecrã e não faltam bons motivos: eles não opinam sobre o que vão ver, não se importam que o dono adormeça a meio de um episódio, não se chateiam se virem um filme sem eles e o melhor é que não são spoilers.

As nossas sugestões para o Dia Mundial do Gato são: “Gato das Botas – preso num conto épico”, uma história interativa exclusiva da Netflix onde pode decidir o rumo de tudo com o comando da TV à mão; “Cães e Gatos: a vingança de Kitty Galore”, um filme onde o vilão é mesmo o dono do dia: um gato; “A vida Secreta dos nossos bichos” é, também, um filme a não perder – se acredita que o gato aí de casa tem uma vida secreta quando todos saem, este filme é para si e vai ver que é impossível conseguir escolher o animal de estimação favorito na trama.

Preparado para celebrar o Dia Mundial do Gato na companhia do felino aí de casa?

Veja também: