Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Luísa Santos
Luísa Santos
19 Set, 2019 - 07:00

Facebook News Tab vai tornar-se realidade

Luísa Santos

Aquela que é uma das redes sociais mais utilizadas mundialmente aproxima-se do mundo real com a Facebook News Tab, que apresentará as últimas notícias.

Facebook News Tab vai tornar-se realidade

A ideia já foi comunicada no início de 2019, mas nunca chegou a ser concretizada. A intenção da empresa de Zuckerberg é tornar-se mais credível entre os seus utilizadores com a criação da Facebook News Tab, um separador que vai apresentar as últimas e mais importantes notícias do dia.

Facebook News Tab: notícias reais em tempo real

facebook

Não, não vai ser o próprio Facebook a produzir e a partilhar as notícias, mas sim potenciais parceiros, com os quais a rede social já estabeleceu contacto – de acordo com o que noticiou o The Wall Street Journal. Segundo a publicação, a empresa contactou grupos como a ABC News, Dow Jones, Washington Post e Bloomberg.

Em cima da mesa estará um acordo onde o Facebook oferece 3 milhões de dólares por ano a cada uma das empresas mencionadas em troca de autorização para partilhar as notícias escolhidas. Até agora, nenhuma das conceituadas publicações confirmou qualquer tipo de contacto, mas tudo indica que ele terá sido feito.

Empresas terão liberdade de escolha

De acordo com o relatório publicado pelo The Wall Street Journal, o acordo, a efetivar-se, terá a duração de 3 anos e dá liberdade total a cada publicação de escolher como quer apresentar as suas notícias no Facebook News Tab, que deverá estar disponível nos próximos meses.

Em resumo, existem duas opções de publicação e cada empresa tem a liberdade de escolher como quer que o seu conteúdo apareça no Facebook. Das duas, uma: ou cada notícia é inteiramente concedida à rede social ou é apresentado o título e excerto da mesma, com link de ligação à publicação original.

A Facebook News Tab foi a forma encontrada pela empresa para contrariar a quantidade de notícias falsas partilhadas na mesma. Com esta nova abordagem, o Facebook espera distinguir-se de outras plataformas não só pela sua credibilidade, como também pela pluralidade de utilização que permite.

Veja também