Luísa Santos
Luísa Santos
23 Abr, 2019 - 09:20
Estou a ver isto porquê? A nova ferramenta do Facebook

Estou a ver isto porquê? A nova ferramenta do Facebook

Luísa Santos

A nova ferramenta do Facebook desmistifica os rumores mais recentes que dizem que a empresa utilizava o microfone dos smartphones para apresentar conteúdo.

O artigo continua após o anúncio

Os últimos meses não têm sido fáceis para o Facebook, que se tem visto a braços com várias situações que colocam em causa a privacidade dos utilizadores. De forma a contrariar um dos rumores mais recentes, a rede social criou uma nova ferramenta que clarifica a forma como o Feed de Notícias é organizado.

Nova ferramenta do Facebook contraria rumores

facebook

A organização do Feed de Notícias do Facebook é algo que nunca foi muito claro para a maior parte dos utilizadores. O facto de várias notícias ou publicidades, coincidentes com pesquisa anteriores, surgirem automaticamente no mural desta plataforma, nunca foi devidamente clarificado.

Quase de certeza que já lhe aconteceu o mesmo. O facto de procurar um produto que quer comprar (ou até efetivamente comprá-lo) e, de repente, alusões ao mesmo (ou à mesma loja) surgirem no seu Facebook foi algo que provavelmente lhe suscitou a curiosidade.

Este é um padrão que tem vindo a acontecer a todos os utilizadores e que tanto pode acontecer com notícias ou outro tipo de conteúdo informativo, como com anúncios publicitários. Tanto é que vários rumores surgiram que acusavam a rede social de utilizar os microfones dos smartphones dos utilizadores para espiar os mesmos.

Rumores dizem que Facebook faz escutas ilegais

Como qualquer outro rumor, também neste caso a dúvida foi plantada e facilmente se espalhou por toda a Internet. A nova organização do Feed de Notícias era vista como “coincidência a mais” para os utilizadores, que apontaram o dedo à empresa, dizendo que esta os estaria a espiar, pois “só assim” se explicaria que conteúdo que fosse de encontro aos gostos pessoais de cada um surgissem no mural do Facebook.

De modo a travar estes rumores e a colocar um ponto final nas dúvidas dos utilizadores, a rede social norte-americana criou uma nova ferramenta que clarifica a organização de cada mural, assim como explica o porquê de determinado conteúdo aparecer daquela forma e naquele lugar.

Nova ferramenta: “Why Am I Seeing This?”

O Facebook garante que o Feed de Notícias dos utilizadores sempre foi personalizado de acordo com as preferências de cada um, mas prefere ir mais longe ao apresentar a “Why Am I Seeing This?“, a nova ferramenta que promete clarificar todas as dúvidas.

John Hegeman, responsável pelo Feed de Notícias do Facebook, reconheceu que esta criação representa uma vantagem no que toca à manutenção da política de transparência da empresa, mas que não resolve tudo. No entanto, Hegeman considera a ferramenta necessária nem que seja para perceber a reação dos utilizadores – e, assim, melhorar possíveis falhas.

O artigo continua após o anúncio

As novidades que esta nova ferramenta introduz giram em torno do utilizador, já que lhe oferecem um maior controlo sobre a plataforma – não só em relação àquilo que este vê, mas também à possibilidade de escolha (podendo optar por deixar de ver determinado conteúdo no Feed de Notícias).

facebook

Fonte da Imagem: Facebook/Divulgação

Com esta nova ferramenta, o Facebook espera clarificar, de uma vez por todas, os seus utilizadores, permitindo-lhes que, a partir de agora, tenham total controlo sobre as publicações que vêm. Acedendo às informações de cada publicação, no canto superior direito, a “Why Am I Seeing This?” vai permitir que tenha acesso a:

  • O porquê de estar a ver determinada publicação: pode ser por ser amigo da pessoa que a partilhou, por pertencer ao grupo que a publicou ou por pertencer a uma página que segue;
  • Qual o tipo de informação que mais influência a ordem das publicações a que tem acesso, incluindo: a frequência com que interage com os posts de amigos, páginas ou grupos; a frequência com que interage com determinado género de publicação como, por exemplo, vídeos, fotografias ou hiperligações; e, finalmente, o grau de popularidade das publicações partilhadas por pessoas, páginas ou grupos que segue;
  • Atalhos que permitem um maior controlo sobre o seu mural, tais como: Ver Primeiro, Deixar de Seguir, Preferências do Feed de Notícias e Atalhos de Privacidade.

Com esta abordagem mais transparente, o Facebook espera colocar um ponto final sobre os rumores espalhados um pouco por toda Internet, garantindo nunca ter recorrido ao microfone de smartphones pessoais para apurar o que quer que fosse.

A “Why Am I Seeing This?” é uma ferramenta que oferece maior controlo ao utilizador e que para já só está disponível para as publicações que surgem no seu Feed de Notícias. Para sermos mais precisos, estará disponível a partir do próximo mês em todos os dispositivos.

No entanto, tudo indica que a empresa de Zuckerberg já está a trabalhar numa ferramenta semelhante que poderá ser aplicada aos anúncios publicitários, de forma a impedir certos anúncios de surgir no Feed de Notícias do utilizador se este não quiser que isso aconteça.

Até lá, o Facebook garante que a ordem das publicações do seu mural se deve ao algoritmo utilizado pela rede social, que se baseia nas suas preferências, ou seja, nos posts que mais vezes abre e consulta. Ao fazê-lo, a plataforma calcula que esses são os seus maiores interesses, pelo que os apresentará em primeiro lugar.

Veja também:

O artigo continua após o anúncio
Partilhar Tweet Pin E-mail WhatsApp