Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Inês Silva
Inês Silva
01 Out, 2019 - 10:25

Gestor de redes sociais: tudo o que precisa de saber

Inês Silva

Ser gestor de redes sociais é muito mais que publicar e partilhar conteúdo online. Continue a ler para saber mais sobre esta profissão.

mulher a trabalhar no computador

Há pouco mais de uma década atrás, gestor de redes sociais não era, de todo, um emprego ou carreira profissional, nem o termo Marketing de Redes Sociais fazia parte do nosso léxico.

Com o avanço da tecnologia e a consequente necessidade de as empresas utilizarem as redes sociais, onde estão os seus clientes e potenciais clientes, como uma ferramenta ao serviço do Marketing Digital, a procura de profissionais na área das tecnologias da informação, da qual fazem também parte os gestores de redes sociais, aumentou significativamente.

Gestor de redes sociais: o que faz e qual a formação necessária?

social media manager

Um gestor de redes sociais faz a gestão de marketing e publicidade de uma empresa nas redes sociais.

A participação da comunidade, online e offline, é essencial para o sucesso deste profissional. Para isso, é importante comunicar a marca ou empresa de maneira positiva e autêntica para atrair clientes.

Os gestores de redes sociais podem também ser chamados de gestores de marketing digital, gestores de marketing de conteúdo, gestores de experiência de utilizador ou, ainda, gestores de comunidade.

O que faz?

Como já dissemos no início, a responsabilidade dos gestores de redes sociais vai para além de publicar ou partilhar só e apenas conteúdos online. Estes profissionais são responsáveis pela gestão de marketing e publicidade de uma empresa nas redes sociais com o objetivo de fidelizar públicos, criando um espírito de comunidade e, ainda, angariar novos clientes.

As funções deste profissional incluem, por exemplo:

  • Gerir a criação e publicação de conteúdo relevante, original e de qualidade;
  • Programar a publicação regular e promover conteúdo através de anúncios;
  • Implementar um calendário editorial para gerir conteúdos e planear campanhas de marketing específicas e oportunas;
  • Integrar todos os canais de marketing (redes sociais, SEO, marketing de conteúdo, e-mail, material impresso e marketing digital);
  • Gerir e monitorizar todas as campanhas nas redes sociais.

O que estudar?

Formação académica superior em Marketing, Comunicação ou Gestão serão um bom ponto de partida para quem quer ser gestor de redes sociais. Estes cursos existem nas várias universidades, públicas ou privadas, do país. No entanto, não basta tirar um curso superior ou mestrado, os profissionais desta área precisam de se manter sempre atualizados, pois é crucial para o seu sucesso.

As “melhores práticas” de marketing digital e redes sociais estão sempre em constante mudança. É importante que procurem participar em conferências e seminários dedicados à temática, bem como realizar formações especializadas para potenciar a produtividade e desenvolver novas competências.

Estas formações podem ser presenciais, mas há também cursos online que são, com toda a certeza, uma mais-valia para o currículo dos gestores de redes sociais como, por exemplo, o Atelier Digital da Google.

7 Competências essenciais para um gestor de redes sociais

trabalhar online smartphone

Exercer esta profissão pode exigir que esteja sempre ativo para monitorizar a comunidade que gere. Envolve, também, ser criativo como um artista e, ainda, pensar como um cientista de dados. Continue a ler e conheça as principais competências que um gestor de redes sociais precisa de ter para se destacar e garantir o sucesso.

1. Saber fazer planeamento estratégico

É necessário que compreenda o quadro geral e perceber como a pesquisa, o conteúdo e as redes sociais funcionam em conjunto. É preciso definir metas, público-alvo e saber quais as plataformas adequadas para potenciar o seu trabalho.

2. Saber executar a estratégia

Este aspeto é fundamental para o sucesso de qualquer profissional desta área. Isto significa que precisa de ter atenção aos detalhes ou perceber quem ou o que é preciso para executar diariamente a estratégia planeada.

3. Saber fazer a gestão da comunidade

Gerir redes sociais é criar, observar, conversar e responder à comunidade que segue a sua marca. Isto é, monitorizar tweets, responder aos comentários do Facebook, interagir com os “defensores da marca”, responder aos “trolls” e ao feedback negativo, usando o bom senso e sendo um verdadeiro Relações Públicas.

4. Saber como funciona o conteúdo numa rede social

As redes sociais partilham e ampliam conteúdos, tanto da marca como da comunidade. É necessário que saiba quais os conteúdos que funcionam ou não nas redes sociais.

Significa também que deve saber quais os formatos que funcionam com o seu público-alvo: textos (artigos), vídeo, imagens ou podcasts?

Recorrendo a estes conhecimentos, saberá, assim, gerir os conteúdos da marca de forma a torná-los virais no Twitter, Facebook, Instagram e Pinterest, por exemplo.

5. Ter uma mente criativa

O marketing de redes sociais significa também perceber o processo criativo para conseguir conteúdos que envolvam os clientes não só racionalmente, mas também emocionalmente.

6. Ter capacidades de escrita

As imagens são essenciais, mas bons textos são também essenciais, sendo importante:

  • Um bom título;
  • Uma apresentação envolvente;
  • Um texto estruturado para facilitar a leitura online;

7. Ter capacidades de liderança e comunicação

Manter os superiores informados, a equipa motivada e os clientes entusiasmados e envolvidos com a marca, implica dominar a arte de comunicar, ou seja, deverá dominar a comunicação verbal e escrita.

Veja também