Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Helena Peixoto
Helena Peixoto
30 Out, 2019 - 15:34

Sabe o que é home staging?

Helena Peixoto

O home staging é uma estratégia para conseguir melhores negócios na hora de vender o seu imóvel. Saiba mais.

home staging

Certamente já ouviu falar em home staging. Mas também é normal que não esteja familiarizado com o significado específico do termo. Home, que significa casa e staging, que quer dizer encenação, consiste, nada mais nada menos, na junção dos dois nomes querem dizer: uma encenação da casa em questão

Imaginemos, no fundo, que estamos à procura de uma versão melhorada e imaculada da nossa casa, com aqueles pormenores que só se encontram em revistas e catálogos. É isso que se pretende com o home staging. E porquê? Porque esta técnica ajuda bastante na hora de vender ou arrendar o seu imóvel! 

Está a pensar fazer negócio com a sua casa? Saiba mais sobre esta técnica cada vez mais usada e que tem realmente efeito!

Home Staging: uma tendência que veio para ficar 

O conceito de home staging nasceu no outro lado do oceano, nos Estados Unidos da América (EUA) e começou a ser utilizado para valorizar os potenciais negócios, sejam de compra ou de arrendamento. Posteriormente, começou a perceber-se que esta era uma excelente técnica também para valorizar, por exemplo, casas de charme e imóveis de arrendamento para turismo de habitação

Mas e, então, qual o verdadeiro cerne desta questão? O home staging encena as diferentes divisões em casa, transformando-as em espaços tão bem decorados quanto despersonalizados. E não pense que a despersonalização é uma coisa má; neste caso não é! 

Essencialmente, o home staging transforma as casas num local onde se veja facilmente a viver e a personalizar/adaptar aos seus gostos e personalidade. Quantas vezes já não lhe aconteceu andar à procura de uma casa para comprar e, depois de a visitar, não se conseguir imaginar nesse espaço por estar tão cheio de pertences e objetos personalizados dos antigos moradores? O home staging vem precisamente resolver esta questão! 

sala de jantar

Vantagens do home staging

Dados oficiais de empresas dedicadas ao home staging indicam que, ao recorrer a esta técnica, no caso de turismo de habitação, a taxa de ocupação pode subir até 30% e, no caso das casas para venda, o valor final pode ascender até 15%. 

Esta técnica é assim vista como uma forte vantagem em termos de valorização dos imóveis e como forma de captar uma maior atenção, tanto por parte de potenciais compradores, como para quem queira passar um fim de semana ou umas mini férias numa casa que esteja ao abrigo deste contexto. 

Desvantagens do home staging 

O que é sempre apontado como uma grande vantagem, também pode ser a principal fraqueza deste conceito: a despersonalização do espaço. Se, por um lado, esta técnica ajuda a captar clientes para arrendamentos e a valorizar um imóvel, também há quem dê particular valor a uma casa onde se perceba de quem é, quem lá vive e a história por trás dessa casa. 

Outra das desvantagens é que terá sempre que investir algum dinheiro para levar a cabo o home staging. Se o fizer terá de comprar ou alugar os acessórios e materiais. Caso prefira um produto chave na mão é necessário pagar o serviço! 

5 dicas para conseguir um home staging perfeito

1. Deixar tudo em ordem

Absolutamente essencial no home staging: garantir ordem e arrumação em todos os espaços, sem exceção! Claro que não precisa plastificar os sofás ou algo do género, mas é importante garantir uma boa limpeza e arrumação.

No caso da cozinha, por exemplo, pode deixar alguns utensílios estrategicamente expostos para que a nova família consiga imaginar mais facilmente como serão os momentos de confeção de alimentos nessa casa. 

2. Conhecer os quatro elementos mágicos no home staging 

Iluminação, limpeza, arrumação e decoração. Estes elementos são a chave para um home staging perfeito e sem falhas. Foque-se em cada uma delas, garanta que todas estão aprimoradas e vai conseguir ter frutos desse investimento! 

3. Algo velho, algo novo: como misturar estilos diferentes

Hoje em dia é cada vez mais tendência e no home staging não é diferente. Não tenha receio de misturar estilos! Essa mistura vai até, muito provavelmente, ser o centro das atenções da divisão e o verdadeiro sucesso!

Procure peças interessantes e antigas lá por casa, se precisarem de um tratamento faça-o e exponha-a depois com orgulho! 

4. Pense bem onde vai investir

Se calhar o seu chão está a precisar de uma remodelação. Mas pense bem: imagine que até investe num tipo de chão mais escuro, ao seu gosto, e que as pessoas que lá vão visitar adoram soalhos mais claros? O seu investimento vai sair totalmente furado. É preferível investir em peças acessórias e decorativas do que em coisas mais estruturais. 

5. Personalize, mas não em demasia

Uma casa com alguma personalização é sempre uma casa com alma. Mas, é importante impor alguns limites! Uma coisa é um quadro na parede de um filme que adora, de um local que visitou ou até mesmo uma frase que lhe diga muito. Outra é ter espalhado em todo o lado por exemplo bonecos do Harry Potter; aí já poderá ter passado o limite e pode prejudicar o objetivo final.

Se, por outro lado, prefere contratar este serviço, encarando-o como um importante investimento, saiba que já existem várias entidades que ajudam nesta tarefa.

Veja também