Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Catarina Gonçalves
Catarina Gonçalves
10 Dez, 2019 - 12:13

Investimento de impacto: como ganhar dinheiro a mudar o mundo

Catarina Gonçalves

Aplicar as poupanças nas causas que defende, obter benefício financeiro e ter impacto social é a proposta do investimento de impacto. Conheça-o melhor!

o que é o investimento de impacto

O que é um investimento de impacto? A resposta é simples: trata-se de encarar o dinheiro como uma ferramenta capaz de mudar o mundo, ao aplicar as suas poupanças em causas de impacto social.

Essas causas podem incluir o combate às alterações climáticas, facilitar o acesso a água potável, mitigar a pobreza, financiar as artes ou a ciência… E ainda pode ganhar dinheiro com isso.

Investimento de impacto: o que é e o que faz?

Segundo a Global Impact Investing Network (GIIN), uma organização sem fins lucrativos que promove novas abordagens de investimento, os investimentos de impacto são investimentos feitos em empresas, organizações e fundos com a intenção de gerar impacto social e ambiental mensurável juntamente com retorno financeiro.

Esta modalidade de investimento permite a quem financia os projetos ter um papel ativo na resolução dos problemas que afetam a sociedade. E qualquer pessoa pode ser um desses financiadores.

reunião de trabalho num escritório

O investimento de impacto é rentável?

Em 2018, segundo a estimativa da GIIN, 228 mil milhões de dólares terão sido canalizados para investimentos de impacto, o que representa o dobro do valor alcançado no ano anterior.

Já a consultora mutinacional Mckinsey, prevê que a indústria do investimento de impacto cresça mais de 300 mil milhões de dólares até 2020, enquanto que o Eurosif, uma organização que promove o investimento responsável na Europa, refere que nos últimos seis anos este tipo de investimento cresceu 52%.

Como é que o investimento de impacto gera impacto?

O que distingue o investimento de impacto é a possibilidade de este, além de gerar retorno financeiro, alcançar também objetivos sociais e/ou ambientais específicos.

Por isso observa critérios que vão além dos financeiros para analisar os investimentos e apresenta uma melhor cobertura da realidade e de todos os riscos.

A sustentabilidade está no seu ADN

Este tipo de investimento é uma categoria de investimento socialmente responsável (conhecido como SRI – Social Responsible Investment), que tem por base referenciais para as três dimensões da sustentabilidade:

  • Ambiental (Environment)
  • Social (Social)
  • Governo (Governance)

No investimento socialmente responsável, é avaliado o retorno e impacto em cada uma destas dimensões de sustentabilidade, conhecidas pela sigla ESG, e não apenas na ótica financeira.

Investimento de impacto: como investir?

Na rede do investimento de impacto há ONGs – Organizações Não Governamentais – e vários outros agentes que têm como papel financiar ou agregar fundos para investir em negócios e projetos, alguns dos quais apresentam especificidades temáticas e/ou regionais.

Existem, assim, à disposição várias formas para aplicar as suas poupanças e poder impactar o mundo.

Plataformas de investimento

Um dos instrumentos mais simples de investimento de impacto são as plataformas de empréstimos coletivos, também conhecidos por crowdlending .

crowdlending é uma vertente do crowdfunding, mas em vez de doar o seu dinheiro, através de uma plataforma digital, empresta-o em troca de juros.

Estas plataformas oferecem a qualquer pessoa a possibilidade de financiarem, de forma direta e sem bancos pelo meio, os projetos e empresas que trabalham pelas causas em que acreditam.

Os investidores registam-se, escolhem a entidade e o montante que querem emprestar, e acompanham na plataforma a prestação de contas de quem financiaram, obtendo, periodicamente, o devido juro pelo seu investimento.

Estas plataformas possibilitam assim conceder empréstimos diretamente, ou seja, de pessoas para pessoas (peer-to-peer), e agregar financiamento para quantias elevadas.  

Empréstimos entre particulares: como funcionam e regras
Também lhe pode interessar Empréstimos entre particulares: como funcionam e regras

Títulos de impacto social

Outra forma de investimento de impacto é através da aquisição de títulos de impacto social, também designados por social bonds.

A prioridade destes produtos financeiros, que podem ser cotados em bolsa, é resolver problemas sociais, mediante o recebimento de um retorno financeiro para os investidores.

Quem comprar estes títulos, recebe de volta um valor na proporção em que o problema social que motivou a sua criação for resolvido.

Fundos de investimento de impacto

Os fundos de investimento de impacto funcionam como os fundos de investimento tradicionais, mas investem segundo um determinado objetivo de impacto social/ambiental.

Há fundos de impacto com mais risco e outros que são mais conservadores. A consultora Impact Base disponibiliza um banco de dados de fundos de impacto que à data da redação deste artigo conta com 445 fundos ativos.

Como investir em fundos de investimento: 6 dicas essenciais
Também lhe pode interessar Como investir em fundos de investimento: 6 dicas essenciais

O investimento de impacto vale a pena?

Damos-lhe três motivos pelos quais o investimento de impacto pode valer a pena, fazer a diferença e ser mesmo considerado como o investimento do futuro.

1. Diversificar investimentos

O investimento de impacto dá-lhe a possibilidade de incluir investimentos alternativos na sua carteira, além dos que são oferecidos pela banca tradicional, e que, por esse motivo, ainda não estão explorados.

2. Criar valor a longo prazo

Gerar dinheiro e ao mesmo tempo benefícios para a sociedade é outra das vantagens deste tipo de investimento.

Pela sua natureza, o investimento de impacto é orientado para o longo prazo, reforçando o compromisso entre quem investe nos projetos e as organizações que os põe em prática.

3. Medir impactos sociais e ambientais

A medição dos impactos sociais e ambientais é fundamental neste tipo de investimento. A quantificação do valor social da qual depende a rendibilidade de um produto financeiro de impacto, permite alcançar um benefício efetivo para a sociedade.

O que ter em conta para investir com impacto?

A decisão de investir nos produtos financeiros de impacto não deve, contudo, descurar a leitura da ficha técnica de cada um. Além dos objetivos de impacto social destes investimentos há outros indicadores a que deve estar atento:

  • duração do investimento, projeto, fundo ou outro;
  • taxa de retorno;
  • descrição pormenorizada de como é gerada a rendibilidade do produto financeiro;
  • entidade gestora/responsável pela emissão desses produtos;
  • comissões associadas ao investimento.

Onde investir com impacto: plataformas e projetos

Existem inúmeras possibilidades para aplicar as suas poupanças em soluções inovadoras que procuram responder a problemas reais da nossa sociedade. De seguida, a título de exemplo, damos-lhe conta de algumas plataformas e projetos onde pode investir o seu dinheiro, com uma missão específica.

Plataformas

Go Parity

A Go Parity é a primeira plataforma de investimento colaborativo portuguesa e proporciona acesso ao financiamento direto de projetos de investimento.

Raize

Raize é uma bolsa empréstimos, também portuguesa, onde são as pessoas que financiam as empresas. Através desta plataforma os investidores têm oportunidade de investir diretamente em startups com potencial impacto positivo na sociedade.

Projetos

Estes são apenas dois exemplos de projetos que podem ser financiados. Há muitos outros e com diferentes objetivos.

EVolution

Trata-se de um projeto de equipamento científico e software para um centro de I&D de veículos elétricos que vai evitar a emissão de 71 toneladas de emissão de CO2.

Oysterworld III

Consiste na operacionalização de materiais e métodos produtivos inovadores para produção sustentável de ostras. Poupará a emissão de 59 toneladas de emissão de CO2.

Veja também