Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Luísa Santos
Luísa Santos
29 Mar, 2019 - 17:55

Apple surpreende com novos iPad Mini e iPad Air

Luísa Santos

A marca da maçã surpreendeu os fãs e lançou novas versões do iPad Mini e do iPad Air. A novidade chega antes do evento oficial da marca americana.

Apple surpreende com novos iPad Mini e iPad Air

A família de tablets da Apple há muito que esperava uma atualização, diferente daquela que já conhecemos do iPad Pro. Como tal, a gigante tecnológica americana anunciou o lançamento dos novos iPad Mini e iPad Air, que estarão disponíveis a partir da próxima semana.

iPad Mini e iPad Air: mais eficiência e melhor design

Vamos por partes e nada melhor do que começar com a mais “pequena” de todas: o iPad Mini. A grande novidade pode ser encontrada na capacidade de processamento, que melhorou substancialmente face a 2014, ano em que os iPad receberam a sua última atualização.

Agora, e tal como aconteceu com a família do iPhone XS e com o iPad Pro, o iPad Mini inclui o processador A12 Bionic, até três vezes mais rápido que o anterior componente utilizado. O tamanho do ecrã mantém-se nas 7.9 polegadas, pelo que se espera que caiba numa só mão como, de resto, Tim Cook (CEO da Apple) já deixou adivinhar no Twitter.

ipad mini

iPad Mini | Fonte da Imagem: Twitter/Divulgação

Por sua vez, o iPad Air apresenta um display de 10.5” e, para além de estar mais leve e com um design mais cuidado, é também compatível com o teclado Apple Smart Keyboard, que pode acoplar quando entender para um uso mais profissional. No fundo, acaba por ter um dispositivo mais eficiente, cujo funcionamento se assemelha ao de um computador portátil.

Tanto o iPad Mini como o iPad Air mantêm o Touch ID na parte frontal, embutido no botão home. Isto confirma que, ao contrário do que está acontecer com os smartphones mais recentes, os novos iPad não abdicam do botão convencional.

Mas essa não será a única forma de desbloqueio, até porque o Face ID está também incluído nos novos equipamentos, para além de gestos swipe que pode realizar a uma certa distância do ecrã. No entanto, ao contrário do que seria de esperar, estes gadgets da Apple não incluem a porta USB-C, mantendo a antiga em uso.

O iPad Mini e iPad Air incluem ecrãs LCD substancialmente melhorados face a 2014, para além de incluírem a tecnologia True Tone desenvolvida pela Apple, que permite a apresentação de cores mais vivas e próximas da realidade.

Outra das novidades é o facto de ambos os equipamentos serem compatíveis com o Apple Pencil, uma novidade introduzida pela marca aquando do lançamento do último iPad Pro, em outubro de 2018. Assim, a usabilidade destes tablets passa a ser mais versátil e adaptada a todos os contextos.

ipad air

iPad Air | Fonte da Imagem: Apple/Divulgação

As melhorias estendem-se às câmaras, que agora têm 8MP na câmaras traseiras e 7MP nas frontais. Isto acontece em ambos os modelos, que também suportam a tecnologia de realidade aumentada da Apple que permite, por exemplo, medir objetos à distância recorrendo apenas à câmara do dispositivo.

Ao nível de memória interna, o iPad Mini e iPad Air estarão disponíveis em duas versões: 64GB e 246GB e, à semelhança do que já vem a acontecer, estará também disponível a opção com conectividade 4G (e a possibilidade de inserir um cartão móvel).

A partir do dia 25 de março, já poderá comprar qualquer um dos modelos. O iPad Mini vai custar £399 (aproximadamente 466,48€), enquanto o iPad Air terá um preço inicial de £479 (aproximadamente 560,01€). Ambos os modelos acabam por ser ligeiramente mais caros que outros já no mercado, algo que já vem a ser hábito da marca.

Esta é uma novidade que não se adivinhava, uma vez que o evento oficial da marca ainda não aconteceu. Na verdade, aquilo que se espera é a confirmação oficial do lançamento de uma plataforma de streaming, semelhante a serviços como a Netflix ou a HBO, por exemplo.

Veja também: