Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Viviane Soares
Viviane Soares
29 Jun, 2018 - 10:00

Janeiro de Baixo: a Aldeia do Xisto abraçada pelo Zêzere

Viviane Soares

Conhecida com a aldeia dos cinco parques – infantil, de lazer, desportivo, fluvial e de campismo – Janeiro de Baixo partilha de uma grande cumplicidade com o rio Zêzere.

Janeiro de Baixo: a Aldeia do Xisto abraçada pelo Zêzere

A Aldeia do Xisto de Janeiro de Baixo situa-se no concelho de Pampilhosa da Serra, uma região caracterizada ora por vales profundos e tranquilos, ora por picos agrestes e rochosos. A aldeia fica numa pequena colina a que chamam serra do Muradal. É quase uma península existente no Zêzere, rio que encontrou aqui um duro obstáculo rochoso que teve de contornar.

Com pequenas igrejas e capelas, um moinho escavado na rocha e uma extensa praia fluvial, Janeiro de Baixo é um local onde se sente a harmonia do conjunto de serras, penedos e vales, albufeiras, rios e ribeiras que a envolvem. É, por isso, o sítio ideal para uma escapadinha de verão, pois além de poder explorar as tradições e a beleza paisagística da região, poderá ainda refrescar-se num dos rios mais bonitos do país.

Janeiro de Baixo: o que visitar e onde ficar

janeiro-de-baixo

Conhecida com a aldeia dos cinco parques – parque infantil, de lazer, desportivo, fluvial e de campismo – Janeiro de Baixo destaca-se ainda pelo património construído e pelo património natural de valor incalculável, quer do ponto de vista geológico, quer do ponto de vista visual e paisagístico. Se estiver pela região, não deixe de visitar a aldeia da outra margem do rio – Janeiro de Cima – e ainda os seguintes locais:

Garganta do Zêzere – integrado no Geopark Naturtejo

janeiro-de-baixo
janeiro-de-baixo

A Garganta do Zêzere é um corte geológico existente num local também conhecido por Malhada Velha, fundamental para testemunhar a história geológica do território dos últimos 600 milhões de anos.

Para além de um miradouro, a vertente que integra a margem esquerda também tem um antigo ninho de águias transformado num aprazível parque de merendas, de onde para além dos icnofósseis que ali existem, pode contemplar o Zêzere que corre neste vale profundo e sinuoso.

Embora o destaque vá para o rio, a vista para as montanhas é deslumbrante: as serras da Gardunha e da Estrela, com uma perspetiva privilegiada do magnífico vale glaciário de Alforfa, rasgado nos granitos, os alinhamentos montanhosos quartzíticos da Serra do Muradal e dos Penedos de Góis e as serras do Açor, Lousã e Cabeço Rainha.

Barragem de Santa Luzia

janeiro-de-baixo
janeiro-de-baixo

Construída entre dois enormes rochedos, a Barragem de Santa Luzia é uma das zonas paisagísticas mais deslumbrantes do concelho de Pampilhosa da Serra e de todo o território das Aldeias do Xisto.

Aqui poderá fazer canoagem, passeios pedestres, escalada, pesca, actividades náuticas, ou simplesmente deixar-se estar a banhos na piscina flutuante. Também com o apoio doCentro de BTT poderá partir à descoberta dos mais de 122 Km de trilhos sinalizados, com quatro níveis de dificuldade.

Enquadra-se no tipo de barragem de montanha e recebe água das ribeiras do Vidual e Unhais, bem como da albufeira do Rio Ceira, através de um túnel.

Onde ficar?

1. Casa de Janeiro

janeiro-de-baixo
janeiro-de-baixo

Com um ambiente muito confortável e acolhedor, a Casa de Janeiro é uma das opções de alojamento nas redondezas de Janeiro de Baixo. Fica situada na Aldeia do Xisto de Janeiro de Cima, do outro lado do rio. Aqui, o preço de um quarto duplo ronda os 60€/noite.  Conheça melhor a Casa de Janeiro >>

2. Casa da Pedra Rolada

janeiro-de-baixo
janeiro-de-baixo

A Casa da Pedra Rolada disponibiliza dois quartos duplos e uma suite para os seus hóspedes. Com cozinha e casa de banho totalmente equipadas, a casa é alugada em regime de exclusividade. Para 6 hóspedes, o preço ronda os 160€/noite. Conheça melhor a Casa da Pedra Rolada >>

3. Casa da Cova do Barro

janeiro-de-baixo
janeiro-de-baixo

Esta casa tem todas as comodidades de que precisa para relaxar e desfrutar da região.Um quarto para duas pessoas, com acesso a todos os espaços comuns, incluindo a piscina, ronda os 60€/noite. Conheça melhor a Casa Cova do Barro >>

Veja também: