Inês Silva
Inês Silva
07 Set, 2019 - 07:00
Manipulação no trabalho: saiba reconhecer os sinais

Manipulação no trabalho: saiba reconhecer os sinais

Inês Silva

Sente que sofre de manipulação no trabalho? A melhor maneira de acabar com essa situação é reconhecer os sinais. Descubra quais são.

O artigo continua após o anúncio

Podemos gostar mais ou gostar menos do nosso emprego, mas não é suposto o trabalho fazer-nos sentir mal. Mas, às vezes, este desconforto não é só o resultado de algum episódio menos bom da vida profissional. Se todos os dias é perseguido por sentimentos de medo e angústia, saiba que pode estar a sofrer de manipulação no trabalho.

Sente-se angustiado ou com medo de ir trabalhar porque não sabe o que esperar do seu chefe? Tem medo de partilhar pensamentos e ideias em reuniões por causa de possíveis reações negativas ou um colega ofereceu-se para o ajudar e depois fez questão de usar esse “favor” como moeda de troca, fazendo-o sentir-se em dívida?

Sabe qual é o denominador comum nestas situações? A manipulação exercida sobre si. Em todos esses casos está a ser manipulado e talvez nem se aperceba isso. O problema da manipulação é o querer controlar. É usada para ganhar poder numa situação, permitindo que um lado fique com todas as vantagens, enquanto o outro se sente desmoralizado.

Um manipulador controla os comportamentos e decisões dos outros para conseguir o que quer. O resultado é um ambiente de trabalho tóxico que não só desmotiva, como também impede o seu sucesso. Como é que pode evitar ou reverter a manipulação no trabalho? O primeiro passo a dar é reconhecer os sinais que está a ser manipulado.

7 sinais de que está a sofrer de manipulação no trabalho

trabalho stressante

1. Tem medo de ir trabalhar de manhã

O despertador toca e a única vontade que tem é de chorar agarrado à almofada. Tente perceber o que o incomoda, se é alguma tarefa em particular ou se é o relacionamento com um colega ou chefe que origina esse desconforto.

2. Tem vontade de chorar ou sente-se deprimido sempre que está com essa pessoa

Este é o maior sinal de que algo está mal. No início, pode nem perceber o que está acontecer porque está constantemente a ceder aos pedidos ou necessidades dessa pessoa, limitando a sua autodeterminação. Mas mais cedo ou mais tarde, a sua autoestima vai cair, vai perder a autoconfiança e o seu comportamento geral vai mudar.

Este tipo de relacionamento é tóxico, vai toldar a sua capacidade de afirmar os seus valores e avançar na sua carreira.

3. Sente-se em dívida para com determinada pessoa

Fazerem-no sentir-se obrigado a algo é uma forma de manipulação como é o caso de, por exemplo, retribuir um favor ou concordar em fazer algo que o incomoda. No caso de não aceitar fazer o que lhe pedem, o manipulador vai arranjar uma forma de o fazer sentir-se culpado, mesmo que tenha um bom motivo para se recusar a fazer seja o que for.

O artigo continua após o anúncio

Continuar com uma situação destas, vai impedi-lo de avançar para novas responsabilidades com medo de assumir novas “obrigações”.

4. Alterou o seu comportamento para se adaptar ao relacionamento com essa pessoa

Pode ter mudado o seu comportamento, abordagem ou até mesmo os seus princípios por causa de se relacionar com um manipulador. No entanto, a verdade é esta: essa pessoa ainda não está satisfeita, nem nunca vai ficar.

Esse tipo de toxicidade é aquela em que nunca se consegue fazer alguém feliz, não importa o que faça ou quem seja. Nesta situação nunca ficará à vontade e haverá sempre um peso sobre o relacionamento que o fará sentir desconfortável.

Síndrome de burnout: o que é e como se manifesta
Veja também Síndrome de burnout: o que é e como se manifesta

5. Não consegue prever a reação da pessoa

Os manipuladores são pessoas que num minuto são doces e no outro são a personificação do terror. Não são pessoas apenas aborrecidas ou zangadas por algum motivo plausível. São pessoas que do nada explodem sem que consiga perceber quando isso vai acontecer. Esse tipo comportamento leva-o a questionar-se sobre o que terá feito de errado. A resposta é: nada, não fez nada de errado. O problema não está em si.

6. Sente-se desvalorizado

Não importa qual é a sua opinião, pois ela será sempre desvalorizada. Vão dizer que é estúpido e que a sua ideia é parva. Acredite, vai ficar bem claro que a sua opinião não é desejada.

Em relação ao reconhecimento das suas conquistas profissionais, um manipulador dirá que não merece esse reconhecimento e que “não é grande coisa”.

Também o podem fazer de forma subtil, sem olhar para si enquanto fala ou tenta falar sobre o seu trabalho, murmurando e sem o ouvir realmente: estão a desvalorizá-lo.

7. O seu corpo está a sofrer alterações por causa do stress

Onde e como trabalhamos são fatores que têm impacto no nosso corpo. A manipulação, ainda que não percebida conscientemente, pode causar angústia e stress. Se está a perder peso, a engordar, sente dores, tem ataques de pânico e ansiedade, faça uma reflexão sobre os seus relacionamentos no local de trabalho.

O artigo continua após o anúncio

Como acabar com a manipulação no trabalho

A melhor maneira de deixar de sofrer manipulação no trabalho é, em primeiro lugar, fazer tudo o que puder para impedir que tal aconteça. É importante que defina limites desde o início e explicar que não vai alterar o seu comportamento perante coisas que atentem contra os princípios em que acredita.

Se já estiver envolvido numa relação de profissional de cariz manipulador, reserve um tempo para redefinir as expectativas em relação a essa pessoa e corte o mal pela raiz antes que esta situação afete a sua carreira profissional, saúde e bem-estar mental.

Veja também
Partilhar Tweet Pin E-mail WhatsApp