ebook
GUIA DO IRS
Patrocinado por Reorganiza
Catarina Milheiro
Catarina Milheiro
25 Mai, 2022 - 11:21

Escovas elétricas vs escovas manuais: qual escolher?

Catarina Milheiro

Uma boa higiene oral depende de vários fatores. Serão as escovas elétricas melhores do que as manuais? Saiba tudo.

As 3 melhores escovas de dentes elétricas do mercado

Quando o assunto é a higiene dentária, uma das principais dúvidas dos pacientes está relacionada com a utilização de escovas elétricas ou manuais.

Provavelmente, na sua última ida ao dentista, já se questionou se aquela escova de dentes elétrica em exibição no consultório é verdadeiramente melhor do que as escovas manuais.

Na verdade, fatores como a técnica de escovagem, a duração da mesma, a frequência com que escovamos os dentes e o tipo de escova que usamos, afetam diretamente a nossa saúde oral.

Para o ajudar a decidir qual a melhor escova de dentes para si é essencial compreendermos quais os tipos que estão disponíveis no mercado e as diferenças entre eles. Fique connosco.

Escovas elétricas vs escovas manuais: conheça as diferenças

Afinal, devemos utilizar escovas elétricas ou manuais? Como sabemos qual o tipo de escova mais indicado para nós? Primeiro devemos começar por entender que tipos de escovas de dentes existem, para depois podermos fazer a nossa escolha.

Assim, estão disponíveis no mercado 3 principais tipos de escovas:

  • Escova de dentes manual: conhecida por todos nós, é o tipo de escova mais comum. É composta por um cabo e uma cabeça com filamentos em nylon;
  • Escova elétrica com cabeça rotativa: trata-se da escova elétrica mais conhecida pelas pessoas em geral, sendo que existem diferentes tipos de tecnologia dependendo do modelo e ainda a possibilidade de substituir a cabeça;
  • Escova elétrica com cabeça oscilante: é uma opção que funciona como um meio termo entre as duas opções anteriores. Tem uma cabeça bastante parecida com a manual, mas permite uma ligeira vibração e, por isso mesmo, uma limpeza mais eficiente.

As vantagens das escovas elétricas

São vários os dentistas que recomendam a utilização das versões elétricas para uma boa higiene oral. Por isso, se também se questiona por que razão deve usar uma escova elétrica fique atento às vantagens associadas – são surpreendentes.

1.

Facilidade de utilização

As escovas de dentes elétricas são extremamente fáceis de usar. Principalmente para pessoas com pouca destreza manual, é mais fácil garantir uma boa limpeza dos dentes com este tipo de escovas.

2.

Modos de escovagem

Existem diferentes modos de escovagem, dependendo do modelo de escova de dentes elétrica. Por exemplo: para dentes sensíveis podem mesmo existir programas específicos para proteger as gengivas.

3.

Lembretes digitais

É verdade! Algumas das opções elétricas possuem mensagens para o relembrar de que está na altura de substituir a cabeça da escova, por exemplo.

4.

Temporizadores

Sabia que 2 minutos é o tempo de escovagem recomendado? Por isso mesmo, este tipo de escova de dentes elétrica aciona um temporizador com essa duração. E o mais surpreendente ainda é o facto de algumas delas dividirem esse tempo em conjuntos de 30 segundos, para separar a lavagem dos 4 quadrantes da boca.

5.

Sensores de pressão

Muitas escovas deste tipo vêm devidamente equipadas com um sensor capaz de o avisar quando está a exercer demasiada força sobre as gengivas.

6.

Sistema de oscilação e rotação

Dependendo do modelos, a escova de dentes elétrica está equipada com um sistema de oscilação e/ou rotação. Algo bastante eficaz na remoção da placa bacteriana.

Então qual é o tipo de escova mais eficaz?

Como podemos ver, as versões elétricas são uma opção muito mais completa para quem pretende ter uma higiene dentária eficaz.

Afinal, só o simples facto de serem compostas por uma cabeça pequena, faz com que sejam mais eficazes na remoção da placa bacteriana alcançando zonas de difícil acesso.

Para além disto e tendo em consideração a alta tecnologia utilizada em comparação com uma escova manual, as elétricas podem ser mais compensatórias em termos monetários.

Ou seja, apesar de as escovas manuais serem normalmente eficazes quando bem utilizadas, a verdade é que devem ser trocadas de 3 em 3 meses – principalmente para quem sofre de gengivites ou periodontites.

Ora, ao optar por investir numa escova elétrica, a longo prazo, poderá ser bem mais económico. Basta que vá comprando apenas os packs de cabeças novas para substituir.

Mas mais importante ainda do que optar pela escova de dentes mais indicada para si é garantir que faz uma limpeza completa e eficaz. Por isso, em caso de dúvida contacte sempre o seu dentista.

3 sugestões elétricas

Já tomou a sua decisão e precisa agora de escolher a compra ideal para si? Confira algumas das nossas sugestões e compare as opções.

Escova de dentes elétrica ORAL-B Vitality 100 Cross Action

Tecnologia 2D, para remover mais placa bacteriana. Com temporizador.

Preço:22.99€

Escova elétrica júnior

Temporizador incorporado de 2 minutos, com alertas a cada 30 segundos para os mais novos mudem a escovagem para uma zona diferente da boca.

Indicada a partir dos 6 anos.

Preço:31.99€

Escova elétrica 3 em 1 SONIC BEAUTY

Pode alterar entre diferentes cabeças para: limpeza dental, facial ou do contorno dos olhos.

Disponível em várias cores.

Preço:24.95€
Veja também