Marvin Tortas
Marvin Tortas
27 Ago, 2018 - 00:00
Os 10 melhores Fiat de sempre

Os 10 melhores Fiat de sempre

Marvin Tortas

É seguramente uma das marcas italianas mais carismáticas e caricatas de que há memória. Conheça quais são os 10 melhores Fiat de sempre.

O artigo continua após o anúncio

A Fiat é um dos fabricantes de carros mais carismáticos da história do automobilismo, e apesar dos seus mais de 118 anos de história, continua de pedra e cal entre os maior construtores mundiais, e nós vamos dizer-lhe quais foram os 10 melhores Fiat de sempre.

A história da Fiat começou em Julho de 1899, quando Giovanni Agnelli fundou a Fábrica Italiana Automobilística de Turim. A Fiat, quando foi fundada, aproveitou um forte apoio do estado italiano e começou também a investir em várias áreas para além do automobilismo, nomeadamente a construção de tratores, comboios, máquinas para construção e até de aviões, nomeadamente o Fiat G.91, um caça que serviu a Força Aérea Portuguesa entre 1966 e 1993.

A história da Fiat no automobilismo não se resume apenas à venda de automóveis para passageiros, mas contempla também vários sucessos em grandes provas de velocidade e de ralis. A Fiat lidera ano após ano o mercado italiano e brasileiro na venda de automóveis, e alguns dos melhores Fiat de sempre são hoje em dia verdadeiras peças de museu com um valor estimado em centenas de milhares de euros.

Conheça então quais são, para nós, os 10 melhores Fiat de sempre e o porquê de termos escolhido estes modelos.

10 melhores Fiat de sempre

1. Fiat S76

“A besta de Turim”. Esta era alcunha dada ao Fiat S76, um carro construído especialmente pela Fiat em 1910 para bater o recorde de velocidade em terra. Apenas duas unidades foram fabricadas: uma para testes, e outra para a tentativa de bater o record, e a verdade é que essa tentativa foi mesmo consumada. Este carro era tudo aquilo que um super desportivo não deve ser. Pesava uns estonteantes 1800kg, e a sua aerodinâmica não era nada trabalhada, mas no entanto, o motor de (imagine só) 28 300 de cilindrada (o seu carro atual deverá ter um motor entre 1 200 e 2 000 de cilindrada) debitava uns impressionantes 290 cavalos de potência, e impulsionaram este automóvel até aos 213 km/h, levando-o a entrar a toda a velocidade para a história não só como um dos melhores Fiat de sempre, mas também como um dos carros mais importantes de sempre.

 

2. Fiat 500

O original Fiat 500 conta já com mais de 60 primaveras, e a sua popularidade nunca esteve tão em voga como nos dias de hoje. Se tem em mente fazer algum dinheiro com um carro, então pense em investir num Fiat 500 original, pois estes carros estão a valorizar exponencialmente. O modelo é um verdadeiro ícone da marca italiana e um dos mais vendidos de sempre na história da Fiat. O original Fiat 500 foi uma espécie de Carocha italiano, que permitiu a que todas as famílias tivessem um carro para se deslocarem entre as várias cidades de uma forma estilosa (como é cariz da cultura italiana), confortável, e que mesmo assim pudessem estacionar o seu automóvel em qualquer que fosse o espaço.

 

3. Fiat 600

Este é o “irmão maior” do pequeno Fiat 500. Embora possa não ser tão pequeno e tão atraente como o 500, este carro é sempre bem recebido por onde quer que passe, e não há ninguém que não ache “fofo” um pequeno carro italiano. Este carro foi extremamente popular nos anos 70, mas infelizmente a oferta em Portugal não é muita, e de momento a procura também não, pelo que os preços pedidos por um destes modelos não são muito altos. Pela história e pela importância, a tendência deste valor é para subir nos próximos anos.

 

4. Fiat Dino

O Dino foi um dos primeiros carros puramente desportivos produzidos pela marca italiana entre 1966 e 1974. O motor era um V6 e era uma versão derivada do Ferrari Dino, produzido pela outra marca italiana muito famosa, a Ferrari, e produzia 178 cavalos de potência. A produção de um carro usando um motor Ferrari antes da compra da mesma pela Fiat em 1969, apenas ocorreu devido à necessidade da Ferrari ter um motor V6 usado num carro de produção e que tivesse, no mínimo, 500 unidades vendidas num período de 12 meses, para assim poder usar este motor no campeonato de Fórmula 2.

O artigo continua após o anúncio

 

5. Fiat 124 Spider

O Fiat 124 Spider foi produzido entre 1966 e 1980 e é sem dúvida um dos carros mais bonitos de sempre, até mesmo nos padrões de hoje. Desenhado pelo Sr. Pininfarina, um dos mais conhecidos designers de automóveis de sempre, este carro fazia ia fazendo sucesso por todas as terras italianas e não só, sobretudo em Cinqueterre e na Riviera francesa, onde frequente ver estes carros passar e  ombrear no que toca a estilo com outros Ferrari e Aston Martin da época.

 

6. Fiat 131 Abarth

O Fiat 131 Abarth foi aquele que impulsionou a Fiat no mundo do desporto motorizado, e por isso merece um lugar de destaque entre os melhores Fiat de sempre. Venceu por três vezes o campeonato mundial de ralis, em 1977, 1978 e 1980. Este é um dos mais raros Fiat de sempre pois apenas 400 unidades foram vendidas e como tal é um dos mais valiosos desta lista.

 

7. Fiat Uno Turbo IE

Este carro faz parte do clube dos “caixotes rápidos”, onde podemos inserir também o Volkswagen Polo G40 ou o Citroen AX. Este carro, embora partilhasse a carroçaria com o Fiat Uno vulgar (um modelo com uma estética muito simples e pouco apelativa), não tinha mais nenhuma semelhança com esse modelo. O Fiat Uno Turbo IE estava equipado com um motor 1.4 turbo que a altas rotações fazia este carro ganhar uma nova vida. O Fiat Uno Turbo IE debitava 118 cavalos de potência e era um dos carros de pequenas dimensões mais veloz da sua época.

 

8. Fiat Coupe

O Fiat Coupe foi outro dos carros desenhado nos escritórios do Sr. Pininfarina. Foi um dos modelos desportivos mais vendidos de sempre pela Fiat. Foram produzidas 72 762 unidades. O Fiat Coupe estava disponível com duas motorizações: um motor atmosférico de 1.8 cm3 e 133 cavalos, ou um motor turbo de 2.0 cm3 de 223 cavalos. Ambas as versões faziam deste um dos Fiat mais rápidos em produção, e passados mais de 25 anos desde a sua apresentação, o seu design ainda chama a atenção por onde quer que passe.

 

9. Fiat Multipla

É sem dúvida um dos carros mais feios de sempre. O Fiat Multipla não é bonito, no entanto, teve a honra de ser exposto no Museu de Arte Moderna de Nova Iorque em 1999, e nesse mesmo ano foi galardoado como “carro do ano”. Mas, como é que um carro tão feio pode ser tão importante? Bom, tal como o Fiat 500 nos anos 60 permitiu que o povo pudesse ter um carro, o Fiat Multipla, nos anos 2000 permitiu que as famílias mais numerosas, graças a uma bizarra configuração de 3+3 lugares, tivessem um carro confortável e espaçoso para se descolarem, a um custo muito baixo.

 

10. Fiat 500 Abarth

A Abarth está para a Fiat como a AMG está para a Mercedes, ou a divisão M está para a BMW. Desde sempre foram responsáveis por pegar em simples modelos da marca italiana e trasnforma-los, sem olhar a meios, em carros cheios de peculiaridades mas extremamente rápidos, e a nova versão do Fiat 500 não será exceção e será também seguramente um dos melhores Fiat de sempre. Com um motor 1.4 de 135 cavalos, este carro peso pluma acelera como poucos e permite momentos de pura diversão ao volante. É o perfeito foguetão da cidade, e assim será lembrado no futuro.

 

Veja também: