Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Marvin Tortas
Marvin Tortas
03 Mar, 2020 - 11:30

AA 01 AA. Já foi emitida a primeira matrícula da nova sequência

Marvin Tortas

A partir de agora, todas as viaturas novas e importadas serão registadas com a nova sequência de matrículas em Portugal. Esta combinação permitirá 28 milhões de registos.

Carros a circular numa ponte

Tal como já aconteceu no passado, a sequência de matrículas com 2 algarismos, duas letras e mais dois algarismos (00-AA-00) esgotou as mais de 5 milhões de combinações que permitia.

A combinação que vigorou até finais de Fevereiro 2020 e que começou em 2005, chegou ao fim e a nova sequência de matrículas em Portugal teve início a 3 de Março de 2020.

Depois de tantos anos a seguir-se esta combinação que todos conhecíamos, agora, as novas matrículas passarão a combinar-se 4 letras com 2 algarismos. Desta forma, o novo modelo obterá o estilo “AA 00 AA”.

No entanto, a primeira chapa de matrícula atribuída com este novo formato registou a combinação “AA 01 AA”, uma vez que o registo “AA 00 AA” ficou “reservada pelo Instituto da Mobilidade e dos Transportes (IMT) para memória futura”.

Por sua vez, o 1º automóvel a receber a nova sequência de matrículas foi um carro elétrico, avança o IMT.

NOVA sequência de matrículas em Portugal: o que mudou

carros estacionados no Porto

Instituto da Mobilidade e dos Transportes (IMT) refere que esta nova combinação garante maior longevidade do que as anteriormente utilizadas, pois serão utilizadas letras que outrora eram excluídas. Na sequência do Acordo Ortográfico, as letras Y, K e W começarão a fazer parte da nova série de matrículas em Portugal.

De acordo com a mesma fonte, esta nova série de matrículas irá possibilitar a criação de combinações suficientes para atribuir cerca de 28 milhões de matrículas em Portugal.

O IMT espera que a nova sequência tenha uma longevidade maior, já que, também pela primeira vez, vão ser usadas as letras Y, K e W. Isto vai, claro, permitir um maior número de combinações.

De fora destas novas combinações de matrículas ficarão apenas conjuntos de letras que colocadas lado a lado possam formar palavras obscenas ou menos próprias.

Também as novas matrículas deixam de ter a inscrição lateral a amarelo do ano e mês da viatura, tal como acontecia nas viaturas anteriores aos anos 2000. Recorde-se que Portugal era o único dos 28 Estados-Membro da Unuão Europeia que apresentava estes elementos na respetiva chapa de matrícula.

A par do fim da faixa amarela que mencionava a idade do veículo, as letras e números das novas matrículas deixarão de estar separadas por pontos. Ambas as medidas visam uniformizar as matrículas portuguesas com os registos dos restantes países membro da comunidade europeia.

Segundo indica o Decreto de Lei 02/2020, as matrículas anteriores ao novo formato poderão abandonar a separação dos algarismos e letras por pontos e deixar de contemplar a data de construção do automóvel.

As matrículas portuguesas já usavam mais números que letras há mais de 80 anos. Além da atual geração de matrículas no formato 00-AA-00, as anteriores sequências de quatro algarismos e duas letras, nas combinações possíveis (e chapas diferentes) foram usadas entre 1992 e 2005 e 1937 e 1992, o que também permite ter uma perspetiva interessante do número de matrículas que vai sendo atribuído todos os anos.

Matrículas especiais

A entidade competente para a requisição e atribuição de matrículas a veículos novos é o IMT pelo que, quem tiver a legitimidade para proceder à importação, admissão ou introdução de veículos em território nacional – seja um pessoa singular ou coletiva – deve apresentar um pedido nos Serviços Regionais e Distritais do IMT da sua área de residência ou na própria sede do mesmo.

Assim sendo, os proprietários dos veículos não terão necessidade de efetuar qualquer ação no sentido da atribuição da nova série de matrículas.

Ao nível das matrículas especiais, quando entrar em vigor a nova série de matrículas em Portugal, certas regras manter-se-ão. Contudo, o modelo de matrícula “AP-00-00” é reservado e destinado exclusivamente a veículos da Marinha Portuguesa.

As matrículas “MX-00-00” continuarão reservadas às viaturas do Exército Português, e as as Força Aérea Portuguesa manterá também os registos “AM-00-00“.

As matrículas com sequência “GNR X-0000” são reservadas a veículos da Guarda Nacional Republicana (GNR).

Entre outros casos, como as matrículas reservadas a diplomatas ou funcionários em missões internacionais, terão também as suas atualizações previstas.

Veja também