Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Ana Duarte
Ana Duarte
07 Jun, 2018 - 10:48

Descubra tudo o que a Apple sabe sobre si

Ana Duarte

Quer saber o que a Apple sabe sobre si? A Apple disponibiliza um recurso que permite o download dos dados dos seus utilizadores. Saiba como utilizá-lo.

Descubra tudo o que a Apple sabe sobre si

Quer descobrir o que a Apple sabe sobre si? A empresa americana atualizou a sua política de privacidade no dia 22 de maio de 2018, em grande parte devido ao novo Regulamento Geral de Proteção de Dados da União Europeia, que entrou em vigor no dia 25 de maio de 2018.

Nessa atualização está incluída uma ferramenta que permite ao utilizador saber todos os dados que a Apple tem sobre si e fazer download dos mesmos (à semelhança do que já acontece com a Google e o Facebook, por exemplo). Para já, este recurso só está disponível em algumas regiões.

O que a Apple sabe sobre si e como obter esses dados

A Apple atualizou a sua política de privacidade. No site da gigante tecnológica o utilizador pode, após fazer login, gerir os seus dados: obter uma cópia dos dados (apenas em algumas regiões, tal como na União Europeia, é possível descarregar os dados da iCloud, o que mostra tudo o que Apple sabe sobre o utilizador), corrigi-los, desativar e/ou eliminar a conta Apple.

Dados

Fonte da imagem: Apple/Divulgação

O primeiro passo é ler atentamente tudo o que está escrito acerca da política de privacidade, clicando em “Saiba como a Apple protege a sua privacidade”.

Depois, de modo a saber tudo o que a Apple sabe sobre si e obter os dados, clique em “Começar”, abaixo da opção “Obter uma cópia dos seus dados”. Vai ter acesso a uma página onde tem a opção de selecionar separadamente os dados que pretende descarregar, podendo também descarregar toda a informação de uma vez só.

A descarga inclui dados de utilização de apps, informações de atividade em folhas de cálculo (ou noutros formatos), documentos, fotografias, vídeos, contactos, calendários, marcadores e e-mails.

Antes de dar início ao download desta informação, a empresa vai entrar em contacto com o utilizador que solicitou o acesso aos ficheiros, de forma a confirmar a sua identidade. De acordo com a Apple, o processo de download dos dados leva até sete dias. “De forma a garantir a segurança dos seus dados, este tempo de espera será utilizado para confirmar que o pedido foi efetuado por si”, explica a Apple.

Assim que a identidade do utilizador estiver confirmada, a empresa vai reunir os dados e enviá-los ao utilizador em formato .zip, endereçando a password de desbloqueio da pasta através de um e-mail separado.

Caso o utilizador encontre erros nos dados, pode pedir à Apple que corrija os erros. A empresa avisa que “pode declinar pedidos que sejam frívolos e ponham em risco a privacidade dos outros, que são não sejam práticos ou cuja lei local não preveja o direito ao seu acesso”.

Veja também: