Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Marta Maia
Marta Maia
28 Jul, 2018 - 11:00

O que comprar (e não comprar) em julho: 8 produtos para anotar

Marta Maia

O verão está aí em força e há coisas que já tem na lista há algum tempo. Chegou a hora de comprá-las! Saiba o que comprar (e não comprar) em julho.

O que comprar (e não comprar) em julho: 8 produtos para anotar

Os dias ainda não estão assim muito convincentes, mas o verão está inegavelmente aí e temos de viver com o sol que a Natureza nos dá (ou não).

Nos dias em que está de férias, mas a temperatura não chama para a praia, pode aproveitar para ver umas montras e comprar algumas pechinchas que só encontra nesta altura do ano – evitando outras a que tem mesmo de resistir! Saiba o que comprar (e não comprar) em julho?

O que comprar em julho?

É o primeiro mês verdadeiramente quente em muitas cidades, o comércio já fervilha e todos temos as férias mais ou menos a uns dias de distância. Bom tempo chama por mudanças, renovações e limpezas de armário, e isso pode significar bons negócios para quem quer fazer boas compras.

1. Calçado de verão

calcado

As lojas já entraram em saldos, as novas coleções já deixaram de ser novas e ainda há muitos pares (e tamanhos) por vender. Se está a precisar de calçado fresco, este é o momento de olhar para as montras e comprar, aproveitando bons descontos sem estar limitado aos tamanhos que ninguém usa.

2. Sistemas de arrefecimento

ar condicionado

É verão, está calor e muita gente percebeu agora que o que faz mesmo falta lá em casa é uma ventoinha. Sabe quem também sabe disto? Os supermercados e as lojas de eletrodomésticos!

Graças à maravilhosa lei da concorrência, em julho as marcas entram em competição para venderem os produtos mais procurados, e isso significa promoções muito simpáticas em sistemas de ar condicionado e ventoinhas. Comece a guardar os folhetos e vai ver que encontra finalmente uma boa oferta!

3. Mobiliário

mobiliario

Pense lá quantas vezes recebe o catálogo do Ikea no correio: duas vezes por ano, uma na altura da Páscoa com as ofertas de verão e outra em setembro com as ofertas de inverno. Ora, isto quer dizer que por esta altura os amigos suecos já estão focados nos enfeites de Natal e estão dispostos a começar a escoar o stock de verão para libertar espaço.

Traduzido por miúdos? Saldos! Promoções, descontos, campanhas… e a boa notícia é que esta política é seguida por muitas outras marcas de mobiliário, por isso, pode começar a olhar para a sua casa e a anotar o que gostava de trocar.

4. Produtos em segunda mão

artigos em segunda mao

Quaisquer produtos: tecnologias, brinquedos, mobílias… Em mês de férias há muitas famílias que olham para a conta bancária e percebem que foram cigarras em vez de formigas, por isso agora não têm a poupança necessária para pagar aquele descanso tão ansiado. Solução: tentar encontrar rendimentos alternativos.

Nos sites de produtos em segunda mão encontra, por esta altura, muitas novas ofertas de quem na verdade só quer um dinheiro extra para ir a um festival ou viajar uns dias. Aproveite para fazer bons negócios e comprar produtos em bom estado a preços muito simpáticos.

O que não comprar em julho

Lá porque é verão e o subsídio de férias já caiu na conta, não se deixe embalar e não compre de tudo o que vê. Tal como há produtos a preços que só encontra nesta altura, também há coisas que pode bem esperar uns meses para comprar quando houver mais campanhas ou mais oferta.

1. Roupa de festa

roupa de festa

Se tem um casamento no verão e ainda não tem roupa, lamentamos mas a sua tarefa acabou de ficar mais difícil. Como muitos casais escolhem o mês de maio para a boda – e por essa altura o tempo já permite uma vestimenta fresca -, as roupas de festa estão muito escolhidas.

Se tem um casamento depois do verão – ali entre setembro e outubro, o ideal é esperar mais um mês, pelo menos, até as lojas começarem a receber a coleção de inverno. Em roupas de festa os tecidos nunca são demasiado pesados e não encontra propriamente golas altas, por isso pode perfeitamente usar os modelos novos mesmo que o tempo ainda não tenha arrefecido muito.

2. Material escolar

material escolar

Esta é óbvia, não é? A meio de agosto já os supermercados vão entrar-nos furiosamente pelos olhos adentro com promoções de material escolar. Não falta muito para lá chegarmos, por isso, vá com calma e não compre nada para já.

3. Computadores

computadores

Sabemos que andam por aí umas promoções de verão, mas repare que é tudo muito focado em tecnologias leves ou de baixa qualidade, porque a ideia é mesmo vender aquele computador pequenino só para publicar as fotos das férias no Facebook.

Se quer comprar um computador a sério, espere até começarem as promoções de regresso às aulas – não as de agosto, mas as de setembro, quando as lojas de tecnologia promovem computadores mais potentes para os estudantes universitários.

4. Roupa de verão para criança

roupa criancas

Mais um produto que as promoções de regresso às aulas trazem para nossa casa a preços irrisórios. Mesmo havendo lojas em saldos, espere mais um pouco: quando começarem as promoções escolares as lojas vão descer ainda mais os preços da roupa de verão para poderem aplicar as promoções à roupa da nova coleção.

Fazer boas compras é uma questão de planeamento, paciência e capacidade de análise. Tente perceber padrões nos comportamentos das marcas e vai ver que rapidamente se torna um profissional dos descontos!

Veja também: