Ekonomista
Ekonomista
22 Mar, 2019 - 11:16
Novo tarifário coloca passes de autocarros entre 30 e 40 euros na Madeira

Novo tarifário coloca passes de autocarros entre 30 e 40 euros na Madeira

Ekonomista

Redução tarifária nos transportes públicos na Madeira entra hoje em vigor e permitirá às famílias poupar até dois salários mínimos regionais (1300 euros por ano).

O artigo continua após o anúncio

Redução tarifária nos transportes públicos na Madeira entra hoje em vigor, passando os utentes a pagar entre 30 e 40 euros mensais, conforme as viagens se efetuem dentro ou para fora do seu concelho.

Tal como avançou o vice-presidente do executivo regional, Pedro Calado, o programa de redução tarifária permitirá às famílias poupar até dois salários mínimos regionais, ou seja, 1.300 euros por ano, conforme as ligações que efetuarem.

A medida incide em toda a ilha da Madeira devido à adesão dos cinco operadores regionais de autocarros (quatro privados e um público): a SAM – Sociedade de Automóveis da Madeira, a Rodoeste, a Empresa de Automóveis do Caniço, a Companhia de Carros de São Gonçalo e a Horários do Funchal (pública).

Esta medida, já consagrada no Orçamento Regional para este ano, custará ao Governo da Madeira 8 milhões de euros por ano, através de indemnizações compensatórias às cinco operadoras da região.

Há também vários escalonamentos com repercussões ao nível das crianças (gratuito até aos 12 anos), dos pensionistas e reformados (com pensões inferiores a 240 euros o passe é também gratuito), dos estudantes até aos 18 anos e dos universitários até aos 23 anos.

“É o culminar do esforço social e político que temos vindo a fazer ao longo dos últimos anos e o cumprimento de mais uma promessa”, referiu o vice-presidente do Governo Regional, na apresentação do tarifário, esta quarta-feira.

Veja também: