Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Márcio Matos
Márcio Matos
02 Jan, 2019 - 13:38

Pastel de Belém: aprenda a receita portuguesa que é sucesso no mundo

Márcio Matos

É um fã incondicional de Pastel de Belém? Então, desvende um pouco da sua origem e história e aprenda a fazer uma bela e saborosa imitação dos mesmos.

Pastel de Belém: aprenda a receita portuguesa que é sucesso no mundo

Pois é, a receita original dos Pastel de Belém está patenteada e apenas é conhecida por aqueles que, diariamente, têm a deliciosa tarefa de os confecionar para deleite de todos os que degustam estes maravilhosos doces.

Porém, vamos tentar ensinar-lhe algumas receitas que, embora não sejam originais, se aproximam muito bem do sabor e da textura dos Pastéis de Belém que todos adoramos e podemos provar no local mais típico da região lisboeta: a sua Fábrica onde são confecionados.

Pastel de Belém: origem deste doce cremoso e estaladiço

História

Pastel de nata: receitas caseiras deste clássico da pastelaria

Comecemos pelo início, ou seja, pela origem desta iguaria nacional, tão apreciada pelos portugueses, mas também por todos aqueles que nos visitam e que são cada vez mais!

Tudo principia no início do século XIX, em Belém, onde junto ao Mosteiro dos Jerónimos laborava uma refinação de cana-de-açúcar, associada a um pequeno local de comércio variado. Na sequência da revolução Liberal de 1820, são encerrados em 1834 todos os conventos e mosteiros em Portugal, expulsando o clero e os seus trabalhadores.

Como forma de sobrevivência, alguém ligado ao referido Mosteiro decidiu pôr à venda na mencionada loja uns pastéis doces, rapidamente designados por “Pastéis de Belém”.

Embora, à época, a deslocação entre Belém e Lisboa fosse mais difícil e longa – sobretudo feita por barcos a vapor, a verdade é que Belém recebia muitos visitantes, que depressa se habituaram a saborear os deliciosos pastéis.

Em 1837, inicia-se o fabrico dos “Pastéis de Belém” em instalações anexas à refinação, segundo a antiga receita, oriunda do Mosteiro. Esta receita mantém-se igual – e secreta! – até aos dias de hoje. Como? É simples! Além de patenteada, os mestres pasteleiros que confecionam esta iguaria assinam um contrato de confidencialidade, comprometendo-se a não divulgar o modo de execução dos pastéis mais famosos do país.

Estima-se que todos os dias sejam vendidos cerca de 25 mil Pastéis de Belém, podendo este número duplicar em alguns fins-de-semana.

Receitas de Pastel de Belém (quase originais…)

Receitas de Pastel de Belém

Resultado de imagem para site: e-konomista.pt pastel de belem

Descrição: Pequeno-almoço/lanche

Ingredientes
1 l de creme de leite
300 g de açúcar
250 g de farinha de trigo
150 g de manteiga ou margarina
80 g de maizena
12 + 1 gemas
Água com uma pitada de sal
Baunilha líquida
Raspas da casca de limão

Modo de Preparação da massa

  1. Sobre a bancada, faça um monte de farinha.
  2. Faça um buraco no meio e coloque uma gema e suficiente água para obter uma massa maleável.
  3. Abra a massa e cubra com com 50g de manteiga ou margarina.
  4. Dobre de tal maneira a obter três camadas de massa (dobre uma parte sobre o meio e a outra por cima).
  5. Repita essa operação duas vezes, espalhando sempre 50g de margarina ou manteiga
  6. Abra novamente, espalhe a manteiga e enrole como se fosse um rocambole.
  7. Corte em fatias e estenda cada rodela no fundo de uma forminha pequena, forrando também as laterais.

Modo de Preparação do recheio

  1. Num tacho, junte a maizena, o creme de leite, as gemas e metade do açúcar. Leve ao lume até ferver.
  2. Adicione o resto do açúcar, algumas gotas de baunilha líquida e as raspas de limão. Mexa bem e leve a levantar fervura, novamente.
  3. Retire e coloque o recheio sobre as rodelas de massa.
  4. Leve as forminhas ao forno médio, pré-aquecido, até que estejam bem sequinhas.

Recomendações: Sirva os pastéis quentes, polvilhados com açúcar em pó e canela.

Tempo aproximado de confeção: 1h

Porções: 4 pessoas

Receita de Pastel de Belém na bimby

Descrição: Pequeno-almoço/lanche

Ingredientes para a massa
500 g de massa folhada

Ingredientes pra o recheio
250 g de leite
250 g de natas
175 g de açúcar
50 g de farinha
5 gemas
1 pau de canela
Casca de 1 limão

Modo de Preparação

  1. Coloque no copo todos os ingredientes do recheio, com exceção da casca do limão e do pau de canela. Misture uns segundos, vel. 4.
  2. Coloque a ‘borboleta’ na lâmina e junte o pau de canela, a casca de limão e programe 18 min., Temp. 90º, Vel. 1 1/2.
  3. Estenda a massa folhada e forre com ela as forminhas, previamente untadas.
  4. Retire a casca de limão e o pau de canela e deite o preparado nas formas, sem chegar às bordas.
  5. Pincele o rebordo da massa com o ovo batido e leve ao forno, pré-aquecido a 200ºC, durante 15 minutos.

Recomendações: Faça sempre o teste do palito para confirmar se os pastéis já estão cozidos.

Tempo aproximado de confeção: 50minutos

Porções: 4 pessoas

Não há nada como provar os Pastéis de Belém concebidos segundo a receita tradicional, mas a verdade é que se está longe de Belém e tem uma enorme vontade de provar esta iguaria, então seguir as receitas que lhe deixámos pode ser uma boa maneira de saciar o seu desejo e deliciar-se com um ex-líbris da doçaria nacional.

Se tem amigos estrangeiros, então não hesite em partilhar com eles a história deste doce que todos adoram e dê-lhes a provar a sua versão desta iguaria super deliciosa. Eles vão gostar de ficar a conhecer um pouco mais sobre a cultura portuguesa e sobre os seus dotes culinários, claro!

Veja também: