Ana Araújo
Ana Araújo
02 Mar, 2018 - 10:21
5 dicas para eliminar os pelos encravados

5 dicas para eliminar os pelos encravados

Ana Araújo

Pelos encravados, um problema comum que afeta tanto homens como mulheres. Descubra 5 truques para eliminar a pseudofoliculite, isto é, os pelos encravados.

O artigo continua após o anúncio

As principais causas dos pelos encravados estão relacionadas com pele demasiado sensível, pelo grosso, pelo encaracolado ou também pelo fino. Independentemente das causas, há um motivo comum: o pelo tem dificuldade em emergir, o que resulta nas tais bolinhas inestéticas, que nas mulheres aparecem tendencialmente nas pernas, nas virilhas ou nas axilas.

Nos homens, os pelos encravados aparecem sobretudo na zona da barba, queixo e pescoço. Por outro lado, para quem faz a depilação nessa zona, o peito é outra parte do corpo muito propensa a ter pelos encravados.

Pelos encravados? Saiba como eliminá-los

1. Esfoliação

esfoliação

Uma das formas de evitar o aparecimento de pelos encravados é fazer uma esfoliação com alguma regularidade. A esfoliação da pele torna-se importante no sentido em que permite eliminar as células mortas. Como tal, é um hábito que deverá ser adotado tanto por homens como por mulheres, e deve ser repetido duas vezes por semana.

No caso da esfoliação para homens, e tendo em conta que os pelos encravados aparecem essencialmente na cara, deverão utilizar um esfoliante facial, para assim impedir a obstrução dos poros.

No caso das mulheres, estas podem complementar a esfoliação com uma luva esfoliante, que à semelhança dos cremes esfoliantes vai ainda estimular a circulação sanguínea.

2. Evitar o sol

evite apanhar sol

Existem tratamentos que não podem ser feitos no verão, como é o caso de muitos cuidados de estética e cirurgias plásticas. Isto porque, apesar dos vários benefícios do sol para o organismo, nomeadamente a vitamina D, o mesmo pode prejudicar a pele.

Um dos tratamentos a que deve dar especial atenção é a depilação, isto porque a sua pele está mais sensível e pode apanhar um escaldão. No caso da depilação, deve evitar apanhar sol nas 48 horas a seguir a uma sessão.

Caso pretenda iniciar-se nos tratamentos de depilação a laser, opte pelas estações do outono e inverno. Além de haver tratamentos que impedem que apanhe sol no mês seguinte, o sol e o calor favorecem a pseudofoliculite. Deste modo, vai estar a aumentar a humidade e o suor que conduzem às inflamações da pele.

O artigo continua após o anúncio

3. Hidratação

hidratação

Um dos aspetos que contribui para a formação de pelos encravados é a pele seca. Por outro lado, um cuidado que contribui para evitar a formação de pelos encravados é a hidratação.

Se sofre com este problema deve ter o cuidado de hidratar bem a sua pele. Isto porque, caso tenha um pelo naturalmente fino, ao arrancar o pelo, se a pele estiver seca, o pelo vai ter uma dificuldade acrescida em conseguir perfurar a epiderme. Deste modo, vai enrolar-se, crescer dentro da pele e resultar na tal inflamação.

4. Compressas mornas

barba

Esta dica é dedicada aos homens, especialmente aos que têm pelos encravados na cara. A solução das compressas mornas não só é muito agradável, como também ajuda a evitar a formação de pelos encravados.

Neste sentido, à semelhança do que fazem nas barbearias, humedeça uma toalha ou compressas com água morna e deixe repousar sobre as áreas inflamadas. Este método vai permitir amolecer a pele, abrir os poros, ajudando assim o pelo a emergir.

5. Roupas apertadas

roupas apertadas

Outra razão que contribui para o aparecimento de pelos encravados é o uso de roupa apertada. Por esta razão, é no inverno que há uma maior tendência para o desenvolvimento de pelos encravados, sobretudo porque há uma maior tendência para usar calças.

Deste modo, sempre que possível, evite usar roupas apertadas e tecidos sintéticos nas zonas mais propensas a inflamar devido aos pelos encravados.

Veja também:

Partilhar Tweet Pin E-mail WhatsApp