Márcio Matos
Márcio Matos
28 Mar, 2019 - 11:30
Silêncio que no Porto também se canta o fado. Saiba onde

Silêncio que no Porto também se canta o fado. Saiba onde

Márcio Matos

Faça-se silêncio que no Porto também se canta o fado e não só o vadio. Tabernas, adegas, restaurantes, conheça 10 casas de fado existentes na Invicta.

O artigo continua após o anúncio

Muito associado a Lisboa e Coimbra, o fado também marca presença e se faz ouvir na Invicta. Por isso, faça-se silêncio que no Porto também se canta o fado e há que divulgar os melhores sítios para ouvi-lo.

Tabernas, adegas, restaurantes, são alguns dos espaços que acolhem tardes ou noites de fado, nas quais se ouvem vozes mais ou menos profissionais, enquanto se degustam petiscos deliciosos e tipicamente portugueses. Interessado?! Então, desvende o roteiro e silêncio que no Porto também se canta o fado!

Silêncio que no Porto também se canta o fado. Roteiro por 10 casas

1. Adega Rio Douro

Às terças-feiras à tarde (das 16h às 20h), há fado vadio na Adega Rio Douro, também conhecido como Tasca da Piedade. Para acompanhar, há petiscos – muitos e bons – como iscas de bacalhau, bifanas, rissóis e sandes de panado. Por aqui passou a popular fadista Gisela João e a clientela é diversificada, desde jovens a séniores, sem esquecer, claro, os muitos turistas.

  • Morada: Rua do Ouro, nº 223

2. Fado

Com um ambiente familiar e acolhedor, este restaurante oferece fado de segunda a sábado, durante o jantar. Os pratos são tipicamente portugueses e há ótimas vozes para descobrir, como as de António Laranjeira, Patrícia Costa, Paulo Carvalho e Samuel Cabral.

  • Morada: Rua de São João Novo, nº 16

3. Tasquinha D’Ouro 2

Às segundas e sextas à tarde (das 16h30 às 20h) e no primeiro sábado de cada mês à noite, há fado nesta Tasquinha. Os instrumentistas João Carlos (viola) e João Pedro (guitarra portuguesa) vão acompanhando diversas vozes com alma de fadista. Para acompanhar, serve-se bola de carne e vinho ou cerveja.

  • Morada: Rua do Ouro, nº 236

4. A Casa do Fado

Para quem procura um concerto de fado mais intimista, este é o espaço indicado. Além de ouvir belas vozes, há tertúlia sobre fado e ainda a oferta de um cálice de vinho do Porto. O espetáculo acontece todos os dias entre as 19h00 e as 20h00 e o preço dos bilhetes ronda os 14€ (crianças até aos 12 anos não pagam). O elenco residente é composto por Ricardo Ferreira da Silva (viola), Miguel Silva (guitarra portuguesa) e Mia Moura e Carla Cortez (vozes).

  • Morada: Rua do Infante D. Henrique, nº 85

5. Guarany

É verdade. O Guarany, em plena Avenida dos Aliados, no centro da cidade do Porto, apresenta às quintas e sábados à noite (21h30) espetáculos de fado, para os quais não é necessário, obviamente, bilhete. O ideal é que reserve mesa, jante e usufrua da música. Os artistas residentes são Joana Costa, Amável Carneiro e Nel Garcia.

  • Morada: Avenida dos Aliados, nº 85/89

6. Mal Cozinhado

Pelo Mal Cozinhado já passaram nomes conceituados do fado como os de Amália Rodrigues, Carlos do Carmo, Vicente da Câmara, Dulce Pontes ou Ana Moura. De segunda a sábado, durante o jantar (das 20h30 às 24h), é possível ouvir Valdemar Vigário (guitarra), João Moutinho (viola), Rosinda Maria e Sandra Cristina (vozes), enquanto degusta um saboroso bacalhau à Braga ou um delicioso polvo à lagareiro.

O artigo continua após o anúncio
  • Morada: Rua do Outeirinho, nº 13

7. A Viela

Às sextas à tarde (das 16h30 às 19h30), há fado vadio nesta adega de comida tradicional portuguesa. Este é um ponto de encontro de moradores, trabalhadores da zona, mas também de ilustres da cidade, como políticos, por exemplo. A fadista Gisela João também já cantou aqui. Neste espaço, não faltam petiscos dos bons como iscas de bacalhau, moelas e rissóis.

  • Morada: Travessa de Miraflor, nº 15

8. Monte Aventino

No Grupo Dramático Monte Aventino, há mais de 10 anos que se canta o fado. Às sextas à noite (das 23h às 02h30) e aos domingos à tarde (das 17h às 20h), existe fado vadio e profissional. Se as vozes são sempre diferentes, os instrumentistas mantêm-se: Mário Henriques (guitarra) e Bruno Braz (viola). O ambiente é familiar e acolhedor, pelo que não admira receber pessoas de várias zonas do Grande Porto.

  • Morada: Rua do Monte Aventino

9. Taberna Real do Fado

Desde 2017 que esta Taberna anima a Invicta com espetáculos de fado dignos de serem assistidos. De segunda a sábado à noite (das 20h00 à 01h00), o convite é para jantar e ouvir dois a três fadistas. O elenco é fixo e inclui nomes como os de Rute Rita, Aurélio Perry e Nélson Duarte, sendo Cátia de Oliveira e Maria do Sameiro presenças regulares. Este cruzamento de diferentes gerações do fado é um dos atrativos deste espaço que até tem pratos vegetarianos!

  • Morada: Rua do Dr. Barbosa de Castro, nº 58

10. Casa da Mariquinhas

A Casa da Mariquinhas é um dos espaços absolutamente incontornáveis quando o tema é fado no Porto. Dedicada ao fado profissional, há alguns artistas residentes, tais como Acácio Branquinho (guitarra portuguesa), António Reis (viola), Paulo Cangalhas e Ana Pinho (vozes). Contudo, há também lugar para fadistas convidados e conceituados, como Hélder Moutinho ou Ricardo Ribeiro.

Embora haja muitos turistas, à mesa os pratos são bem portugueses (pataniscas, moelas, alheira de caça no forno, bacalhau ou francesinha da casa (normal ou vegetariana). Portanto, se quiser ouvir bom fado e comer boa comida, vá até lá (terça a quinta das 20h00 à 01h00; e sexta e sábado das 20h00 às 02h00). Mas não se esqueça de reservar mesa e com alguma antecedência…

  • Morada: Rua de Sâo Sebastião, nº 25

Veja também:

Partilhar Tweet Pin E-mail WhatsApp