Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Inês Silva
Inês Silva
20 Jan, 2020 - 10:36

Saiba mais sobre o Programa Rede de Bibliotecas Escolares

Inês Silva

O Programa Rede de Bibliotecas Escolares pretende promover nas escolas o desenvolvimento das literacias e a formação de leitores críticos.

Programa Rede de Bibliotecas Escolares

O Programa Rede de Bibliotecas Escolares (PRBE), lançado em 1996, é da responsabilidade dos Ministérios da Educação e da Cultura e tem como objetivo instalar e desenvolver bibliotecas em escolas públicas dos vários níveis de ensino, disponibilizando aos utilizadores os recursos necessários à leitura, ao acesso, uso e produção da informação em suporte analógico, eletrónico e digital.

O que é a Rede de Bibliotecas Escolares (RBE) e como funciona?

A RBE é constituída por um conjunto de bibliotecas escolares que vai crescendo através de candidaturas, sendo selecionadas para integrar esta rede as escolas que apresentem melhores condições e projetos mais consistentes, quer para a instalação, quer para a criação de serviços de biblioteca no agrupamento.

O objetivo da RBE é incluir cada vez mais escolas, fazendo crescer a rede, dotando-as de uma biblioteca colocada ao serviço da comunidade escolar ou, quando esta já existir, recondicionar as instalações, fundos e equipamentos de acordo com as orientações que garantam a criação e expansão de um sistema integrado de acesso ao livro, na sua multiplicidade de suportes, e à informação em contexto de aprendizagem escolar.

Tendo em conta este objetivo de integrar novas escolas, apoiar projetos de inovação, incentivar a criação de programas de leitura e escrita e estimular a implementação de estratégias de melhoria da qualidade dos serviços da biblioteca escolar, a RBE lançou a Candidatura 2020 ao Programa RBE.

crianças leitura

Qual é o objetivo e como funciona o Programa Rede de Bibliotecas Escolares (PRBE)?

O PRBE tem como principal objetivo instalar e desenvolver bibliotecas e serviço de biblioteca nas escolas, sendo este programa o elo de ligação entre o Gabinete da RBE, as escolas e as diferentes parcerias locais.

A manutenção da ligação cabe aos coordenadores interconcelhios das bibliotecas escolares que coordenam um número de agrupamentos e escolas não agrupadas, definidas pela RBE, conforme as circunstâncias e a geografia do território, assegurando ainda o apoio técnico e pedagógico aos professores bibliotecários e às equipas das bibliotecas.

Na escola, os professores bibliotecários asseguram o funcionamento e gestão das bibliotecas, as atividades de articulação com o currículo, de desenvolvimento das literacias e de formação de leitores.

Compete a estes professores gerir as bibliotecas do agrupamento enquanto espaços agregadores de conhecimento, recursos diversificados e implicados na mudança das práticas educativas, no suporte às aprendizagens, no apoio ao currículo, no desenvolvimento da literacia da informação, tecnológica e digital, na formação de leitores críticos e na construção da cidadania e, ainda, garantir serviços de biblioteca a todas as escolas do agrupamento.

Programa Rede de Bibliotecas Escolares: candidaturas e critérios de seleção

Candidatura 2020

Para se candidatarem ao Programa Rede de Bibliotecas Escolares, as escolas interessadas devem preencher e submeter o formulário de candidatura na página eletrónica da RBE e enviar a documentação complementar solicitada no questionário.

Critérios de seleção

Os projetos candidatos devem ter em conta a rede escolar, de forma a rentabilizar os investimentos, as políticas de cooperação, a gestão integrada dos recursos, nomeadamente os documentais, com vista à melhoria efetiva da qualidade dos serviços prestados.

A seleção das escolas vai ser feita com base na análise da informação apresentada, tendo em conta os seguintes critérios:

Escolas Básicas do 1º Ciclo com ou sem jardim de infância

  • Espaço exclusivo e adequado à instalação da biblioteca, com área igual ou superior a 50m2;
  • Número mínimo de 125 alunos;
  • Existência de uma equipa de gestão que integre o(s) professor(es) bibliotecário(s) e outros docentes;
  • Gestão articulada dos serviços de biblioteca do agrupamento e participação efetiva da autarquia no processo de criação, acompanhamento e desenvolvimento da rede concelhia de bibliotecas;
  • Aplicação do Modelo de avaliação da biblioteca escolar 2018 e 2019;
  • Atualização da informação relativa às bibliotecas do agrupamento – bases de dados 2019 e 2020;
  • Participação do professor bibliotecário no plenário do Conselho Pedagógico.

Escolas Básicas dos 2º e 3º ciclos e Escolas Secundárias

  • Espaço exclusivo e adequado à instalação da biblioteca, com área igual ou superior a 150m2;
  • Número mínimo de 250 alunos;
  • Existência de uma equipa de gestão que integre o(s) professor(es) bibliotecário(s) e outros docentes;
  • Gestão articulada dos serviços de biblioteca do agrupamento e participação efetiva da autarquia no processo de criação, acompanhamento e desenvolvimento da rede concelhia de bibliotecas;
  • Aplicação do Modelo de avaliação da biblioteca escolar 2018 e 2019;
  • Atualização da informação relativa às bibliotecas do agrupamento – bases de dados 2019 e 2020;
  • Participação do professor bibliotecário no plenário do Conselho Pedagógico.

Escolas Profissionais e Artísticas

  • Espaço exclusivo e adequado à instalação da biblioteca, com área igual ou superior a 50m2;
  • Número mínimo de 100 alunos;
  • Existência de um coordenador com horário semanal para trabalho na biblioteca;
  • Gestão articulada do serviço de biblioteca, de acordo com os princípios do Programa RBE.
Veja também