Catarina Milheiro
Catarina Milheiro
18 Fev, 2022 - 11:55

11 fortes razões para mudar de emprego em 2022

Catarina Milheiro

Não é fácil chegar a esta decisão, mas há razões que são sinais claros para mudar de rumo. Conheça algumas das razões para mudar de emprego.

carreira de técnico superior

Podem ser as mais diversas, mas independentemente de tudo, tomar essa decisão nem sempre será fácil. Nem toda a gente lida bem com a perspetiva de dar um salto no escuro, mesmo que suspeite que do outro lado estará uma oportunidade melhor.

Se formos a avaliar as razões para mudar de emprego em 2022, veremos que muitas vezes se prendem com questões óbvias, como a ausência da perspetiva de um emprego estável, e não tanto como a obtenção de uma remuneração insuficiente. 

Ao contrário das gerações anteriores, a que está agora a dar os primeiros passos no mercado de trabalho parece desvalorizar por exemplo questões como a do salário.

Isto no sentido em que é mais importante que este seja compatível com o praticado no mercado de trabalho do que propriamente no que diz respeito a satisfazer as necessidades pessoais, e em detrimento de por exemplo trabalhar numa empresa melhor, que ofereça melhores condições de trabalho de um modo geral, não apenas salariais.

Na verdade, a decisão de mudar de rumo profissional muitas vezes é uma balança pesada de prós e contras, e pode ser difícil de tomar. Um primeiro passo firme para tomar essa decisão é avaliar as boas razões para mudar de emprego em 2022. Estamos aqui para o ajudar nessa ponderação., tendo em conta a influência da conjuntura laboral que enfrentamos no momento atual.

Fortes razões para mudar de emprego atualmente

Como sabemos, todos os empregos têm os seus prós e contras. Mas se deixou de sentir garra e paixão e de ter vontade de se levantar para ir trabalhar todas as manhãs, muito provavelmente precisa de conhecer boas razões para mudar de emprego e perder o medo.

Uma das principais conclusões do estudo “Índice de Confiança” da Michael Page, relativo ao primeiro trimestre de 2019, analisou a perceção que os profissionais têm relativamente ao atual mercado laboral.

Para além disto, o estudo refere que 54% dos portugueses apontam o desenvolvimento de novas competências como a principal razão para fazerem uma mudança de trabalho.

E enquanto 34% dos portugueses procuram uma melhor condição salarial quando efetuam essa mudança, 30% pretendem uma evolução na carreira.

Contudo, estes são apenas alguns dos motivos que podem levar a uma mudança no trabalho. A verdade é que se não se sente valorizado, reconhecido e com acesso a outro tipo de benefícios, talvez esteja na hora de mudar.

coworking
1

A ausência de perspetiva de um emprego estável

Como se sabe, a conjuntura que vivemos atualmente no mercado de trabalho, de incerteza constante, leva a que se deseje procurar por oportunidades que ofereçam mais segurança nesse aspeto

Despender das nossas energias, tempo e coração numa atividade que sentimos que não nos oferece uma perspetiva real de futuro é sem dúvida uma das razões para mudar de emprego mais fortes atualmente.

Mesmo que se considere que a geração atual está mais bem preparada para lidar com a instabilidade do mercado de trabalho, esta continuará a ser uma das razões para mudar de emprego. 

2

Sente que está a acomodar-se e a perder dinheiro

Quando chegamos a um ponto em que já nos sentimos tão acomodados com a nossa situação no trabalho, entramos quase em piloto automático e acabamos por nem refletir sobre o que nos incomoda ou o que gostaríamos de mudar.

Uma boa razão para mudar de emprego é precisamente esta: sentir que está demasiado acomodado, que poderia estar a receber um salário muito mais alto na sua função ou que precisa de sair da sua zona de conforto.

3

A empresa sofreu uma reestruturação que ameaça o seu papel

Claro que isto pode não significar necessariamente más notícias, mas se por trás desta mudança estrutural está por exemplo a extinção do seu departamento, poderá ser uma forte razão para abandonar o barco, ou pelo menos começar a procurar um novo emprego.

4

Tem o perfil errado para a função que desempenha

Inicialmente, pensou que poderia dar conta do recado, mas afinal não consegue aplicar os seus conhecimentos e pontos fortes para realizar o seu trabalho?

A verdade, é que isto pode ser bastante desmotivador. Por isso questione-se: antes de pensar em mudar de emprego, acha que é possível alcançar o equilíbrio?

Talvez possa frequentar algum curso ou formação que lhe dê ferramentas para realizar com satisfação estas tarefas ou pedir ao seu chefe que lhe atribua outra função para a qual está preparado e tem competências.

5

Sente que perdeu a paixão e que o seu emprego já não é desafiante

Se está a passar por uma fase profissional complicada, onde as dúvidas sobre o seu emprego não param de aumentar, talvez esteja na hora de refletir sobre aquilo que o move diariamente.

Afinal, quando perdemos a paixão pelo que fazemos, sentimos que o nosso trabalho já não é desafiante e a nossa mente está sempre num lugar distinto, algo precisa de mudar.

Informe-se sobre as tendências na sua área, coloque a sua rede de contactos em dia e comece a sua procura por um novo emprego adequado aos seus objetivos.

6

Circunstâncias familiares

Longe parece ir o tempo em que os trabalhadores juravam total fidelidade às empresas, mesmo que isso por vezes implicasse fazer grandes sacrifícios pessoais. Hoje, as próprias empresas valorizam cada vez mais que os seus colaboradores não deixem de ter uma vida pessoal e familiar que lhes traga felicidade e preenchimento, algo que se sabe ser de vital importância para o próprio rendimento, bem estar laboral e realização profissional.

7

Deseja trabalhar numa empresa de maior dimensão

Longe também parece ir o tempo em que os trabalhadores escolhiam o emprego apenas com base em números – para a nova geração o melhor emprego parece não ser necessariamente o que oferece o salário mais elevado. Há todo um conjunto de benefícios que as empresas reconhecem como sendo igualmente importantes. Fazer parte de uma empresa com prestígio é sem dúvida um dos pratos da balança a ter em conta.

8

Deseja trabalhar numa empresa de outra área

É um sinal dos tempos, e não é necessariamente mau – nem toda a gente sente necessidade em passar uma vida inteira a trabalhar na mesma área de atividade. Muitas pessoas têm talentos em áreas distintas, ou movem-se pela curiosidade em experimentar novos desafios. Se sente que já esgotou aquilo que podia dar na sua área, porque não mudar e trabalhar noutra coisa que goste?

9

Teve uma oferta de emprego melhor

Propuseram-lhe um emprego melhor? Os bons profissionais são notados e se é bom a fazer networking dentro do seu setor, naturalmente, as empresas concorrentes vão saber que existe.

E se estão dispostas a oferecer um salário melhor, possibilidade de progressão na carreira, mais flexibilidade ou melhores benefícios para convencê-lo a “juntar-se à equipa”, não tem que se sentir culpado por aceitar a proposta. Esta é, sem dúvida, uma das boas razões para mudar de emprego.

10

Não se identifica com a política da empresa

Pode até estar num emprego em que gosta do que faz, mas se entra em choque com alguns valores da empresa, talvez esteja na altura de procurar um novo destino. A longo prazo, poderá começar a sentir que sentir que está a exercer uma certa hipocrisia diariamente poderá não ser benéfico nem para si nem para a entidade patronal. Este é um risco que se torna mais acentuado se o trabalhador aceitar um emprego noutro país, noutra cultura que não a sua. 

11

Sente que não há espaço para progredir na empresa atual

O seu objetivo é crescer dentro da empresa? Sente que o seu trabalho não está a ser valorizado como deveria? O salário que recebe não corresponde à suas expectativas?

Opte por fazer uma pesquisa atual sobre o mercado de trabalho e salários na sua área, nas mais diversas empresas. Se for necessário, utilize a sua rede de contactos para conversar com alguém que trabalhe noutra empresa e faça questões.

Quando sentimos que não há oportunidade de crescimento na empresa onde estamos e não vemos o nosso esforço e dedicação a serem valorizados, automaticamente devemos procurar querer mais.

Por isso não tenha medo e na dúvida, faça sempre uma pesquisa e converse com várias pessoas até mesmo de outras áreas para que consiga perceber se as suas expectativas serão realistas. Vá em frente e mude de emprego.

Veja também