Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Teresa Campos
Teresa Campos
10 Jan, 2020 - 12:03

Bem-vindo 2020! Resoluções de ano novo para a saúde

Teresa Campos

Já fez as suas resoluções de ano novo para a saúde? Se ainda está a pensar, inspire-se nas nossas sugestões de bem-estar para 2020!

Com a entrada num novo ano, é habitual traçar metas para a nossa vida. Muitos delas, passam por melhorar o nosso bem-estar quer físico, quer mental. Portanto, as resoluções de ano novo para a saúde são transversais à grande maioria das pessoas e nós vamos ajudá-lo a definir objetivos claros e atingíveis para pôr em prática durante 2020.

Esqueça as dietas restritivas e a prática de exercício físico sem paragens. Aqui, só vai encontrar resoluções de ano novo para a saúde equilibradas, consistentes e exequíveis que é o que se quer.

Bem-vindo 2020! Resoluções ano novo para a saúde

1. PRATICAR EXERCÍCIO FÍSICO

Sim. Esta é uma meta obrigatória em qualquer resolução de ano novo da área da saúde. Porém, isso não significa passar horas a fio no ginásio, mas também não significa que fazer zapping na televisão conte como desporto.

A prática regular de exercício físico é fundamental, mas deve ser adequada as caraterísticas de cada indivíduo. Se já está habituado a praticar desporto, então só tem de prolongar essa rotina durante este ano.

Se, por outro lado, vai iniciar esta atividade, então deve começar progressivamente, de preferência com acompanhamento de um profissional, e lembrando-se que uma caminha de 30 a 60 minutos por dia já é uma excelente maneira de colher os benefícios da prática do exercício físico.

Aos mais distraídos, lembramos que fazer desporto ajuda a prevenir o excesso de peso e a obesidade; combate a hipertensão arterial; melhora os níveis do “bom” colesterol e a saúde das articulações e dos ossos; e influencia positivamente a autoestima e o humor, além de muitos outros benefícios.

resoluções de ano novo: praticar mais desporto

2. FAZER UM CHECK-UP MÉDICO

Quando pensa nas resoluções de ano novo para a saúde, uma pergunta impõe-se: Há quanto tempo não vai ao médico? Talvez nem consiga responder a esta questão, tal é o tempo que não visita um clínico.

Portanto, começar o ano com um check-up médico faz todo o sentido, pois é a melhor forma de perceber se está tudo bem com a sua saúde e organismo; prevenir alguns problemas; e perceber os aspetos a que deve estar mais atento no seu corpo.

3. PRATICAR UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL

De nada vale fazer desporto ou ir ao médico, se no seu dia-a-dia não praticar uma alimentação saudável, isto é, equilibrada e variada. Beber muita água é fundamental e, no fundo, guiar-se pela roda dos alimentos, apostando numa dieta muito rica em legumes e frutas, controlando a ingestão de proteína e hidratos e, acima de tudo, reduzindo nas gorduras, no açúcar e no sal.

resoluções de ano novo: fazer uma alimentação equilibrada

4. DIMINUIR OS NÍVEIS DE STRESS

Para muitos, estas será a resolução de ano novo para a saúde mais difícil de cumprir. Efetivamente, a ansiedade e o stress são males dominantes nas sociedades atuais e não é de espantar que estejam na origem de muitos problemas de saúde.

Por isso, a nossa sugestão é que tente combater o stress, gerindo melhor o seu tempo e a sua agenda planeando as suas tarefas diárias; estabelecendo prioridades; e delegando tudo aquilo que for possível delegar. Deve também reservar tempo para si e para relaxar, nem que sejam apenas 15 minutos por dia para caminhar, ouvir música, fazer ioga, entre outras atividades que induzam calma e bem-estar.

8 maneiras de começar um ano novo inspirado
Veja também 8 maneiras de começar um ano novo inspirado

5. DEIXAR DE FUMAR

Uma das resoluções de ano novo para a saúde que muito se comprometem a levar avante, mas da qual desistem frequentemente, logo nos primeiros meses ou semanas do ano.

Os malefícios do tabaco são conhecidos de todos, mas vale a pena lembrar alguns, tais como: diminuição da esperança média de vida; envelhecimento da pele; potenciador de doenças cardiovasculares, cardíacas e pulmonares; aumento do risco de vários tipos de cancros.

Há vários meios de apoio à disposição de quem quer pôr fim a este vício. Por isso, deve procurar ajuda e deixar já hoje de fumar.

6. DORMIR MELHOR E MAIS HORAS

O sono é, muitas vezes, subestimado, mas a sua qualidade pode ser determinante para um dia mais produtivo e com mais rendimento, quer nas suas atividades profissionais, quer pessoais.

Dormir bem e o número de horas sugerido pelos especialistas (cerca de 8 horas por noite, no caso dos adultos), pode ajudar nomeadamente a: aumentar a resistência ao stress e às infeções; melhorar a concentração; e, até, ajudar a emagrecer.

Claro que dormir de forma deficitária irá ter as consequências opostas às enumeradas anteriormente.

Se tem dificuldade em adormecer, experimente alterar algumas rotinas noturnas como fazer um jantar leve; desconectar-se dos aparelhos eletrónicos e da tecnologia; e mantenha o quarto escuro e com uma temperatura agradável.

Mitos à volta do sono e mulher a dormir

7. APLICAR PROTETOR SOLAR DIARIAMENTE

Esta meta pode parecer um pouco inesperada, mas é cada vez mais importante tê-la em consideração e pô-la em prática como uma das resoluções de ano novo para a saúde.

A exposição solar excessiva é responsável por 80% das doenças de pele e a verdade é que, todos os dias, mesmo que não seja verão, mesmo que não esteja na praia, há sempre uma parte do seu corpo que fica exposta à radiação solar.

Por essa razão, e para ajudar a evitar problemas como o fotoenvelhecimento ou o cancro de pele, por exemplo, deve aplicar diariamente, sobretudo nas zonas mais expostas (cara e mãos, por exemplo), protetor solar, cerca de 15 minutos antes de sair de casa.

8. VIVER MAIS E MELHOR

A última resolução engloba todas as outras e muito mais. Pode parecer uma frase feita, mas a realidade é que com o ritmo acelerado do dia-a-dia esquecemo-nos daquilo que é verdadeiramente importante e nos faz felizes.

Passear, ler um livro, dar uma boa gargalhada, conviver com a família e os amigos, aprender coisas novas,… são apenas algumas das coisas que, muitas vezes, não pomos em prática ao longo do ano.

Assim, o desafio é que inclua algumas destas atividades na sua agenda e se “obrigue” a retirar algum tempo para si e para estas coisas tão simples, mas tão especiais.

Veja também