Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Luísa Santos
Luísa Santos
13 Set, 2018 - 12:12

Apple Watch 4: tudo o que sempre sonhou (e mais)

Luísa Santos

Já são conhecidas as novidades da Apple para este ano. O novo Apple Watch 4 já era há muito falado e não desiludiu: tenha o mundo inteiro no seu pulso.

Apple Watch 4: tudo o que sempre sonhou (e mais)

“Novo em tudo”. É assim que a gigante americana apresenta o seu mais recente brinquedo: o Apple Watch 4 está aí para desafiar a sua imaginação e melhorar, ainda mais, a sua experiência enquanto utilizador e fã da marca.

Review Apple Watch 4: muito mais do que esperava

É tudo aquilo que sempre imaginou, só que (muito) melhor. A marca anuncia o smartwatch mais avançado até agora, redesenhado e pensado para melhorar a monitorização da sua saúde – graças a novas funcionalidades que o vão manter mais saudável e ativo.

O novo Apple Watch 4 tem o maior ecrã de sempre. Sem querer comprometer o tamanho (e o peso) do visor em si, a marca apostou na redução das margens do ecrã, de modo a que a autonomia da bateria, com esse aumento de tamanho, não ficasse comprometida.

A marca afirma que a “redução das margens permitiu uma área de visualização maior em mais de 30%” e que utilizou uma nova tecnologia que garante maior eficiência energética: a LPTO. Por isso, espera-se que a bateria dure um dia completo.

apple watch

Fonte da Imagem: Apple/Divulgação

A novidade das novidades? O sensor de ritmo cardíaco ótico melhorado, já presente nas versões anteriores deste smarwatch, mas que permite novas funcionalidades. Para além de poder medir o seu ritmo cardíaco, pode agora medir a sua pulsação. Sim, pode fazer um eletrocardiograma a si próprio em minutos.

Tenha as notificações ativas, porque o Apple Watch 4 vai enviar-lhe algumas se estiver, pelo menos, 10 minutos em inatividade. Receberá um aviso que o notifica sobre o seu ritmo cardíaco baixo. Caso essa situação se repita mais vezes, pode significar que o seu coração não está a bombear sangue oxigenado com a regularidade com que devia. Não, não estamos no médico…

A Apple promete ainda que este é o smartwatch mais potente da atualidade. Para além de mais fino, consegue ainda completar 18 horas de autonomia com um único carregamento. Este gadget torna-se ainda mais incrível quando chegamos ao processamento.

Graças a um processador S4, o Apple Watch 4 promete mais rapidez, segurança e fluidez de utilização. É um Sillicon in Package (SiP), o que significa que todas as ligações estão compactadas numa só componente. Ou seja, na realidade, “é o único produto no mundo que funciona exclusivamente com um SiP”.

apple watch

Fonte da Imagem: Apple/Divulgação

A CPU é duas vezes mais rápida do que a utilizada no Apple Watch Series 3, o que significa mais rapidez na abertura de apps e, consequentemente, a melhoria do desempenho do próprio smartwatch. A qualidade do altifalante e do microfone também foram melhoradas.

À semelhança das outras versões, também nesta a Apple se juntou à Nike, apresentando o Apple Watch Nike +. Com braceletes diferentes e adequadas à prática de exercício físico, pode nadar o tempo que quiser ou até correr a maratona com o novo Apple Watch, até porque todas as suas informações preferidas vão estar à distância de um olhar.

Em resumo, conte com um smartwatch potente, com um design elegante e mais funcionalidades. Novos mostradores e melhor monitorização. Sensores melhorados, notificações de ritmo cardíaco baixo ou elevado e ainda a notificação de queda, que automaticamente envia um SOS de emergência. Em Portugal, já o poderá encomendar a partir de sexta-feira, dia 14 de setembro de 2018.

Preço: a partir de 439€ Ver produto >>

Veja também: