André Brito
André Brito
27 Jul, 2018 - 03:00
Roteiro no sul de Itália: 8 dias inesquecíveis

Roteiro no sul de Itália: 8 dias inesquecíveis

André Brito

Visitar o sul de Itália significa descobrir uma das maiores heranças culturais da humanidade. Deixe-se envolver pelo calor, gastronomia e cultura.

O artigo continua após o anúncio

Se o norte italiano fica guardado na memória de quem por lá passa pelo seu luxo e magnificência, o sul de Itália é recordado pela sua genuinidade e rusticidade. O pedaço meridional da península exalta o autêntico espírito italiano. De Roma a Nápoles, no continente, até às gigantes ilhas da Sicília e Sardenha, são motivos mais que suficientes para fazer a mala e ir descobrir o eixo mais marcante do Mediterrâneo.

Com uma cozinha tradicional riquíssima que privilegia os peixes e os mariscos, os queijos fortes e os vinhos encorpados, esta região é igualmente encantadora pelo que herdou dos seus antepassados. Prepare-se para tropeçar nas ruínas etruscas, no que sobrou da passagem dos vizinhos gregos e de todos os outros povos que cobiçaram e dominaram o sul de Itália ao longo dos séculos: desde a enigmática civilização Osca, no século V a.C., à Alemanha de Hitler, durante a Segunda Guerra Mundial.

Roteiro de 8 dias no sul de Itália

Roma: dias 1 e 2

roma

Face à oferta de voos diários a partir de Lisboa e Porto, inicie o seu roteiro de 8 dias pelo sul de Itália a partir de Roma, a capital italiana. Após desembarcar no Aeroporto Internacional de Roma e deixar as malas no local onde escolheu ficar alojado, comece imediatamente a explorar a cidade, sem perder tempo. Uma boa opção para o primeiro dia é evitar os transportes e percorrer as imensas ruas e ruelas da cidade a pé, enquanto aprecia e contempla parte das suas praças, esplanadas, cafés centenários, fontes, fachadas, estátuas, basílicas e museus. A Fontana di Trevi,  a Piazza di Spagna e a Piazza Navona são locais de passagem obrigatórios.

No segundo dia na capital italiana, não deixe de guardar um par de horas para visitar a principal atracção da cidade: o Coliseu de Roma, na Piazza del Colosseo. Este anfiteatro em perfeito estado de conservação recebe mais de 5 milhões de visitantes por ano, curiosos para observar as ruínas e pisar as arquibancadas desta imponente obra erguida em 80 d.C.. Ao lado, o Fórum Romano e o Paladino, que podem ser visitados com o mesmo bilhete que comprou para entrar no Coliseu.

Maiori: dias 3 e 4

maior

Depois dos dois primeiros dias em Roma, alugue um carro e desça até ao ponto mais a sul da Costa Amalfitana e passe dois dias na deslumbrante cidade de Maiori, a pouco mais de 1 hora de distância de Nápoles. Aqui, a sugestão é relaxar nas várias praias da Costa, com extensos areais e um mar de águas quentes em tom azul claro, antes de voltar a pegar no carro para conhecer outras cidades marcantes da região como Ravello, Amalfi ou Positano.

Se procura cidades maiores e mais movimentadas, para lá de Nápoles a sensivelmente 70km de distância, Positano, com uma enorme oferta de restaurantes e bares espalhados por toda a cidade, é a melhor e mais cómoda opção. Independentemente da cidade na Costa Amalfitana que escolher visitar, ficará deslumbrado com as atracções que cada uma delas tem à sua espera.

Sorrento: dias 5 e 6

sorrento

Após a Costa Amalfitana, não tem como não pegar no carro e ir visitar a a Península de Sorrento, que divide os golfos de Nápoles e Salerno. Deste ponto italiano, poderá facilmente apanhar um barco e ir até a ilha de Capri e perder-se nas incríveis rotas pela baía, até ao famoso trajecto da Gruta Azul.

O ponto mais marcante da península é definitivamente a bela Sorrento. Uma cidade com uma deslumbrante paisagem contrastando o mar e a montanha. Construída sob o cume de uma montanha, Sorrento esconde peculiaridades naturais, culturais e artísticas. O centro histórico é notável e a Piazza Tasso, pensada e erguida em homenagem ao grande poeta e escritor Torquato Tasso (do poema Jerusalém Libertada), a sua maior referência e atracção. A entrada desta praça fica no Corso Itália, uma enorme avenida repleta de restaurantes, bares, lojas e barracas de artesanato que fazem as delícias dos turistas.

O artigo continua após o anúncio

Sicília: dias 7 e 8

sicilia

Reserve os dois últimos dias no sul de Itália para visitar a Sicília, a maior ilha de todo o Mediterrâneo. Desde Sorrento, a viagem é um pouco longa (quase 700km) pela Costa, que valerá a pena, pelas suas paisagens litorais até ao destino. Pouse as malas e as bagagens na bela e sofisticada Taormina, a maior e principal cidade siciliana para quem viaja da Itália continental. Uma cidade repleta de monumentos históricos que o levarão a revisitar o passado neste final de viagem. Toda a cidade velha merece uma visita relaxada e com tempo. Desfrute ainda da deslumbrante paisagem que vai do Mar Jônico até o Etna e, se sobrar algum tempo, visite o vulcão.

Veja também: 

Partilhar Tweet Pin E-mail WhatsApp