Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Júlia Rocha
Júlia Rocha
31 Mai, 2018 - 10:00

7 segredos que os colaboradores da Primark não contam

Júlia Rocha

Conheça os segredos que os colaboradores da Primark não contam. As superfícies desta marca irlandesa são populares pelos preços e variedade e alguns segredos.

7 segredos que os colaboradores da Primark não contam

Costuma fazer compras na Primark? Nestas lojas não faltam uma grande quantidade de artigos, desde roupa, a calçado, beleza e decoração. As enormes superfícies que normalmente ocupam são quase uma imagem de marca, assim como as enchentes de consumidores ávidos por pequenos preços. Agora, há mais 7 razões para a marca irlandesa cair (ainda mais) no gosto de todos: fique a conhecer os segredos que os colaboradores da Primark não contam – ou, pelo menos, aqueles truques e factos que gostávamos de conhecer quando lá compramos.

7 segredos que os colaboradores da Primark não contam (e que quer saber)

1. Não existe um desconto de funcionário

Ou melhor, existe, mas apenas no Natal e é de apenas 10%. Os produtos da Primark já são, normalmente, bem mais baratos do que produtos similares de outras marcas e os colaboradores acreditam ser esta a razão para não lhes ser atribuído este benefício.

2. Melhor altura para comprar

As melhores horas para ir às compras na Primark é logo de manhã, à primeira hora de abertura, ou uma hora antes de encerrar a loja. Este facto já é praticamente senso comum, se costuma comprar nesta loja, mas foi também confirmado pelos colaboradores, não só porque tem menos gente, mas porque os itens que se “espalharam” na loja durante o dia, estão a ser repostos.

primark

3. Tamanhos diferentes

Este é um dos segredos que os colaboradores da Primark não contam, porque as pessoas assumem que o funcionamento destas lojas é igual ao de outras mais pequenas – mas, não é. Pode perguntar a um colaborador pelo seu tamanho, caso não o encontre nas prateleiras, mas saiba que o armazém da Primark está repleto de caixas e caixas, e é muito difícil encontrar um artigo específico. É mais fácil voltar no dia seguinte, quando for reposto.

4. Dobrar as roupas

Os colaboradores da Primark aprendem a dobrar t-shirts e calças, porque existem técnicas específicas para as ter dobradas e empilhadas perfeitamente. Isto é, até às pessoas começarem a mexer nos artigos.

5. Tamanhos nos cabides vs. tamanhos reais

Este ponto da lista acaba também por ser uma questão já algo conhecida, mas confirmada por colaboradores. O facto de os cabides da Primark terem os tamanhos escritos não quer dizer grande coisa e é sempre aconselhável verificar se a peça de roupa corresponde a esse tamanho. É muito comum que tenha havido enganos a repor artigos.

6. Reposição de stocks

Como deve imaginar pela quantidade de artigos disponíveis, a grande parte da reposição e/ou trocas de artigos, é feita quando a loja está fechada ao público. O que às vezes complica a vida aos funcionários, já que se recebem novos artigos quase todos os dias. Os funcionários de reposição da noite trocam as coisas de lugar, e os de dia, muitas vezes, podem não saber onde as coisas estão no início dos turnos.

7. Personas non gratas

Clientes que tenha sido desagradáveis sem razão com colaboradores da Primark, autores de furtos e protagonistas de outros momentos menos desagradáveis, tornam-se personas non gratas nas lojas. Nomes e caras estão registados, para que todos os colaboradores possam saber quem não é bem-vindo.

Veja também