Helena Peixoto
Helena Peixoto
22 Mai, 2017 - 08:56
Sintomas de tumor cerebral que não deve ignorar

Sintomas de tumor cerebral que não deve ignorar

Helena Peixoto

Existem alguns sintomas de tumor cerebral aos quais deve estar especialmente atento. Conheça-os e saiba mais sobre o tratamento desta doença.

O artigo continua após o anúncio

Em média, 1 em cada 5 mil pessoas desenvolve um tumor cerebral ao longo da vida. Estar atento aos sintomas de tumor cerebral é importante para, em caso de doença, iniciar os tratamentos o mais rapidamente possível.

De forma simplificada, o cérebro é composto por três áreas: hemisférios cerebrais, cerebelo e tronco cerebral. Existe um tumor cerebral quando há um crescimento anormal de células dentro do crânio que origina a compressão e lesão das suas células normais do cérebro. Podem ser “benignos” ou “malignos”, sendo que estes últimos são considerados cancro.

O tumor cerebral recebe geralmente o nome do tipo de célula onde o mesmo se desenvolve, sendo que a sua maioria se aloja nas células gliais, que sustentam as células nervosas do órgão.

Em termos de classificação, os tumores do cérebro são colocados em “grupos”, de acordo com a rapidez com que se desenvolvem:

  • Tumores menos agressivos: de crescimento lento, menor probabilidade de se espalhar, necessita apenas de cirurgia;
  • Tumores agressivos: crescem de forma relativamente rápida, têm probabilidade de reaparecer após cirurgia e necessitam de tratamentos adicionais como radio e quimioterapia.

Sintomas de tumor cerebral

São vários os sintomas de tumor cerebral, que variam de acordo com o tipo e dimensão de tumor. Como principais sintomas de tumor cerebral, é possível identificar:

  • Pressão dentro do crânio;
  • Dor de cabeça;
  • Enjoos;
  • Vómitos;
  • Visão turva;
  • Dificuldade em equilibrar-se;
  • Convulsões;
  • Sonolência;
  • Personalidade alterada;
  • Comportamento alterado;
  • Fraqueza ou dormência em partes do corpo controladas pela zona do cérebro afetada;
  • Problemas na fala quando a zona do cérebro afetada é a responsável pela mesma;
  • Problemas de coordenação;
  • Dificuldade em engolir;
  • Fraqueza nos membros superiores e inferiores.

No caso de identificar um ou mais destes sintomas de tumor cerebral de forma relativamente recorrente, é importante que visite um médico para avaliações mais profundas. Quanto mais precocemente se detetar o problema, maiores as chances de recuperação.

Tratamento do tumor cerebral

Como já foi referido, é importante frisar que nem todos os tumores cerebrais são “cancro”, podem ser tumores benignos. Assim, o seu tratamento depende de toda uma avaliação pormenorizada e específica para cada caso. Existem diversas formas de abordagem ao tratamento:

Cirurgia

Depende da localização e do tipo de tumor em causa. Muitas vezes, a cirurgia é essencial para evitar o seu crescimento e evitar que afete estruturas importantes do cérebro.

O artigo continua após o anúncio

Quimioterapia

Efetuada apenas com medicamentos ou combinada com outros tipos de tratamentos, como a cirurgia e radioterapia, é utilizada em cancros mais agressivos. A quimioterapia pode ser administrada via oral, intravenosa ou até através de implante no cérebro.

Radioterapia

Pode também ser utilizada de forma isolada ou em conjunto e recorre-se geralmente a medicamentos radiosensibilizantes, que tornam as células tumorais mais sensíveis à radiação.

Veja também: